O que você precisa saber para começar a fazer dropshipping

Se você se interessou pelo modelo de importação dropshipping, nesta aula vamos te mostrar como fazê-lo legalmente para garantir um processo de compra tranquilo para seu cliente e sustentável para sua loja online.

Dropshipping: como começar?

O primeiro ponto com que você vai ter que se preocupar para começar um processo de dropshipping é encontrar um fornecedor que ofereça os produtos que você quer vender.

Muitos lojistas compram direto de sites do exterior, como o eBay ou o AliExpress, mas essa não é a melhor forma de fazer dropshipping, uma vez que você não consegue dar garantia nenhuma ao cliente sobre a disponibilidade do produto comprado em sua loja. O indicado é que você entre em contato com um fornecedor que te explique como será feito o processo de exportação, a procedência dos produtos, etc.

Após a compra, ao repassar o pedido ao seu fornecedor lembre-se sempre de solicitar o envio como “presente”. Assim, o valor real pago pelo produto não sairá discriminado no recibo enviado na embalagem. Porém, você deverá enviar ao cliente por e-mail a nota fiscal com o valor pago em sua loja.

Lembre-se também de conferir com o fornecedor se a embalagem será enviada sem logos de outras marcas, pois isso não seria positivo para o seu negócio.

Por fim, indicamos que você compre alguns produtos do fornecedor para ter ideia de qual será o tempo real de entrega. Para dropshipping, geralmente esse período é de 45 a 60 dias. Essa informação deve estar bem clara na sua loja para que o cliente esteja ciente disso ao finalizar a compra.

Colocando dropshipping em prática

Após receber o catálogo de produtos disponíveis no estoque do seu fornecedor, cadastre os itens na sua loja online com nome, descrição e fotos e divulgue normalmente.

Assim que receber uma notificação de compra, você deve repassar o pedido ao fornecedor junto com o endereço do seu cliente, pois o produto será enviado diretamente a ele.

O fornecedor deve te informar o código de rastreio da mercadoria logo após ela ter sido enviada. Você deve repassar esse código recebido ao seu cliente para que ele possa acompanhar o pedido e a localização do produto.

Recomendamos que você também faça o acompanhamento semanal dos pedidos dos seus clientes para saber se está correndo tudo bem e mantenha-os informados caso haja algum atraso na entrega.

Riscos do dropshipping

Demora na entrega é uma das principais fontes de problema para quem trabalha com dropshipping, isso porque o dono da loja virtual não possui nenhum controle sobre o produto depois que ele é enviado. Muitos desses atrasos ocorrem frequentemente devido a fatores climáticos ou mesmo por conta de mudanças de última hora na escala do navio ou avião em que a mercadoria está.

Outro ponto relevante para o dropshipping é que, de acordo com as leis brasileiras, só estão livres de impostos alfandegários produtos que tenham sido comprados no exterior por até 50 dólares – isso vale para cada pedido realizado. Ou seja, você poderá adquirir quantos produtos quiser, desde que esse pedido não ultrapasse a soma de 50 dólares.

Caso isso ocorra, a mercadoria correrá o risco de ficar presa no posto alfandegário de destino. Neste caso, uma notificação será enviada ao seu cliente para que ele pague as taxas devidas, que podem chegar a 60% do valor do produto, e só assim ele será liberado.

Diante dessa situação, muitos lojistas deixam que o comprador arque sozinho com os custos. Contudo, se você quer construir uma boa reputação com seu cliente e garantir que ele volte a comprar na sua loja, ofereça-se para ajudá-lo pagando o adicional, uma vez que ele não tinha conhecimento desse custo extra.

Caso não seja viável realizar o pagamento das taxas para a liberação da mercadoria, prontifique-se a estornar ao seu cliente o valor integral da compra. Além de ser o correto a ser feito, isso evitará problemas com um desnecessário processo de chargeback, o que poderia acarretar no bloqueio da sua conta pelo meio de pagamento utilizado ou mesmo no cancelamento da sua loja por suspeita de fraude.

Também não é aconselhável que você solicite ao seu fornecedor uma declaração de compra com valor menor do que foi realmente pago, pois o fiscal da aduana poderá taxar a mercadoria da mesma forma caso identifique que ela possui um valor maior do que o discriminado na nota. O melhor a se fazer é disponibilizar na sua loja somente produtos que você possa comprar por menos de 50 dólares ou dividir eventuais pedidos em várias partes caso ultrapassem esse valor.

Entendido?

Montar um negócio online no formato dropshipping é simples, mas requer que você se atente aos riscos na hora da entrega dos produtos para manter seu empreendimento de forma sustentável. Acompanhe sempre os pedidos em trânsito e se antecipe informando os clientes caso a entrega sofra algum atraso.

Deixar clara a informação de que você trabalha com dropshipping na sua loja e qual o período aproximado de entrega te ajudará a evitar problemas com reclamações e chargebacks.

Se você já optou por montar seu negócio no modelo dropshipping, mas ainda não criou sua loja online, aproveite para montá-la hoje mesmo e teste a Nuvem Shop por 15 dias grátis!


O que você achou desse conteúdo?


Renata Estevo

Renata é formada em relações internacionais e trabalha como consultora de e-commerce na Nuvem Shop. Adora colecionar cartões postais, não perde um jogo do seu time do coração, o Chelsea FC, e também não passa um dia sem usar o Pinterest.


    o-que-voc-precisa-saber-para-comear-a-fazer-dropshipping