Como enfrentar os principais desafios do e-commerce?

Por: Alejandro Vázquez

Close de mãos organizando produtos na tela para superar os desafios do e-commerce

Os principais desafios do e-commerce no Brasil são a concorrência, as taxas de abandono de carrinho e a relação com o consumidor. Para os empreendedores que atuam nesse setor, é muito importante superar esses obstáculos para acompanhar o ritmo crescente das vendas online.


Segundo uma pesquisa da eMarketer, o comércio eletrônio cresceu 26,7% em 2020. Nesse sentido, cada vez mais empreendedores estão apostando no comércio eletrônico. Por isso, é importante entender quais são os desafios do e-commerce e o que fazer para superá-los — e, assim, se destacar nesse mercado.

Neste artigo, veremos as pricipais dificuldades e como lidar com cada um delas nesse momento de expansão sem precedentes. Continue lendo e prepare-se para aproveitar o boom das vendas online. 🚀

Crie sua loja virtual e venda pela internet
Crie sua loja virtual e venda pela internet pelo seu computador

O crescimento do e-commerce no Brasil

O período de pandemia afetou o funcionamento de empresas no mundo todo. Em alguns setores, como o turismo, as vendas despencaram. Contudo, em áreas como o e-commerce essa nova realidade possibilitou um cenário oposto: um aumento expressivo das vendas.

Segundo uma pesquisa da Nielsen, empresa especializada em análise de dados e informações, o mercado de vendas online no Brasil chegou a movimentar R$53,4 bilhões apenas no primeiro semestre de 2021. Em comparação com 2020, esse número representa um aumento de 31%.

As vendas da base de lojas da Nuvemshop, por exemplo, cresceram 205%, conforme indicamos no relatório NuvemCommerce 2021. Em uma outra pesquisa, feita pelo Paypal, 85% dos consumidores entrevistados afirmam que gastarão o mesmo ou mais em compras online no próximo ano.

Todas esses demonstram que o e-commerce segue batendo recordes ano após ano e que ainda existe um grande potencial de expansão. Porém, é preciso ter atenção às dificuldades que aparecem no caminho de quem deseja vender pela internet. E vamos descobri-los a seguir!

Crie sua loja virtual
Testar 30 dias grátis

Quais são os desafios do e-commerce?

Gerenciar a venda de produtos online é uma tarefa trabalhosa que demanda dedicação e estudo do empreendedor. Além disso, os hábitos de consumo passaram por mudanças e o consumidor está cada vez mais exigente.

Nesse cenário, a experiência de compra é um fator central para fechar mais negócios, fidelizar clientes e construir uma marca de sucesso. Mas é claro que você vai encontrar obstáculos nessa jornada, principalmente se está começando um e-commerce do zero.

💡 Saiba mais: Quais são as principais tendências do e-commerce?

Conheça os oito principais desafios do e-commerce e veja dicas de como lidar com cada situação:

1. Logística

A venda de mercadorias online exige que o empreendedor invista em uma logística eficiente para que os processos funcionem. A organização dessa área abrange desde o controle de estoque até a gestão do sistema de envios.

No fluxo logístico, estão inclusos o processo de armazenagem, separação de produtos (picking), embalo (packing) e envio do produto ao consumidor.

Existem muitos sites e ferramentas que podem auxiliar nas diferentes etapas dessa estruturação do funcionamento das vendas. A Mandaê, por exemplo, é uma empresa que ajuda a organizar as suas entregas no e-commerce, além de prestar apoio para a logística reversa.

Tudo isso com transparência no processo de envio e disponibilização de fretes com valores acessíveis.

💡 Saiba mais: 7 boas práticas de operações e logísticas para o seu negócio

2. Segurança de dados

Os consumidores brasileiros estão cada vez mais habituados com as compras online e uma das razões para isso é o aumento da sensação de segurança nas transações. Contudo, nos últimos anos, diversas notícias sobre vazamento de informações sensíveis ganharam destaque na mídia.

