Como fazer tempero caseiro seco para vender [10 receitas]

Por: Fernanda Belo

Como fazer tempero caseiro seco para vender [10 receitas]

Quem não gosta de uma comida bem temperada e cheia de sabor? Se você aprender como fazer tempero caseiro seco para vender, poderá ajudar consumidores do Brasil todo a alcançarem os melhores resultados na cozinha.

E o melhor é que esse tipo de negócio exige baixo investimento e pouquíssimos materiais. O segredo é ter um bom fornecedor de temperos desidratados e caprichar na criação das misturas para surpreender seu público.

Neste artigo, vamos ensinar como fazer tempero caseiro completo para vender com receitas exclusivas para você se inspirar. Então, prepare-se para colocar a mão na massa! Vamos lá? 📝

Crie sua loja virtual e venda pela internet
Crie sua loja virtual e venda pela internet pelo seu computador

O que é preciso para fazer tempero caseiro seco para vender?

Se você quer aprender como fazer tempero caseiro seco para vender, a boa notícia é que essa atividade requer pouca estrutura e baixo investimento. Para começar, você vai precisar dos seguintes elementos:

Local para a preparação

Sua própria cozinha pode ser o local de preparação dos temperos caseiros secos. Tudo o que você precisa é de uma mesa ou um balcão com espaço para colocar os ingredientes, os equipamentos e as embalagens.

Equipamentos e materiais

Para preparar os temperos secos caseiros para vender, você vai precisar dos seguintes equipamentos e materiais:

  • Processador (você também pode usar um liquidificador, mas o processador é mais indicado pelo resultado mais homogêneo);
  • Utensílios como colheres, espátulas, tigelas, fôrmas etc.
  • Saquinhos ou potes;
  • Balança de cozinha, se quiser ter mais precisão nas medidas dos ingredientes;
  • Rotuladora ou seladora para finalizar as embalagens.

Ingredientes

Para fazer tempero caseiro seco para vender, você vai precisar de ingredientes fornecidos por fabricantes de especiarias. Em algumas receitas, é possível secar folhas, sementes e raspas no forno caseiro, mas a maioria delas requer temperos já desidratados e processados.

Canais de venda

Depois de providenciar toda a estrutura para fazer os temperos, você também vai precisar escolher os canais de venda para comercializá-los. Os mais comuns são loja física, loja virtual e venda direta aos consumidores.

Se você quer começar com mais praticidade e custos menores, é indicado montar uma loja online. Assim, você poderá vender para todo o Brasil e promover seu negócio na internet.

Baixe nosso e-book e veja como é fácil criar uma loja virtual:

💡 Saiba mais: Como montar uma loja de temperos em 2022? Siga estas 9 dicas

Vale a pena vender tempero caseiro seco?

Aprender como fazer tempero caseiro seco para vender é uma ideia promissora para lucrar com um negócio próprio. Isso porque esse ramo tem grande potencial de crescimento no país.

Durante a pandemia do coronavírus, por exemplo, os brasileiros passaram a cozinhar com mais frequência devido ao isolamento social e ao home office. Com isso, aumentou consideravelmente a demanda por novos temperos e sabores.

Da mesma forma, em tempos de crise econômica, a tendência é que os consumidores façam mais refeições em casa para economizar com o delivery. Consequentemente, é preciso ter mais opções de temperos na cozinha.

Oficialmente, de acordo com dados do Sebrae, o mercado de temperos e especiarias artesanais cresce cerca de 30% ao ano, enquanto o segmento tradicional cresce em torno de 2% ao ano. Logo, pode ser uma boa oportunidade de lucrar com um produto artesanal no ramo alimentício.

💡 Saiba mais: Como vender comida pela internet: conheça o passo a passo para comercializar alimentos

Como fazer tempero caseiro seco para vender: 10 receitas

A melhor forma de aprender como fazer tempero caseiro seco para vender é seguindo receitas de sucesso da culinária brasileira. A seguir, mostramos 10 combinações com sabor irresistível.

