Como montar uma ceia de Natal para vender em 7 passos

Mesa posta ilustra ceia de natal para vender: peru assado no centro, taças de vinho, pratos e árvore de natal ao fundo.

Pontos principais do artigo:

  • Fazer ceias de Natal para vender é uma das melhores formas de ganhar dinheiro no fim do ano, já que existe uma alta procura;
  • Mas, para garantir essa renda extra, é preciso fazer uma boa divulgação e se planejar com antecedência;
  • Além disso, é importante saber como precificar a ceia para conseguir atrair clientes e garantir uma boa margem de lucro;
  • E, se você quiser expandir o seu negócio, pode criar uma loja virtual grátis na Nuvemshop para divulgar o seu cardápio e vender para qualquer lugar do Brasil.

Com o final do ano chegando, muitas pessoas começam a buscar formas de fazer uma renda extra para começar o novo ano com o pé direito. E, uma das melhores maneiras para isso, é fazer ceias de Natal para vender.

Então, se você tem talento na cozinha, mas não sabe como usá-lo para ganhar dinheiro neste fim de ano, continue a leitura! Neste artigo, trouxemos as melhores dicas para vender ceias de Natal. Pronto para conferir?

Crie sua loja virtual e venda pela internet
Crie sua loja virtual e venda pela internet pelo seu computador

Como montar uma ceia de Natal para vender?

Montar uma ceia de Natal para vender vai muito além do preparo dos alimentos. Na verdade, é preciso começar um planejamento com antecedência para conseguir clientes e garantir essa renda extra no final do ano.

Pensando nisso, separamos sete dicas que você precisa saber para montar um bom kit de ceia e lucrar com esse feriado sem enlouquecer ou perder a sua própria noite de Natal. Veja:

1. Faça uma boa divulgação

Para lucrar com a venda de ceias de Natal é preciso fazer uma boa divulgação. Afinal, as pessoas só vão poder comprar se elas souberem que você está oferecendo esse serviço, certo?

Nesse momento, o primeiro passo é garantir que todas as pessoas que você conhece saibam que você está montando um kit de ceia de Natal para vender. Acredite: não existe estratégia melhor do que o buzz marketing (o famoso marketing boca a boca).

Além disso, as redes sociais também podem ser uma ótima maneira de alcançar novos clientes e aumentar o número de pedidos. E, se você não sabe muito bem como utilizar a plataforma para vender, não se preocupe! Logo abaixo, separamos um curso gratuito de redes sociais para empreendedores. Confira:

🎓 Curso grátis: Curso de redes sociais para empreendedores

💡 Saiba mais: Como vender comida pela internet?

2. Feche os pedidos com antecedência

Embora a ideia de receber pedidos até muito próximo do Natal possa parecer atrativa financeiramente, o ideal é que você tenha todas as encomendas definidas um mês antes da data.

Isso vai garantir tempo para que você possa se planejar e organizar todo o processo com calma, sem correr o risco de esquecer algum detalhe ou se sobrecarregar com muitas coisas para resolver às vésperas da entrega.

Além disso, vale lembrar que os supermercados tendem a aumentar o preço dos alimentos próximo do Natal. Ou seja, comprar os ingredientes antes pode sair mais barato, o que aumenta a sua margem de lucro.

💡 Saiba mais: Como fazer um planejamento estratégico?

👉 Ferramenta grátis: Calculadora de margem de lucro

3. Cuide da quantidade e qualidade dos ingredientes

Calcular a quantidade dos ingredientes também é fundamental para que tudo dê certo na sua ceia de Natal para vender. Fazer esse cálculo com antecedência permite que não falte nenhum ingrediente em cima da hora e você tenha que correr para o supermercado pagando preços mais caros.

Nesse caso, além de pensar na quantidade de ingredientes para a receita, é importante considerar também a quantidade de comida por pessoa. Geralmente, o cliente passa apenas o número total, então, cabe a você estimar o tamanho da refeição.

No caso de carnes, por exemplo, uma boa média é considerar 120 gramas por pessoa. Então, se o consumidor precisa de uma ceia para 10 pessoas, você vai precisar de, pelo menos, 1,2 kg de carne.

Além disso, é preciso avaliar a qualidade de todos os ingredientes que serão utilizados. Optar pelo mais barato pode até aumentar a sua margem de lucro, mas, certamente, não vai ajudar a fidelizar esse cliente para o próximo ano.

Portanto, prefira marcas que você já conhece e confia. Lembre-se de que os ingredientes definem o sabor da ceia, então, para garantir que a sua receita seja um sucesso, use materiais de boa qualidade.

💡 Saiba mais: Como fazer tempero caseiro seco para vender?

4. Calcule o tempo de preparo

A ceia de Natal é um dos eventos mais esperados do ano por muitas famílias, ou seja, ela não pode atrasar. Isso significa que seus clientes esperam receber a entrega com pontualidade e, para isso, é preciso se organizar — principalmente se você tiver muitos pedidos.

Alguns alimentos precisam ficar na geladeira durante a noite, por exemplo, e outros, como peru de Natal, podem ser muito demorados. É preciso considerar tudo isso para saber o que deve ser preparado primeiro.

Nesse caso, a dica é fazer uma lista ordenando os pratos por tempo de preparo. Dessa forma, é mais fácil se planejar e organizar o horário para preparar cada um para garantir que tudo fique pronto a tempo.

