Como usar os Correios para enviar as encomendas do seu e-commerce?

Por: Victoria Salemi
Como usar os Correios para enviar as encomendas do seu e-commerce?

Aqui você encontra:

Se você está sem tempo para ler, sem problemas! Clique no play abaixo e escute, na íntegra, a versão áudio do conteúdo:

Vender pela internet é muito prático tanto para o consumidor quanto para o lojista. Entretanto, muitos empreendedores ficam receosos sobre como mandar os produtos para os clientes. Por isso, hoje vamos entender como usar os Correios para enviar as encomendas do seu e-commerce.

A Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos costuma ser a primeira opção para o envio de mercadorias no comércio digital. Isso porque essa opção é a mais conhecida e cobre todo o território nacional. Dessa forma, é possível fazer entregas em qualquer lugar do Brasil — e até mesmo envios internacionais.

Portanto, ao longo deste artigo, você pode conferir diversas dicas para que não haja problemas na hora de fazer as compras chegarem até seu consumidor. Afinal, apesar de ser fácil mandar encomendas pelos Correios, há alguns detalhes a que você deve prestar atenção quando estiver lidando com as vendas da sua loja virtual.

Então, vamos começar! 📦

Como enviar produtos pelos Correios quando se tem uma loja virtual?

Quando falamos de um e-commerce, o processo de compra segue um padrão. O visitante chega ao seu site, escolhe os produtos de que gostou, coloca-os no carrinho de compras, escolhe a opção de frete de sua preferência e efetua o pagamento.

A partir daí, é hora do lojista entrar em ação para mandar os produtos a esse consumidor. Para isso, o passo a passo é o seguinte:

  • Embalar o produto;
  • Colocar uma etiqueta com os dados do destinatário (quem vai receber, seu cliente) e do remetente (suas informações);
  • Levar o pacote (ou pacotes, caso tenha feito mais vendas) até a agência dos Correios de sua preferência;
  • Escolher a modalidade de envio (e contratar serviços adicionais, se necessário);
  • Fazer o pagamento;
  • Informar o cliente sobre a postagem do produto e informar o código de rastreamento.

Se você não sabe muito bem como enviar algo pelos Correios apenas de ver essa lista, não se preocupe. Vamos nos aprofundar em cada um dos pontos ao longo deste guia. 😉

Quanto custa mandar uma encomenda pelo correio?

O preço para enviar uma encomenda pelos Correios vai depender de alguns fatores: modalidade (ou tipo de envio), dimensões e peso do pacote, além dos endereços da agência e do destinatário.

Quando você vai cadastrar os produtos em sua loja virtual, já insere o tamanho e o peso de cada peça. A partir daí, com os Correios integrados como meio de envio, quando um cliente seleciona os artigos que vai comprar, o frete é calculado e são apresentados os custos e prazos. Além disso, é possível simular o preço do frete no site do Correios.

Em geral, quem paga pelo envio das mercadorias é o cliente. Por esse motivo, é importante deixar mais de uma opção de frete disponível para que ele escolha o que lhe for mais conveniente: uma mais barata, porém mais demorada, e outra com prazo menor, mas com custo mais alto.

Uma das únicas ocasiões em que o lojista é quem arca com os custos de envio é quando ele oferece o benefício do frete grátis. Isso pode ser feito por meio de cupons de desconto divulgados para sua base de clientes. Todavia, outra forma para fazer com que o consumidor pague uma parte dos custos do frete utilizada por muitos lojistas é embutir parte desse valor no preço das mercadorias.

Para conhecer um pouco mais sobre as modalidades de envio dos Correios, além de outros serviços oferecidos pela estatal, confira o artigo abaixo:


Saiba mais...

Qual o horário de funcionamento dos Correios e quando postar as encomendas?

O horário de funcionamento dos Correios costuma ser entre 9h e 17h, de segunda a sexta-feira. Todavia, pode haver variações para cada agência, dependendo da localização.

Geralmente, as encomendas postadas até as 15h são direcionadas para o centro de distribuição no mesmo dia. Isso significa que, se você realizar uma postagem após esse período, o produto ficará na agência onde foi postado até as 15h do dia seguinte, só então seguindo para a entrega.

Por isso, é aconselhável se atentar a esse detalhe caso seu cliente tenha pressa em receber o produto. Vale ressaltar que, dependendo do volume de pedidos que receba em seu e-commerce, você pode se organizar para ir até uma agência fazer o envio de encomendas uma ou duas vezes por semana.

Para que essa logística funcione, você deve colocar informações sobre os dias e horários de postagem das mercadorias na página de “Políticas de Compra” da sua loja virtual para que seus clientes estejam cientes na hora de comprar.

