Como vender arte na internet? [guia completo]

Por: Alejandro Vázquez

Loja Fran Art & Decor ilustrando como vender arte na internet

Para vender arte na internet, é possível comercializar obras autorais, trabalhos de outros artistas e projetos de design exclusivos, por exemplo. Isso pode ser feito via galerias online ou em uma loja virtual própria. Esta última tem a vantagem de não precisar da curadoria de galeristas e de que você terá total controle sobre seu negócio.


Já faz um tempo que os artistas decidiram se desvencilhar das regras impostas por galerias e curadores para empreender sozinhos e entender como vender arte na internet. Além de facilitar o acesso às obras de arte, essa prática dá mais autonomia aos profissionais.

Para ser um artista empreendedor, não basta apenas ter um trabalho digno de destaque. É preciso saber como usar as redes sociais a seu favor, criar uma página de vendas atrativa e monitorar a concorrência.

Quer saber todos os passos de como vender arte na internet? Então confira o nosso guia completo e comece já a vender online e mostrar o seu trabalho para o mundo!

Crie sua loja virtual e venda pela internet
Crie sua loja virtual e venda pela internet pelo seu computador

É possível ganhar dinheiro vendendo arte online?

Na internet, você pode vender obras autorais, posters em alta resolução, trabalhos de outros artistas, projetos de design exclusivos, reprodução de peças com tiragem limitada e muito mais.

Portanto, é possível, sim, ganhar dinheiro vendendo arte online, basta ter produtos interessantes para o público e um bom local para expor o seu trabalho. Saiba que muitos artistas se fazem essa pergunta, porque, para alguns, é pouco comum usar as plataformas digitais para vender arte. Os métodos tradicionais — como galerias de arte e feiras especializadas — não deixaram de existir, apenas ganharam um reforço com as plataformas de e-commerce.

Crie sua loja virtual e venda pela internet
Crie sua loja virtual e venda pela internet pelo seu computador

Passo a passo para vender arte na internet

Para muitos artistas, pode ser difícil unir o trabalho criativo ao empreendedorismo. É por esse motivo que muitos ainda não marcam presença na internet.

Agora, papel e caneta na mão e vamos ao passo a passo: 📝

Defina seu público

O trabalho de um artista, independentemente da área em que atua, está em constante aperfeiçoamento. Essa evolução reflete na maturidade que o profissional atinge em relação à sua técnica e às peças que produz. E, quanto mais confiante ele se sente com as obras, mais bem preparado ele está para apresentá-las ao público.

Portanto, entenda de que forma a audiência recebe os trabalhos semelhantes aos seus e defina o perfil do seu público-alvo.

Caso pretenda vender obras de outros artistas na internet, faça uma curadoria das peças que você mais admira, escolha uma técnica para guiar a sua seleção, como aquarela ou fotografia, ou ainda um estilo, como natureza morta ou fotorrealismo.

Observe se há algum nicho de mercado que ainda não é atendido pelo tipo de arte comumente vendida e aproveite para suprir essa demanda. O importante é entender o que sua persona (personagem semifictício que representa o cliente ideal de uma empresa) deseja e como sua marca pode ajudá-la.

💡 Saiba mais: Buyer persona: como identificar seu cliente ideal?

Escolha quais produtos vender

Se você já tem em mente quais itens deseja vender, ótimo! Certifique-se apenas de que as peças estão à altura do que é visto no mercado e das expectativas do público. Contudo, se você ainda não sabe o que vender para ganhar dinheiro na internet, comece a observar o que as lojinhas de presente dos grandes museus estão comercializando.

Uma tendência que tem feito sucesso é reproduzir pinturas famosas em objetos inusitados ou mesmo criar uma obra autêntica em materiais pouco convencionais. É possível vender versões impressas, em 2D, de gravuras em alta resolução e sem moldura, para mostrar o seu estilo e, assim, começar a ganhar a simpatia do público.

Abaixo, veja algumas possibilidades interessantes:

  • Ímãs de geladeira estampados;
  • Bottons, pins e adesivos;
  • Itens de papelaria;
  • Impressão em porcelana;
  • Peças em cerâmica;
  • Estampa em tecido;
  • Bordado com aquarela;
  • Entre outras.

💡 Saiba mais: Como ganhar dinheiro na internet? [guia completo]

Faça a precificação correta

A precificação é parte fundamental do passo a passo de como vender arte na internet, afinal, o seu objetivo é obter lucro e ter seu trabalho reconhecido pelas pessoas. No entanto, os artistas costumam enfrentar dificuldades ao determinar o valor que será cobrado por suas produções.

Lembre-se de que preço e valor são definições diferentes. Enquanto o preço limita-se à questão monetária, ou seja, a quantia em dinheiro que pode comprar esse determinado item, o valor engloba os diferenciais que essa mesma mercadoria pode agregar à vida do cliente.