💡 Saiba mais: 6 passos para criar um checklist

5. Cuide do visual da ceia

Antes de provar o sabor, o primeiro contato que o seu cliente tem com o kit de ceia de Natal é o visual. Por isso, a forma como você faz a entrega dos alimentos faz toda a diferença para garantir a satisfação do consumidor.

Nesse sentido, além de manter os alimentos aquecidos e bem organizados, é importante que a embalagem tenha uma boa aparência.

Uma boa ideia pode ser incluir itens que façam referência ao Natal. Guardanapos temáticos ou laços personalizados, por exemplo, são coisas simples, mas que podem ter um grande impacto visual e demonstrar o cuidado que você teve para agradar o seu cliente.

💡 Saiba mais:

6. Considere todos os gastos envolvidos

Para que a venda de ceia de Natal seja realmente lucrativa, é preciso colocar na ponta do lápis todos os gastos envolvidos no preparo dos alimentos antes de passar o preço para o consumidor.

Nessa hora, um dos erros mais comuns é considerar apenas o custo dos ingredientes. Mas lembre-se de que gás de cozinha, energia elétrica, embalagens e, principalmente, tempo de trabalho, também são custos que precisam ser considerados.

No geral, uma boa média é cobrar três vezes o valor que você gastou. No entanto, caso você esteja começando e queira atrair mais clientes, pode oferecer um desconto sobre esse preço — desde que ainda consiga tirar um bom lucro.

💡 Saiba mais: Como precificar um produto corretamente?

👉 Ferramenta grátis: Calculadora de preço de venda

7. Tenha cuidado com a entrega

Entregar alimentos não é algo simples, já que qualquer balanço inesperado pode estragar todo o trabalho que você teve para oferecer uma ceia de Natal bonita e organizada.

Por isso, caso você não tenha veículo próprio, a dica é negociar algum tipo de pacote com um motorista particular, táxi ou até mesmo motoristas de aplicativo para fazer as entregas. Dessa forma, é possível certificar que tudo vai estar bem acomodado e que essa pessoa vai ter cuidado durante o trajeto.

Além disso, deixar para procurar esse parceiro no dia ou até algumas horas antes, pode dificultar as coisas e atrasar a encomenda. Então, lembre-se de planejar isso com antecedência para encontrar um motorista de confiança que possa cumprir os horários.

Caso você queira expandir o seu negócio futuramente, uma dica para aumentar as vendas e otimizar todo o processo é contar com o suporte de uma plataforma de e-commerce. Na Nuvemshop, por exemplo, você pode criar a sua loja virtual grátis e ter todo o suporte necessário para oferecer diferentes meios de pagamento e formas de envio.

💡 Saiba mais: 15 dicas para lucrar mais com as vendas de Natal

Cardápio de ceia de Natal para vender

Agora que você já sabe como montar uma ceia de Natal para vender, é hora de conferir os itens que não podem faltar no cardápio. Para te ajudar nessa tarefa, listamos, a seguir, as principais receitas para o feriado. Veja:

Ceia principal

  • Frango ou peru assado;
  • Farofas variadas;
  • Arroz com passas ou arroz à grega;
  • Salada de maionese;
  • Salpicão.

Sobremesas

  • Rabanada;
  • Panetone ou chocotone;
  • Pudim de leite condensado;
  • Pavê de chocolate;
  • Biscoitos decorados.

💡 Saiba mais: Ideias de doces natalinos para vender

Bebidas

  • Água;
  • Refrigerantes;
  • Sucos naturais;
  • Vinho;
  • Cervejas artesanais.

💡 Saiba mais: Ideias para vender no Natal e lucrar muito

Tudo certo para fazer uma renda extra nesse Natal?

Começar um empreendimento próprio, mesmo que temporário, nunca é uma tarefa fácil. Por isso, esperamos que este conteúdo tenha sido útil para te dar um direcionamento de como fazer uma ceia de Natal para vender neste fim de ano.

E, se você quiser expandir os negócios e começar a vender também pela internet, que tal criar a sua loja virtual grátis na Nuvemshop? É fácil, rápido e você não precisa de conhecimentos técnicos para começar a vender. Esperamos por você! 💙

Aqui você encontra:
Perguntas frequentes sobre ceia de Natal para vender

Alguns dos pratos mais típicos para incluir no cardápio da ceia de Natal são: frango ou peru assado, farofa, arroz com passas ou arroz à grega, salada de maionese, salpicão, rabanadas, panetone ou chocotone, pavê, pudim de leite condensado e biscoitos decorados.

Sim, fazer ceia de Natal para vender pode ser uma boa forma de ganhar dinheiro no fim do ano. Isso porque existe uma alta procura e é possível adicionar ainda mais valor à ceia incluindo itens extras, como guardanapos personalizados e biscoitos decorados.

No geral, deve-se considerar três vezes o valor que você gastou, incluindo despesas como gás de cozinha, energia elétrica e embalagens. No entanto, oferecer algum desconto sobre esse preço pode ser uma boa estratégia para atrair clientes.

Faça como +100 mil lojas e
crie a sua Nuvemshop

Criar loja grátis
Crie a sua loja na Nuvemshop

Nosso site utiliza cookies para te proporcionar uma melhor experiência. Ao acessar o site da Nuvemshop, você concorda com a nossa Política de Privacidade e Cookies