Caso não tenha como se dirigir até a agência dos Correios, você poderá contratar o disque coleta. Com esse serviço, a estatal vai até seu endereço buscar as encomendas. Ele está disponível apenas para empresas que tenham contrato com os Correios. Vamos falar mais sobre esse contrato ainda neste artigo.

Como embalar encomendas para enviar pelos Correios?

Agora que já sabemos o processo para levar as compras até os clientes, é importante nos debruçarmos sobre como embalar encomendas para enviar pelos Correios. Não há apenas uma forma, porém alguns aspectos devem ser observados de modo a evitar que o frete seja muito caro ou que os produtos se quebrem durante o transporte.

Para que os produtos sejam postados, eles podem estar em envelopes ou em caixas. Como o preço é calculado a partir do tamanho dessas embalagens, é importante prestar atenção para que os pacotes não sejam muito maiores que os artigos. Caso contrário, o custo para envio será mais alto que o necessário.

As dimensões dos pacotes devem ser:

  • comprimento entre 16 e 105 centímetros;
  • largura entre 11 e 105 centímetros;
  • altura entre 2 e 105 centímetros;
  • soma de comprimento, largura e altura entre 29 e 200 centímetros.

Em relação ao peso, cada uma das modalidades possui os seguintes limites:

  • Sedex: até 30 quilos;
  • Sedex 10, Sedex 12 e Sedex Hoje: até 10 quilos;
  • PAC: até 30 quilos para entregas para outros estados e até 50 quilos dentro do mesmo estado, quando as localidades estiverem previstas no contrato com os Correios.

No caso do PAC Mini, as dimensões e o peso são diferentes: até 300 gramas e medidas de até 24cm (comprimento), 16cm (largura) e 2cm (altura).

Caso seus produtos não se enquadrem nessas dimensões e pesos, não precisa se desesperar. Existem diversas outras opções de frete além dos Correios (como transportadoras terceirizadas, por exemplo), que podem atender seu negócio.

Tipos de embalagem

Para enviar os produtos vendidos em sua loja você poderá utilizar diversos tipos de embalagem – desde que acomodem bem a mercadoria. Os Correios aceitam pacotes feitos de papel ou papelão, além de embalagens de plástico, isopor, madeira ou metal. Se optar por alguma das últimas quatro, elas devem estar embrulhadas com papel liso e resistente.

Caso possua um grande número de vendas, procure lojas de embalagens que ofereçam as caixas no material que mais faça sentido para o seu negócio e compre-as no atacado. Assim, você economiza na hora de adquiri-las.

Já se a sua loja online vende objetos pequenos e leves, como bijuterias ou joias, por exemplo, uma alternativa é enviar os pedidos em envelopes de carta. Nesse caso, a embalagem será mais econômica para o seu negócio e o peso será menor durante a pesagem para o cálculo de frete na agência dos Correios.

No caso de artigos de moda, uma forma econômica de mandar camisetas pelo correio, por exemplo, pode ser utilizando envelopes revestidos com plástico bolha. Ou, então, caixas do tamanho justo dos artigos.

Se vender artigos que podem quebrar durante o transporte, embrulhe-os com plástico bolha ou coloque folhas amassadas de papel de jornal dentro da caixa. Além disso, quanto menos espaço houver entre o produto e a embalagem do envio, menos movimentos e menor a chance de dano.

Confira as dicas da nossa editora Renata Estevo no vídeo abaixo, sobre como fazer uma embalagem à prova de dano para enviar produtos delicados:

A partir dessas informações, você pode identificar a forma mais segura e econômica para que você envie os artigos vendidos na sua loja virtual.

O que preciso colocar na etiqueta da encomenda enviada pelos Correios?

Quando for enviar algo pelos Correios, você precisa incluir as informações do destinatário (quem vai receber a encomenda) e do remetente (quem está postando o pacote. No caso, você). Esse endereçamento dos Correios precisa seguir um padrão.

As informações do destinatário que precisam constar na etiqueta, ou escritas à mão no envelope ou caixa, são:

  • Nome;
  • Endereço, com tipo do logradouro (avenida, rua, praça etc), nome do logradouro, número e complemento. Por exemplo: Avenida das Águas, 123 – apto. 12;
  • Nome da cidade e sigla do estado;
  • CEP.

O exemplo do endereço do destinatário completo seria:

João da Silva
Avenida das Águas, 123 – apto. 12
São Paulo – SP
12345-678

Nas informações do remetente, você coloca os mesmos dados, só que referentes à sua loja. Uma boa ideia também é colocar seu telefone comercial. Dessa forma, caso haja algum problema com o envio, os Correios podem entrar em contato com facilidade.