Segundo a pesquisa Borderless Commerce Report, do PayPal, a preocupação com segurança de dados foi um dos principais fatores mencionados como motivador de desistência de uma compra online. Portanto, ter uma marca associada a esse tipo de problema pode ter um impacto negativo nas vendas.

Para não correr esse risco, é fundamental utilizar uma plataforma de e-commerce que siga protocolos rígidos de segurança da informação e que esteja de acordo com as normas da Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD). Além disso, é importante ter um selo de segurança no seu site e ainda utilizar recursos como sistemas antifraude e autenticação de dois fatores.

💡 Saiba mais: Saiba como ter um loja online mais segura e confiável

3. Concorrência

As pesquisas mostrando o crescimento do e-commerce têm um papel fundamental no aumento da concorrência no setor. Afinal, cada vez mais empreendedores estão apostando nesse formato para ampliar suas vendas e alcançar novos mercados.

Para superar esse desafio do e-commerce, é importante inovar e entregar ao consumidor final um diferencial que chame a atenção para a sua marca. Para isso, conheça bem o mercado no qual está atuando, entenda quem de fato são seus concorrentes e estude a estratégia deles.

Esse processo de identificação dos líderes do segmento e busca por práticas que também funcionem no seu negócio se chama benchmarking. Ele pode ajudar você a mapear alternativas e adotar táticas que antes passavam despercebidas.

Isso não significa que você deve olhar para os concorrentes como inimigos. Procure superá-los, mas sempre focado no seu propósito e modelo de negócio.

4. Relacionamento com o consumidor

O relacionamento com o consumidor se refere à toda interação da marca com seus clientes. Esse contato vai desde comentários nas redes sociais e envio de e-mails marketing até uma conversa direta no chat.

Hoje, não basta apenas responder às mensagens diretas: é preciso demonstrar interesse e dar atenção especial às demandas dos clientes.

Marcas como o Nubank e a Netflix investem bastante nesse setor e são reconhecidas por sua comunicação com o consumidor. No entanto, é importante que as mensagens estejam adequadas à imagem da empresa e representem, de fato, a voz da marca.

💡 Saiba mais: Atendimento ao cliente: o que é, dicas e métricas para melhorá-lo

5. Desconfiança do público

Para captar e fidelizar clientes, é preciso ultrapassar a barreira da desconfiança, especialmente quando falamos sobre marcas novas e negócios online. Em muitos casos, dificilmente alguém estará muito aberto a trocar uma marca que já confia por outra que não conhece.

Essa desconfiança pode ser driblada a partir do fortalecimento da imagem da marca em um processo que chamamos de branding. Outra dica é utilizar depoimentos de outras pessoas sobre a experiência de compra na sua loja ou de uso do seu produto para aumentar a confiança do consumidor.

6. Adaptação das lojas para mobile

No e-commerce, as compras feitas por smartphones são maioria, chegando a alcançar 90% das transações, segundo a pesquisa Panorama Mobile Time/Opinion Box. O uso de QR Code para realizar pagamentos também é bastante alto: cerca de 48% dos consumidores utilizam a tecnologia, de acordo com o mesmo estudo.

Gerador de QR Code da Nuvemshop

Mesmo assim, muitas lojas ainda hesitam em investir no desenvolvimento de sites responsivos. Problemas causados por sites que não se adaptam direito ao celular podem ser interpretados com desconfiança pelo consumidor — o que pode significar perda de vendas.

Por isso é muito importante investir em uma plataforma de e-commerce que possibilita a adaptação adequada para uma estratégia mobile first (móvel em primeiro lugar).

Nuvemshop, por exemplo, oferece esse benefício para todas as lojas que usam a plataforma, além de contar com uma tecnologia de estabilidade do servidor, que permite que os e-commerces fiquem no ar durante 99,9% do ano.

