O que é e como otimizar a logística para e-commerce?

Por: Victoria Salemi

Mulher cola etiqueta em caixa, como uma etapa da logística do ecommerce

Aqui você encontra:

Logística para e-commerce é todo o processo de gerenciamento realizado para garantir que os produtos cheguem aos clientes. Ela envolve o recebimento, armazenamento, separação, embalo, envio e acompanhamento da entrega de mercadorias.


Toda vez que um cliente entra em um site e faz uma compra online, este é apenas o primeiro passo de todo o processo que permite que os produtos escolhidos cheguem até ele. Por esse motivo, a logística para e-commerce é fundamental para qualquer um que trabalhe com vendas pela internet.

Se você quer entender por que esse fluxo é tão importante e como otimizá-lo no seu negócio, está no artigo certo! Como aquecimento, confira o vídeo:

Quer se aprofundar? Então, siga conosco. Ao longo dos próximos tópicos, você confere dicas e uma lista de empresas de logística para e-commerce. Vamos começar?

O que é logística para e-commerce?

Logística para e-commerce é todo o processo de gerenciamento realizado para garantir que os produtos cheguem aos clientes. Também conhecida como e-logística, essa é a parte de um negócio online que exige mais organização e monitoramento.

A logística de um e-commerce envolve:

  • O recebimento de mercadorias quando você as compra do fornecedor;
  • O controle de estoque;
  • A separação e o embalo das compras dos clientes;
  • O envio do pacote;
  • E o acompanhamento da entrega até que ela chegue ao consumidor.

Como são várias as etapas mapeadas no fluxo logístico de uma loja virtual, caso não haja organização, esse processo pode prejudicar a experiência de compra. Para nos aprofundarmos neste ponto, siga a leitura, pois, no próximo tópico, vamos entender qual é a importância da logística no e-commerce.

Crie sua loja virtual e venda pela internet
Crie sua loja virtual e venda pela internet pelo seu computador

Qual a importância da logística no e-commerce?

A logística é essencial quando falamos sobre a experiência de compra em um e-commerce. Se caros e demorados, os processos de separação, embalo e envio dos produtos podem espantar o público. Nesse cenário, muitas pessoas abandonariam o carrinho de compras, não voltariam a comprar em sua loja online ou, até mesmo, cancelariam uma compra que já haviam feito.

Para entendermos isso na prática, vamos pensar em um exemplo. Imagine que você comprou um presente de Natal para a sua mãe com antecedência. Em vez de chegar no dia 22 de dezembro, conforme previsto no site, a encomenda foi entregue apenas no dia 3 de janeiro.

A quem você atribuiria a culpa por ter chegado à ceia de Natal de mãos vazias? Ao e-commerce de onde você comprou, certo?

Por esse motivo, a logística no e-commerce é um fator que tem influência direta sobre a taxa de conversão das lojas virtuais. Se você quer saber como otimizar o fluxo logístico do seu negócio na internet, tanto em relação aos custos quanto ao tempo de envio, continue a leitura!

10 dicas para otimizar a logística de e-commerce

Otimizar a logística no e-commerce exige organização e acompanhamento próximo dos processos. Se você está buscando estruturar essa parte da sua operação, confira 10 dicas para torná-la eficiente!

1. Organize o processo logístico

O primeiro passo para otimizar sua operação logística é organizar como serão todos os passos do processo após o momento em que o pagamento é confirmado — é a partir daí que a mágica dos bastidores acontece. Para isso, crie, por escrito, um fluxo que responda:

  • Quais são todas as ações que a equipe precisa realizar para que um produto possa ser entregue ao cliente final?
  • Quem será o responsável por cada uma dessas etapas?
  • Quanto tempo é necessário para que cada passo seja cumprido?

Sobre este último ponto, é importante informar o prazo de entrega completo aos clientes. Isso significa que você deve levar em conta não apenas o tempo de transporte da mercadoria pela empresa escolhida para o frete, mas também o período necessário para separação, embalo e postagem dos pacotes.

Sempre traga a informação completa sobre quanto tempo o cliente demorará para ter o produto em mãos quando comprar em seu e-commerce.

2. Conte com uma boa plataforma de e-commerce

Uma boa plataforma de e-commerce terá impacto sobre diversos aspectos nas vendas online. Os mais óbvios acabam sendo aqueles relacionados ao layout da loja virtual, mas questões relacionadas à logística também são influenciadas pela tecnologia escolhida.

Nesse sentido, opte por uma plataforma com a qual você tenha facilidade para gerenciar os pedidos. Você consegue ver com clareza quais pagamentos foram aprovados? Quais pedidos foram enviados? Dessa forma, fica mais simples para se organizar.

Além disso, confira se a plataforma de e-commerce escolhida por você permite integrações com outros tipos de serviços complementares à sua operação, como é o caso dos de logística.