Portanto, para precificar suas obras, considere os seguintes fatores:

  • Custos fixos: relacionados ao funcionamento da empresa, como água, luz, internet e salários;
  • Custos variáveis: impostos sobre os produtos e o preço de compra de cada um, por exemplo;
  • Margem de lucro: a porcentagem que se espera ganhar sobre o preço de cada venda.

Para não cometer erros na precificação de produtos, elaboramos um material completo e gratuito para ajudar você a fazer todos os cálculos:

📈 Confira a planilha: Planilha de precificação: passo a passo para precificar corretamente

Defina onde vender sua arte

Todo profissional precisa de um site de vendas onde ele possa comercializar sua arte online. Caso contrário, dificilmente a audiência saberá da sua existência e comprará o seu produto. Com uma página na internet, é possível mostrar para o mundo quem é você, o que te motiva a criar, quais são suas inspirações e, claro, expor seus produtos.

A melhor solução para os artistas é contar com uma loja virtual, já que esse formato possibilita expor as obras, conectar as redes sociais ao site, acompanhar os pedidos de perto e ainda divulgar o portfólio com seu processo criativo.

💡 Saiba mais: Como ter uma loja virtual de sucesso?

Crie sua loja virtual e venda pela internet
Crie sua loja virtual e venda pela internet pelo seu computador

Fotografe os produtos

Encontrar a forma correta de fotografar os produtos é uma das dicas mais valiosas para quem quer vender arte na internet. Isso porque os clientes contarão apenas com esse recurso visual para conhecer as peças e decidir pela compra.

Uma foto pouco iluminada, desfocada ou mal enquadrada pode impactar negativamente a percepção do potencial comprador e prejudicar a venda. Por isso, tenha atenção à forma como você tira fotos de produtos para sua loja virtual.

Por ser um site voltado para arte, é interessante encontrar um estilo de fotografia alinhado à identidade visual da sua empresa, como uma estratégia de fortalecer a imagem da marca. Lembre-se, ainda, de mostrar a obra inteira para os clientes terem noção do tamanho, os detalhes da moldura, as texturas da peça etc.

Por fim, registre a obra de arte em diferentes ambientes, como prateleiras, móveis e cantos da casa, para mostrar de que forma a peça interage com as cores dos cômodos e compõe visualmente os espaços.

💡 Saiba mais: Como tirar fotos para e-commerce até mesmo com seu smartphone

Descreva as características das peças

Além das fotos, é fundamental criar uma boa descrição de produtos para o seu e-commerce. Afinal, esse é o espaço ideal para apresentar as peças, seu contexto de criação, suas principais características e os benefícios que os itens podem trazer aos compradores.

Use um tom de voz alinhado ao perfil da sua marca e às preferências do público-alvo, lembrando sempre do seu objetivo principal: vender pela internet. Crie um texto autêntico, detalhado e dentro das boas práticas de SEO (Search Engine Optimization — ou otimização para mecanismos de busca) para que o Google imprima sua página nos resultados de pesquisa.

Para descobrir como as pessoas estão pesquisando por aquele item, existem algumas ferramentas de SEO para te ajudar com esse planejamento.

Uma boa opção pertence ao próprio Google e é de uso gratuito: o Planejador de palavras-chave do buscador. Com ele, você poderá ver sugestões de termos usados pelo público, bem como o volume de buscas por cada um deles. Desse modo, você garante que usará as palavras-chave que o público realmente está pesquisando.

Achou interessante a otimização para os motores de busca? Então confira um guia completo e gratuito sobre o assunto:

📘 Confira o e-book: SEO para e-commerce: guia completo

Decida as formas de pagamento

Independentemente se você vende arte ou outro tipo de produto, é importante conhecer os meios de pagamento preferidos das pessoas que compram online. São eles:

Para receber pagamentos online de forma segura e rápida, estude quais as modalidades preferidas dos seus clientes e atente-se aos recursos disponibilizados pelas empresas intermediadoras.

💡 Saiba mais: Quais são os principais meios de pagamento para e-commerce?

Se você está pensando em montar o próprio negócio de arte online, mas não sabe como começar, nem o que vender, temos um material perfeito para complementar a leitura deste artigo. Baixe o guia de como vender pela internet e comece já a empreender!

Determine os meios de envio

Seguindo o nosso guia de como vender arte na internet, chegou o momento de falarmos sobre o envio das mercadorias para os clientes. Além de se preocupar com as embalagens para e-commerce mais adequadas às especificidades do produto, é fundamental disponibilizar diferentes modalidades de envio para o cliente escolher a melhor.

Você pode oferecer os tipos de envio dos Correios ou contar com uma transportadora para realizar a entrega dos itens. O importante aqui é considerar as melhores soluções para você e seus clientes.