Se você usar a plataforma da Nuvemshop em sua loja virtual, é possível emitir etiquetas que são aceitas pelos Correios. Dessa forma, os dados dos clientes são exportados automaticamente e você pode imprimi-las prontas.

Por fim, os próprios Correios possuem um Endereçador Web para emissão das etiquetas com o padrão da empresa. A impressão desse modelo é importante quando você contrata o serviço de frete por uma empresa intermediária, como Melhor Envio ou Frenet, ou tem um contrato com a estatal e vai fazer o pagamento adiantado. Se não se enquadrar nesses casos, o uso da etiqueta padrão não é necessário.

Documentos em anexo

Além das informações que precisam constar no pacote, no caso do envio de mercadorias, é necessário anexar a nota fiscal ou a Declaração de Conteúdo coladas na parte de fora da embalagem. Esse segundo documento passou a ser exigido em 2018 nos casos em que o empreendedor não emite notas fiscais.

Para saber mais sobre a Declaração de Conteúdo dos Correios, confira o vídeo abaixo:

O que é o contrato com os Correios?

Conforme já citamos em alguns tópicos deste guia, os Correios permitem que empresas firmem contratos com eles. Isso possibilita que elas tenham alguns benefícios, como tarifas reduzidas de frete, serviço de logística reversa e disque coleta, sobre o qual já falamos.

Para saber todas as informações sobre como funciona o contrato com os Correios, confira nosso artigo especial a respeito do assunto:


Saiba mais...

Como fazer troca de produtos pelos Correios?

Se o produto enviado até seu cliente não serviu ou se ele se arrependeu da compra, de acordo com a Lei do E-commerce, você deverá oferecer a troca gratuita da mercadoria. Neste caso, a forma mais simples de fazer isso é através do serviço de logística reversa dos Correios.

Essa ferramenta está disponível para empresas que tenham contrato com a estatal. Ela funciona em quatro modalidades: domiciliar (coleta na casa do cliente), simultânea domiciliar (coleta do produto a ser trocado e entrega do novo artigo ao mesmo tempo), em agência (cliente deve levar o produto até a agência dos Correios) e simultânea em agência (coleta e retirada devem ser feitas na agência).

Confira todos os detalhes sobre a logística reversa dos Correios no artigo abaixo:


Saiba mais...

O que mais preciso saber?

Um aspecto muito importante para tranquilizar os clientes no momento do transporte das encomendas é informá-los qual o código de rastreamento. Dessa forma, eles poderão acompanhar o processo de entrega de suas compras.

Logo que você postar o pacote, esse código será gerado e você poderá enviar um e-mail com essa informação, além do link da página, para o consumidor. Desse modo, você evita que as pessoas fiquem te perguntando sobre o status da entrega.

Por fim, como estão em transporte nas ruas, as mercadorias correm o risco de ser roubadas. Nesse caso, os Correios vão informar na página de rastreamento do pedido.

Se, infelizmente, isso acontecer com você, é importante:

  • Comunicar imediatamente ao seu cliente e oferecer alternativas a ele;
  • Fazer um Boletim de Ocorrência;
  • Registrar uma queixa na Ouvidoria dos Correios;
  • Recorrer ao Procon caso se sinta prejudicado pela estatal;
  • Abrir um processo junto ao Juizado Especial Federal se ainda se sentir lesado.

No momento da postagem do produto, há a possibilidade de contratar um seguro com o valor declarado para a mercadoria. Se optar por pagar esse serviço, os Correios devolverão uma parte do valor em caso de roubo. Caso não contrate o seguro, as chances de indenização junto à empresa são muito pequenas. 😣

Pronto para enviar seus produtos pelos Correios?

Esperamos que este guia tenha te ajudado a entender melhor como utilizar os Correios para enviar encomendas. Dessa forma, você pode organizar a gestão de operações e logística da sua loja virtual.

Como você pôde notar, enviar algo pelo correio não é difícil, mas envolve muitos detalhes, especialmente quando falamos de e-commerce. Então, anote todas as dicas e volte aqui sempre que precisar se lembrar de alguma informação. 😉

Se você ainda não vende pela internet, mas quer começar, te convido a experimentar a plataforma da Nuvemshop. São 30 dias grátis para montar sua loja virtual e já começar as vendas!

 

Faça como +60mil lojas e
crie a sua Nuvemshop

Testar 30 dias grátis
Crie a sua loja na Nuvemshop

Sabemos que migrar sua loja não é uma decisão simples.

Descubra os benefícios e facilidades que a Nuvemshop oferece exclusivamente para migrações.

Saiba mais sobre a migração