Taxa de cartão de crédito para o lojista: quais são e como funcionam?

Por: Renato Burin

Consumidor passando cartão de crédito em uma maquininha de cartão. Imagem faz referência às taxas do cartão de crédito para o lojista.

As taxas de cartão de crédito para o lojista variam entre 3% e 5% na maioria das maquininhas. Além disso, existem os custos com aluguel da máquina, taxas de parcelamento e taxas de antecipação, caso queira receber o pagamento antes do prazo previsto, que variam conforme a máquina escolhida.


Mais da metade dos brasileiros usam o cartão para fazer compras online, segundo dados da Câmara Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL). Ainda assim, muitos lojistas deixam de oferecer esse meio de pagamento com medo das taxas de cartão de crédito.

Mas, se você tem ou pensa em ter uma loja física ou virtual, saiba que aderir às vendas por cartão é essencial para atrair os consumidores e aumentar as vendas do seu negócio.

Pensando nisso, preparamos este guia com tudo o que você precisa saber sobre as taxas do cartão de crédito para o lojista: quais são, se é permitido repassar ao consumidor e opções de maquininha com menores taxas e melhores parcelamentos. Então, vamos lá? 💳

Crie sua loja virtual e venda pela internet
Crie sua loja virtual e venda pela internet pelo seu computador

Como funciona a venda por cartão de crédito para o lojista?

Para fazer vendas com cartão de crédito, o lojista precisa contar com uma ferramenta que permita esse tipo de pagamento. Nas lojas físicas, essa ferramenta são as maquininhas de cartão, que podem ser alugadas ou compradas. Já nas lojas virtuais, é preciso escolher uma solução de pagamento que aceite essa modalidade.

Geralmente, as maquininhas físicas são fornecidas por instituições financeiras ou operadoras de cartão, como Cielo, MercadoPago e PagSeguro. Nesse caso, são essas empresas as responsáveis por definir as taxas de cartão de crédito e fazer a gestão dos pagamentos.

Já no e-commerce, as opções de soluções de pagamento podem variar de acordo com a plataforma. Na Nuvemshop, por exemplo, os lojistas podem optar pelo Nuvem Pago, que é o meio de pagamento exclusivo da plataforma e o mais utilizado pelos nossos lojistas, ou escolher entre as opções disponíveis na nossa Loja de Aplicativos.

Em todos os casos, sempre que o lojista recebe pagamentos no cartão de crédito, é descontada uma porcentagem do valor total da venda como uma taxa pelo serviço prestado pela operadora da maquininha ou pelo meio de pagamento online. É a chamada taxa de serviço ou taxa de transação.

💡 Saiba mais: O que é a taxa MDR e como reduzir o custo das vendas com cartão?

Qual é a taxa do cartão de crédito para o vendedor?

As taxas do cartão de crédito para o lojista variam conforme a empresa da maquininha e o tipo de serviço prestado. No geral, os principais custos que você deve considerar para oferecer esse meio de pagamento são:

Aluguel da maquininha

O primeiro custo relacionado ao pagamento por cartão de crédito é o aluguel da maquininha. Esse valor depende da empresa, mas pode variar entre zero (em operadoras que emprestam a maquininha sem custo a partir de um determinado valor em vendas) e R$ 150 por mês.

Além disso, é possível optar por comprar a máquina ao invés de pagar o aluguel. Nesse caso, é preciso ficar atento, pois as opções mais baratas tendem a ter taxas de transação mais altas.

Taxa de transação

As taxas de transação, como vimos no início, são uma porcentagem do valor da venda que o vendedor paga às empresas que facilitam o processamento de pagamentos com cartão. Geralmente, variam entre 3% e 5% para vendas no crédito.

Na prática, essa taxa do cartão de crédito serve para cobrir os custos associados à transação e, em alguns casos, garantir uma margem de lucro para a empresa que oferece a maquininha ou o meio de pagamento.

Vale lembrar que a taxa administrativa é descontada na hora da venda. Ou seja, se você vendeu um produto de R$ 100 no cartão de crédito e a tarifa da sua operadora é de 3%, você vai receber apenas R$ 97 pela compra.

💡 Saiba mais: Como usar o intermediador de pagamento para facilitar suas transações?

Taxa de parcelamento

A escolha entre oferecer ou não a opção de parcelamento no cartão de crédito é do lojista. Entretanto, caso ofereça essa forma de pagamento, uma taxa extra para cobrir os custos associados à gestão de transações parceladas.

Nesse caso, as operadoras podem optar por cobrar taxas progressivas de acordo com o número de parcelas ou adotar o modelo de taxa de transação + taxa por parcela.

Algumas empresas operadoras de maquininhas, por exemplo, podem cobrar uma taxa de 3% sobre a transação mais uma taxa de 2% para cada parcela. Por isso, é tão comum vermos taxas de cartão de crédito maiores para pagamentos parcelados.