Quer saber mais sobre os tipos de envio e como escolher o melhor? Confira o e-book que preparamos para você:

📘 Confira o e-book: Quais são as melhores formas de envio de um produto?

Proteja a integridade das suas obras

A internet é um ambiente bastante heterogêneo, acessado por pessoas de todos os jeitos e com diferentes intenções. Infelizmente, artistas de todo o mundo convivem com um problema bastante comum e muito prejudicial para seu trabalho: o plágio.

Violação de propriedade intelectual é crime, mas os processos costumam ser demorados e burocráticos — isso quando o artista toma conhecimento da cópia. A boa notícia é que você pode se proteger do plágio adicionando uma marca d’água às imagens das peças.

Dessa forma, se alguém usar sua imagem sem autorização, o nome da sua empresa estará estampado na foto, mostrando a real autoria da obra.

Crie estratégias para as redes sociais

Ter presença nas redes sociais é uma estratégia que serve para fortalecer a sua marca e atrair mais pessoas para o seu e-commerce. No entanto, nos últimos anos, mais e mais pessoas têm usado essa plataforma para vender seus produtos.

As redes sociais que têm maior presença de marcas e lojas virtuais são o Instagram e o Facebook. Porém, dependendo do seu nicho de mercado e dos interesses do seu público, alguns tipos de redes sociais, como o Pinterest, YouTube, TikTok e o Twitter, podem ser canais potenciais.

Planeje a sua estratégia de marketing de conteúdo, crie postagens alinhadas à sua identidade visual, invista em anúncios pagos e, claro, adicione links para a sua loja virtual. Isso fará com que mais pessoas conheçam o seu trabalho e comprem sua arte.

💡 Saiba mais: Como vender pelas redes sociais?

Procure galerias de arte online

Muitos artistas ainda buscam exibir seus trabalhos em galerias de arte para, assim, alcançar o público especializado e se destacar da concorrência. No entanto, além de os editais para exposição serem bastante concorridos, ainda é preciso que as obras passem pela curadoria dos galeristas, restringindo ainda mais o acesso dos artistas.

Uma solução criativa para quem procura onde vender quadros de arte é comercializá-los em galerias virtuais. Os espaços online são dedicados à exposição das peças e ao networking entre artistas, curadores e colecionadores.

Esses sites cobram uma comissão sobre as vendas — da mesma forma que as galerias convencionais — e essas taxas variam de acordo com as especificidades de cada plataforma. Veja, a seguir, uma lista com as principais:

No entanto, tenha em mente que as galerias devem servir como uma estratégia complementar à sua loja online. Vender apenas nesses espaços pode restringir o acesso às suas peças e ainda comprometer o seu planejamento financeiro — em razão das diversas taxas.

Crie sua loja virtual e venda pela internet
Crie sua loja virtual e venda pela internet pelo seu computador

Qual o melhor lugar para vender arte online?

Depois de todas as explicações que demos sobre como vender arte na internet, talvez você ainda esteja se perguntando o que vale mais a pena: usar uma plataforma compartilhada ou ter a sua própria loja virtual.

Antes de bater o martelo, é necessário entender de que maneira você conseguirá exibir suas mercadorias com liberdade e colher os frutos do seu trabalho. Ao trabalhar em parceria com sites que vendem produtos de vários artistas, você não precisará lidar com certas burocracias, mas estará à mercê das regras das páginas e dissolvido num mundo de concorrentes.

Por outro lado, ao criar uma loja virtual só sua, você terá 100% do controle criativo, poderá aproveitar todos os benefícios da plataforma escolhida e ainda receberá suporte em caso de dúvidas.

A Nuvemshop é uma excelente plataforma para quem quer criar uma loja virtual para vender arte na internet. Afinal, com mais de 90 mil sites que usam a solução espalhados na América Latina, essa é pode ser uma boa opção para você tirar o seu sonho do papel e criar um e-commerce do zero.

Além disso, trata-se de uma plataforma intuitiva, fácil de mexer e sem a necessidade de conhecimentos técnicos. Você também pode disponibilizar os meios de pagamento da sua preferência e contar com a facilidade de envios personalizados para os seus clientes.

Por esses e muitos outros motivos, a Nuvemshop é a escolha de milhares de lojistas que procuram uma estrutura confiável, com planos acessíveis e todo o suporte para criarem um negócio online.

💡 Saiba mais: 11 sites que usam Nuvemshop para você se inspirar

Crie sua loja virtual
Testar 30 dias grátis

7 lojas que vendem arte na internet

Para que você veja que é possível, sim, vender arte online e empreender fazendo o que gosta, selecionamos algumas lojas virtuais para você se inspirar. Confira:

1. Ardecor

A Ardecor é uma empresa de design especializada em posters decorativos. As peças são divididas por estilos — como abstrato, geométrico, botânico, vintage etc. — e tamanhos, pensadas para tornar os ambientes mais aconchegantes e elegantes.