Um exemplo que facilita a vida do lojista é a integração com serviços de frete. Isso porque, o cálculo pode ser feito automaticamente no momento do checkout, melhorando a experiência do cliente. No tópico sobre empresas de logística para e-commerce, vamos conhecer diversas opções.

Se você tem uma loja na plataforma da Nuvemshop, pode conferir todas as integrações disponíveis na Loja de Aplicativos Nuvem.

Crie sua loja virtual
Testar 30 dias grátis

3. Faça o controle de estoque

Para dar sequência à organização que uma logística de e-commerce exige, o controle de estoque é um aspecto fundamental. Por meio desse tipo de gerenciamento, você saberá:

  • Quais produtos podem ficar disponíveis na sua loja virtual para que os clientes comprem a pronta entrega;
  • Que tipos de itens estão acabando e precisam ser encomendados;
  • Quais mercadorias estão paradas no estoque e precisam de uma ação especial para serem vendidas.

Além disso, ter um estoque organizado agilizará o processo de separação das mercadorias para envio. Se as peças estiverem organizadas em categorias e etiquetadas para facilitar sua identificação, encontrá-las se torna uma tarefa muito mais simples.

4. Escolha as melhores opções de entrega

O frete é um assunto muito sensível quando tratamos do universo do comércio eletrônico. Afinal, conforme aponta um estudo da empresa Moosend, 60% do abandono de carrinhos no e-commerce se dá por causa dos altos custos de envio.

Além disso, 18% das desistências ocorrem quando as pessoas se deparam com longos prazos de entrega, segundo a mesma pesquisa.

Nesse contexto, encontrar opções com bom custo-benefício é fundamental. Outro aspecto importante é oferecer, pelo menos, uma opção mais em conta e outra mais rápida, porém um pouco mais cara.

Em uma situação assim, fazer cotações de frete nos Correios e em algumas transportadoras manualmente é inviável. Por sorte, existem gateways de frete. Essas empresas fazem comparações em tempo real em diferentes opções e, quando integradas ao seu e-commerce, já apresentam as melhores soluções para o consumidor no carrinho de compras.

Por fim, outra alternativa é oferecer frete grátis para os clientes quando a compra for acima de determinado valor ou para uma região específica. Esse tipo de benefício tem bastante apelo junto ao público e pode ajudar a aumentar o ticket médio do seu negócio. Lembre-se apenas de avaliar quando e se absorver esse custo é financeiramente viável para a sua empresa.

5. Conte com um ERP

ERP (Enterprise Resource Planning, ou planejamento de recursos de uma empresa, em tradução livre) é um sistema de gestão por meio do qual é possível centralizar informações financeiras, emitir notas fiscais e registrar dados sobre o estoque de uma loja virtual.

Todas essas funções podem ser feitas sem esse tipo de software. Sua vantagem, no entanto, está na praticidade que administrar tudo isso de forma centralizada pode trazer. Desse modo, organizar o fluxo logístico se torna mais simples porque as informações estarão todas no mesmo lugar.

Existem diversas opções de ERP para e-commerce, sendo que muitas delas podem ser diretamente integradas ao sistema de gestão da plataforma de vendas utilizada pelo lojista.

💡 Saiba mais: O que é e como escolher um ERP para meu e-commerce

6. Otimize seu processo de separação de mercadorias

Com tudo organizado, é hora de partir para a ação. Nesse sentido, o primeiro passo é saber quanto tempo você demora para separar as mercadorias no estoque, emitir a nota fiscal, embalar tudo e postar em uma agência dos Correios ou da transportadora escolhida (ou até que a empresa venha até você, no caso de coleta no seu endereço).

Quando souber a duração de cada um desses passos em sua empresa, identifique possíveis pontos de melhoria. Será que posso pegar os produtos no estoque mais rápido? Faz mais sentido ir até a agência postar as encomendas todos os dias ou apenas algumas vezes por semana?

Esse tipo de diagnóstico vai te ajudar a entender o que funciona melhor para a realidade da sua operação.

💡 Saiba mais: Como embalar encomendas para os Correios: passo a passo

7. Acompanhe as entregas

Até que o cliente receba a mercadoria, ela ainda é sua responsabilidade. Por isso, acompanhar o status da entrega é uma etapa obrigatória para qualquer lojista.

Mesmo depois de informar o código de rastreamento ao consumidor para que ele saiba que a encomenda foi postada e possa acompanhar a entrega também, faça esse monitoramento.

Isso é importante para que você saiba se deu tudo certo ou, então, possa tomar alguma atitude caso algum imprevisto aconteça, como uma mercadoria roubada nos Correios, por exemplo. Desse modo, você não é pego desprevenido com uma reclamação nos seus canais de atendimento ao cliente.