Taxa de antecipação

Quando se aceita pagamentos no cartão, muitas vezes o vendedor só recebe o valor da venda depois de alguns dias. Quando pensamos em pequenos e médios negócios, esse atraso pode representar um desafio para manter o fluxo de caixa.

É possível antecipar esse pagamento, no entanto, assim como qualquer serviço prestado pela operadora da maquininha, existe uma taxa de antecipação a ser paga para receber o dinheiro antes do prazo.

Essa tarifa serve para compensar a empresa por adiantar os fundos ao vendedor e pode variar conforme as políticas da empresa operadora da máquina do cartão.

💡 Saiba mais: O que é a antecipação de recebíveis e como funciona?

Quem paga a taxa da máquina de cartão?

Na maioria dos casos, é o vendedor quem arca com as taxas para vendas com cartão de crédito. Entretanto, também é comum que esse valor já seja considerado na precificação do produto, deixando uma margem de desconto para pagamentos à vista.

Se uma mercadoria custa R$ 250, por exemplo, e a taxa da operadora do cartão é de 4% (R$ 10), muitos lojistas passam o preço do item para R$ 260 e oferecem um desconto de R$ 10 para pagamentos à vista no dinheiro ou no Pix.

Essa é uma forma de beneficiar os clientes que pagam em dinheiro e reduzir o custo da transação para o lojista. No entanto, é preciso que o motivo da diferença de preço seja informado ao consumidor de maneira clara.

Crie sua loja virtual e venda pela internet
Crie sua loja virtual e venda pela internet pelo seu computador

Pode repassar a taxa da maquininha para o cliente?

Sim. A Lei nº 13.455 garante ao lojista o direito de cobrar valores diferentes para o mesmo produto ou serviço de acordo com o prazo (à vista ou parcelado) ou instrumento de pagamento utilizado (dinheiro, cartão, boleto ou Pix).

Assim, você pode optar por não incluir os juros no preço do produto e repassar a tarifa da maquininha para o cliente na hora do pagamento. Entretanto, como falamos, é importante deixar isso claro para o seu cliente para evitar que ele seja surpreendido ao conferir a fatura.

Além disso, seja transparente quanto à diferença de preço para pagamentos em dinheiro ou no Pix e no cartão. As taxas de cartão de crédito não costumam variar tanto, por isso, o consumidor saberá se você estiver cobrando um valor muito acima do custo da maquininha.

💡 Saiba mais: O que é cartão virtual?

Vantagens de oferecer pagamento por cartão

Embora as taxas da maquininha de cartão para o lojista possam ser uma desvantagem, oferecer essa forma de pagamento no e-commerce e em lojas físicas pode trazer benefícios importantes para o negócio. Veja alguns dos principais:

Sem risco de inadimplência

Vender com cartão de crédito elimina as chances de inadimplência e traz mais segurança para a empresa. Isso porque, nesse caso, não existe o risco de receber cheques sem fundo, notas falsas, pix falsos ou calotes do consumidor.

Mesmo que o cliente não pague a fatura do cartão, por exemplo, é a instituição financeira que fica responsável por fazer a cobrança. O seu pagamento é garantido no momento que a operadora autoriza a conclusão da compra na maquininha.

Atrai mais clientes para sua loja

De acordo com a Abecs (Associação Brasileira das Empresas de Cartões de Crédito e Serviços), o cartão de crédito é o meio de pagamento mais comum no Brasil. Os motivos para isso vão desde a possibilidade de parcelamento até a praticidade para pagar.

Por isso, se você quer atrair mais clientes e aumentar as vendas, é essencial oferecer essa opção de pagamento. Aliás, quanto mais opções você puder oferecer para o consumidor, mais chances de fechar o maior número possível de vendas.

Facilita as compras parceladas

Uma pesquisa divulgada pelo Serasa revelou que mais de 70% dos brasileiros costumam parcelar as compras — e, a melhor forma para isso, é usando o cartão de crédito.

A outra maneira de fazer vendas parceladas é por meio das notas promissórias ou crediários. Mas, nesses casos, o pagamento da dívida depende da boa fé do cliente, o que pode gerar transtornos para receber os valores no prazo.

💡 Saiba mais: 27 modelos de mensagem de cobrança para clientes

Aumenta o ticket médio

Clientes que pagam com cartão de crédito tendem a gastar mais do que aqueles que pagam em dinheiro. Isso porque, muitas vezes, eles consideram o valor da parcela, não da compra total, o que incentiva a fazer pedidos de valores maiores.

Por isso, oferecer pagamento com cartão pode ser uma ótima alternativa para facilitar a saída de produtos mais caros e aumentar o ticket médio das vendas, impulsionando também o faturamento do negócio.