Crie sua loja virtual
Testar 30 dias grátis

7. Abandono de carrinho

O abandono de carrinho acontece quando o consumidor vai até o seu site, seleciona uma série de produtos para o carrinho e, por algum motivo, não finaliza a compra. Diversos fatores podem levar a essa desistência e é muito comum que isso aconteça.

Contudo, existem algumas estratégias que o empreendedor pode usar para diminuir as taxas de abandono de carrinho. Segundo a pesquisa feita pelo Paypal, mencionada anteriormente, estas são as principais preocupações que levam à desistência da compra online:

  • Custos de frete;
  • Tempo de entrega;
  • Dificuldades na devolução;
  • Preocupações com segurança.

Cada um desses pontos podem ser otimizados para garantir que o cliente finalize a compra. Por exemplo, já existem muitas plataformas e ferramentas que garantem diversas opções de frete e entrega. Além disso, é importante rever os processos de devolução para agilizar o recebimento e envio de produtos.

💡 Saiba mais: Como fazer o envio de produtos em sua loja?

8. Taxa de conversão

A taxa de conversão é uma métrica usada para entender qual proporção de pessoas que entram no seu site realmente finalizam uma compra. Esse é um KPI (Key Performance Indicator ou Indicador-chave de desempenho, em português) bastante importante, uma vez que possibilita fazer projeções sobre o número de acessos e vendas.

No e-commerce, essa taxa dependerá muito do tipo de produto ou serviço que está sendo vendido. Por exemplo, uma taxa de conversão de 3% terá um significado diferente para uma loja de cadernos feitos à mão e uma loja de bolsas. Portanto, é importante entender qual é a porcentagem que faz sentido para o seu negócio e acompanhar esse indicador.

Existem estratégias que podem te ajudar a melhorar essa métrica, caso os números estejam baixos, como por exemplo:

  • Campanhas de desconto;
  • Frete grátis acima de determinado valor;
  • Disparo de e-mail marketing sobre as novidades da loja;
  • Publicação de avaliações feitas por clientes;
  • Campanha com influenciadores digitais;
  • Anúncios de mídias pagas.

📹 Veja também: Técnicas para aumentar suas vendas online

Resumo sobre os principais desafios do e-commerce

A pandemia do coronavírus trouxe uma nova realidade para o mercado e a sociedade de modo geral. No e-commerce, a mudança foi para melhor: cada vez mais pessoas estão adotando esse modelo de compra.

Em um mercado cada vez mais competitivo, é importante que o empreendedor reconheça os desafios que o setor impõe sobre os negócios. Foi o que buscamos esclarecer neste artigo para ajudar você a crescer cada vez mais.

Agora, que tal um resumo do que falamos por aqui?

O crescimento do e-commerce no Brasil

Diversas pesquisas atestam o crescimento do e-commerce em nosso país nos últimos anos. As projeções dizem que há espaço para uma expansão ainda maior nas vendas.

Quais são os desafios do e-commerce?

  1. Logística;
  2. Segurança de Dados;
  3. Concorrência;
  4. Relacionamento com o consumidor;
  5. Desconfiança do público;
  6. Adaptação das lojas para mobile;
  7. Abandono de carrinho;
  8. Taxa de conversão.

Se você deseja uma plataforma de e-commerce que te ajuda a superar todos os desafios, venha testar a Nuvemshop por 30 dias grátis! É fácil, rápido e sem a necessidade de conhecimentos técnicos! 💙

Aqui você encontra:

Faça como +90 mil lojas e
crie a sua Nuvemshop

Testar 30 dias grátis
Crie a sua loja na Nuvemshop

Quer mudar de vida vendendo pela internet?

Crie agora sua loja virtual com a Nuvemshop e venda de maneira profissional.

Criar minha loja

Nosso site utiliza cookies para te proporcionar uma melhor experiência. Ao acessar o site da Nuvemshop, você concorda com a nossa Política de Privacidade e Cookies