Loja Ardecor

2. Terracota Artes & Plantas

A Terracota Artes & Plantas é uma loja de arte e design que realiza um trabalho autoral de pintura em vasos de cerâmica. A empresa nasceu no contexto da pandemia do novo coronavírus e cresceu com a procura das pessoas por usar as plantas como elementos decorativos.

Terracota Artes e Plantas

3. Maju Poggio

Maju Poggio é a marca da Maria Júlia, artista desde criança e responsável por dezenas de peças autorais e digitais. Ela também trabalha com bonecas artesanais em macramê, peças únicas e exclusivas que decoram os ambientes e são peças perfeitas para presentear pessoas queridas.

Maju Poggio

4. Tamanduá

A loja Tamanduá é gerenciada por duas mães, Stephanie e Isabel, que juntas decidiram criar brinquedos lúdicos e adequados para cada fase de desenvolvimento das crianças. As peças são verdadeiras obras de arte e a forma de comercialização também é personalizada: os clientes adquirem caixas contendo diferentes itens para divertir os pequenos.

Loja Tamanduá

5. Moisés Magalhães Art Studio

Além de comercializar belíssimas reproduções digitais de obras renomadas, Moises Magalhaes Art Studio também oferece pinturas originais e sob medida em óleo e tinta acrílica para encantar os clientes e ornamentar diferentes ambientes.

Moisés Magalhães Art Studio

6. Arte em Vasos

A Arte em Vasos é dedicada à venda de vasos de plantas e cachepôs em diferentes materiais — cerâmica, gesso e cimento —, além do suporte em macramê feito artesanalmente. Cada peça é única e especial, pensada para evidenciar a beleza das plantas.

Arte em Vasos

7. Galeria Sea Art

A Sea Art Galeria é especializada em fotografias e nasceu da paixão do artista e fotógrafo, Renan Rosso, pela natureza, especialmente pelo mar. Suas viagens resultaram em trabalhos únicos e potentes, sendo expostos com orgulho pelo criador em sua página.

Galeria Sea Art

Todas essas lojas que listamos aqui foram desenvolvidas pela Nuvemshop, plataforma de e-commerce número um na América Latina. Se você não vende pela internet, que tal fazer um teste gratuito de 30 dias? Conheça a solulção:

Crie sua loja virtual
Testar 30 dias grátis

Aprendeu como vender arte na internet?

Esperamos que o conteúdo tenha ajudado você, artista empreendedor, a vender suas obras e começar a ganhar dinheiro na internet. Seja com pinturas, esculturas, peças de cerâmica ou mesmo itens de papelaria, vender pela internet é possível, basta seguir as dicas deste conteúdo e soltar sua criatividade para cativar os clientes.

Ainda não escolheu uma plataforma de e-commerce para comercializar suas obras? Crie sua loja virtual e faça um teste de 30 dias gratuitos com a Nuvemshop. É simples, rápido e sem a necessidade de conhecimentos técnicos! 💙

Aqui você encontra:

Perguntas frequentes sobre como vender arte na internet

É possível, sim, ganhar dinheiro vendendo arte online, basta ter produtos interessantes para o público e um bom local para expor o seu trabalho. Na internet, você pode vender obras autorais, posters em alta resolução, trabalhos de outros artistas, projetos de design exclusivos, reprodução de peças com tiragem limitada e muito mais.

  • Defina seu público;
  • Escolha quais produtos vender;
  • Faça a precificação correta;
  • Defina onde vender sua arte;
  • Fotografe os produtos;
  • Descreva as características das peças;
  • Decida as formas de pagamento;
  • Determine os meios de envio;
  • Proteja a integridade das suas obras;
  • Crie estratégias para as redes sociais;
  • Procure galerias de arte online.

Ao criar uma loja virtual só sua, você terá 100% do controle criativo, poderá aproveitar todos os benefícios da plataforma escolhida e ainda receberá suporte em caso de dúvidas. Portanto, a melhor opção é, sem dúvidas, ter o seu próprio e-commerce.

  1. Ardecor;
  2. Terracota Artes & Plantas;
  3. Maju Poggio;
  4. Tamanduá;
  5. Moisés Magalhães Art Studio;
  6. Arte em Vasos;
  7. Galeria Sea Art.

Faça como +90 mil lojas e
crie a sua Nuvemshop

Testar 30 dias grátis
Crie a sua loja na Nuvemshop

Quer vender arte na internet?

Crie agora sua loja virtual com a Nuvemshop e venda seus produtos de maneira profissional!

Testar 30 dias grátis

Nosso site utiliza cookies para te proporcionar uma melhor experiência. Ao acessar o site da Nuvemshop, você concorda com a nossa Política de Privacidade e Cookies