Garante mais controle de entradas

Por fim, as vendas com cartão de crédito garantem um registro eletrônico de todas as transações. Isso facilita o controle da entrada de dinheiro, gestão financeira e geração de relatórios para fins contábeis.

Dessa forma, os lojistas podem acompanhar o recebimento dos valores da empresa de forma precisa e tomar decisões informadas na hora de fazer o planejamento financeiro do negócio, por exemplo.

📈 Confira a planilha: Planilha de controle financeiro empresarial

Máquinas de cartão de crédito com menor taxa para lojistas

Com tantas opções disponíveis no mercado, não é fácil encontrar as máquinas de cartão com menores taxas. Por isso, separamos, a seguir, algumas das melhores maquininhas para você considerar na hora de fazer a sua escolha*. Veja:

Maquininha

Taxa no débito

Taxa no crédito
GetNet A Pequenininha 1,89% 2,99%
SumUp Top 1,35% 3,00%
Mercado Pago Point Air 1,99% 3,03%
SafraPay Mini 1,69% 3,10%
PagSeguro Minizinha 1,99% 3,19%
Mercado Pago Point Mini 1,99% 3,19%
PagSeguro Moderninha 1,99% 3,19%
Stone MegaTon 1,69% 3,49%
T1 – Plano Ton Básico 1,99% 4,99%
Cielo ZIP 2,39% 4,99%

💡 Saiba mais: Qual a melhor maquininha de cartão?

*Valores consultados em novembro de 2023.

Além disso, se você já tem ou pensa em criar uma loja virtual, pode optar por receber vendas com cartão de crédito, boleto bancário ou Pix usando o Nuvem Pago, que já vem ativado automaticamente nas lojas recém criadas, permitindo que o lojista comece a vender rápido e sem complicações.

Esse também é a única solução de pagamento que não cobra tarifa por venda, além de oferecer uma tarifa fixa de R$ 0,35 e taxas pensadas para você, com flexibilidade para escolher como receber. Veja:

Plano Receba em 30 dias Receba em 14 dias Receba em 2 dias
Começo (loja grátis) a partir de 4,89% a partir de 5,39% a partir de 5,89%
Essencial a partir de 4,09% a partir de 4,59% a partir de 5,09%
Impulso a partir de 3,89% a partir de 4,39% a partir de 4,89%
Escala a partir de 3,59% a partir de 4,09% a partir de 4,59%

💡 Saiba mais: O que é PMR e como calcular o prazo médio de recebimento?

Crie sua loja virtual e venda pela internet
Crie sua loja virtual e venda pela internet pelo seu computador

Tudo certo sobre a taxa de cartão de crédito?

Como vimos, a taxa de cartão de crédito é um custo relevante desse meio de pagamento, mas é um preço baixo a se pagar para conseguir atrair mais clientes e aumentar as vendas, impulsionando o faturamento do negócio.

E, se você ainda não vende pela internet, que tal dar o próximo passo e criar a sua loja virtual grátis na Nuvemshop e vender com as menores taxas usando o Nuvem Pago? É fácil, rápido e em poucos minutos você pode colocar a sua loja no ar oferecendo as principais formas de pagamento para os seus clientes! 💙

Referências:

Aqui você encontra:

Perguntas frequentes sobre taxa de cartão de crédito

O principal custo das vendas por cartão de crédito para o lojista são as taxas de transação, que variam entre 3% e 5%, de acordo com a maquininha. Além disso, existe o custo com aluguel da máquina, taxas de parcelamento e taxas de antecipação, caso queira receber o pagamento antes do prazo previsto.

As taxas de vendas parceladas no cartão de crédito são maiores do que as de compras à vista. Nesse caso, as operadoras podem optar por cobrar taxas progressivas de acordo com o número de parcelas ou adotar o modelo de taxa de transação + taxa por parcela.

Sim. A Lei nº 13.455/2017 permite que o lojista cobre valores diferentes para o mesmo produto ou serviço de acordo com o prazo (à vista ou parcelado) ou instrumento de pagamento utilizado (dinheiro, cartão, boleto ou Pix).

Algumas opções de maquininhas com menores taxas são: A Pequenininha GetNet, SumUp Top, Mercado Pago Point Air, SafraPay Mini, PagSeguro Minizinha, Mercado Pago Point Mini, PagSeguro Moderninha , Stone MegaTon, T1 - Plano Ton Básico e Cielo ZIP.

Faça como +100 mil lojas e
crie a sua Nuvemshop

Criar loja grátis
Crie a sua loja na Nuvemshop

Nosso site utiliza cookies para te proporcionar uma melhor experiência. Ao acessar o site da Nuvemshop, você concorda com a nossa Política de Privacidade e Cookies