👉 Ferramenta grátis: Rastreamento de Correios

8. Defina um processo de logística reversa

No e-commerce, a logística reversa diz respeito ao processo realizado toda vez que um cliente precisa devolver ou trocar um produto. Como o Código de Defesa do Consumidor prevê o direito de arrependimento, toda loja virtual precisa estar preparada para esse tipo de coisa.

Não há uma regra que diga quem precisa arcar com esses custos, porém, para conquistar os clientes, o próprio e-commerce costuma pagar pela logística reversa. Para regulamentar como esse processo se dará em sua loja, uma boa ideia é criar uma política de troca e devolução e deixá-la em local visível e de fácil acesso do seu site.

💡 Saiba mais: Logística reversa dos Correios: o que é e como fazer?

9. Acompanhe os indicadores

Acompanhar os KPIs do e-commerce (key performance indicators, ou indicadores-chave de performance) é importante para diversas frentes do negócio. E, no caso da logística, não seria diferente.

Para saber se seu fluxo logístico está funcionando bem, algumas das métricas importantes para acompanhar são:

  • A taxa de abandono de carrinhos: se muitas pessoas estiverem desistindo da compra, pode ser um sinal de que seus custos e prazos estão altos demais;
  • A taxa de conversão do e-commerce: ao saber a porcentagem de pessoas entre os visitantes do e-commerce que compram da sua loja, você consegue identificar se muitas pessoas saem sem comprar e identificar os motivos para isso.

10. Considere empresas de fulfillment

Se você sente que não está conseguindo lidar com toda a operação logística do seu e-commerce, uma alternativa é contratar uma empresa de fulfillment.

Quando conta com esse tipo de serviço, a loja virtual fica responsável por receber os pedidos e repassá-los aos operadores de fulfillment. A partir daí, os processos de estoque, separação e transporte das encomendas ficam a cargo da empresa contratada para lidar com essa parte logística.

💡 Saiba mais: Fulfillment: o que é, como funciona e principais fornecedores

Principais empresas de logística para e-commerce

Assim como os processos logísticos, a escolha das empresas de transporte é fundamental para garantir a melhor operação possível em seu e-commerce. Por isso, confira algumas das principais opções:

Correios e transportadoras

Gateways de frete

Esse tipo de empresa funciona como um hub de fretes, que compara diversas opções entre Correios e transportadoras, para levar os melhores custos e prazos aos clientes. Conheça algumas das principais do mercado:

Resumo

A logística para e-commerce é um ponto fundamental para qualquer loja virtual que queira conquistar e fidelizar clientes. Como vimos, ela envolve diversas etapas, que estão interligadas.

Portanto, para garantir uma experiência de compra positiva para seus consumidores, é necessário cuidar de cada um dos passos que compõem o fluxo logístico do seu negócio, buscando sempre otimizar sua velocidade e seus custos.

Antes de terminarmos, confira um resumo rápido sobre este conteúdo:

O que é logística para e-commerce?

Logística para e-commerce é todo o processo de gerenciamento realizado para fazer com que os produtos cheguem aos clientes. Ela envolve o recebimento de mercadorias, seu estoque, separação, embalo, envio e acompanhamento da entrega.

Qual a importância da logística no e-commerce?

A logística no e-commerce é fundamental para garantir uma boa experiência de compra do começo ao fim. Quando há problemas logísticos, os custos e prazos de entrega podem prejudicar as vendas de uma loja virtual.

Dicas de logística de e-commerce

  1. Organize o processo logístico
  2. Conte com uma boa plataforma de e-commerce
  3. Faça o controle de estoque
  4. Escolha as melhores opções de entrega
  5. Conte com um ERP
  6. Otimize seu processo de separação de mercadorias
  7. Acompanhe as entregas
  8. Defina um processo de logística reversa
  9. Acompanhe os indicadores do processo
  10. Considere empresas de fulfillment

Empresas de logística para e-commerce

  • Correios
  • Frenet
  • Kangu
  • Mandaê
  • Manda Bem
  • Shiptimize
  • Melhor Envio
  • Total Express
  • B2Log
  • ASAP log
  • Jadlog
  • Loggi

Quer ter um e-commerce com todos os recursos para otimizar a logística do seu negócio? Crie sua loja virtual com a plataforma da Nuvemshop e ganhe 30 dias grátis para testar. É rápido, fácil e sem a necessidade de conhecimentos técnicos! 💙

Faça como +90 mil lojas e
crie a sua Nuvemshop

Testar 30 dias grátis
Crie a sua loja na Nuvemshop

Quer otimizar a logística do seu e-commerce?

Com a Nuvemshop, você tem acesso a diversos aplicativos para te ajudar a organizar seu fluxo logístico.

Testar 30 dias grátis

Nosso site utiliza cookies para te proporcionar uma melhor experiência. Ao acessar o site da Nuvemshop, você concorda com a nossa Política de Privacidade e Cookies