Lembre-se de que as receitas apresentam porções individuais dos temperos. Se quiser produzir em grande volume, basta aumentar a quantidade de ingredientes de forma proporcional.

Além disso, repare que nenhuma das receitas leva sal, uma vez que a quantidade ideal desse ingrediente é muito pessoal na cozinha. Acompanhe:

1. Tempero branco básico

Para começar, vamos aprender a fazer um tempero à base de alho e cebola que é um coringa na cozinha. Ele pode ser usado para temperar pratos do dia a dia como arroz, legumes, molhos, ovos etc.

Tempero branco representa técnicas de como fazer tempero seco caseiro para vender.

Fonte: Pinterest

Ingredientes

  • 2 colheres de sopa de alho desidratado granulado;
  • 2 colheres de sopa de cebola desidratada em flocos;
  • 1 colher de sopa de orégano;
  • 1 colher de sopa de salsa desidratada;
  • 4 folhas de louro.

Modo de preparo

Coloque todos os ingredientes em um processador e bata até virar pó e ficar homogêneo.

2. Tempero marrom para feijão

Esse tempero é perfeito para fazer aquele feijão saboroso e corado que todo brasileiro gosta. O segredo é caprichar no louro, que dá um aroma especial ao prato.

Tempero marrom para feijão

Fonte: Pinterest

Ingredientes

  • 2 colheres de sopa de alho desidratado;
  • 2 colheres de sopa de colorau;
  • 8 folhas de louro;
  • 2 colheres de sopa de cebola desidratada em flocos;
  • 2 colheres de bacon desidratado (opcional).

Modo de preparo

Coloque todos os ingredientes em um processador e bata até virar pó e ficar homogêneo. Se você escolher usar o bacon desidratado, deve adicioná-lo após o processamento, para que os pedacinhos fiquem inteiros.

3. Tempero vermelho para carnes

As carnes vermelhas e suínas pedem um tempero mais marcante. Confira esta combinação de ingredientes.

Tempero vermelho para carne

Fonte: Pinterest

Ingredientes

  • 2 colheres de sopa de colorau;
  • 2 colheres de sopa de alho desidratado granulado;
  • 2 colheres de sopa de cebola desidratada em flocos;
  • 2 colheres de sopa de salsa desidratada;
  • 1 colher de sopa de orégano;
  • 4 folhas de louro;
  • 1 colher de fumaça em pó (opcional).

Modo de preparo

Coloque todos os ingredientes em um processador e bata até virar pó e ficar homogêneo.

4. Tempero verde para aves

As carnes de aves pedem um tempero mais aromático, ainda que suave. Nesta receita, a combinação de coentro com páprica doce é o grande diferencial.

Tempero verde para aves

Fonte: Pinterest

Ingredientes

  • 3 colheres (de sopa) de coentro desidratado;
  • 1 colher (de sopa) de colorau;
  • 1 colher (de sopa) de páprica doce;
  • 1 colher (de sopa) de cebola desidratada em flocos;
  • 1 colher (de sobremesa) de semente de cominho.

Modo de preparo

Coloque todos os ingredientes em um processador e bata até virar pó e ficar homogêneo.

5. Tempero laranja para massas

As massas ficam mais apetitosas quando têm cor e são temperadas com ervas. Veja a receita ideal para obter esse efeito.

Tempero laranja para massas

Fonte: Pinterest

Ingredientes

  • 2 colheres de sopa de colorau;
  • 2 colheres de sopa de cúrcuma (açafrão da terra);
  • 2 colheres de sopa de cebola desidratada em flocos;
  • 2 colheres de sopa de manjericão desidratado;
  • 2 colheres de sopa de manjerona desidratada;
  • 1 colher de sopa de orégano.

Modo de preparo

Coloque todos os ingredientes em um processador e bata até virar pó e ficar homogêneo.

6. Tempero baiano clássico

O tempero baiano que é vendido em casas especializadas leva uma série de ingredientes para ficar com aquele sabor forte e picante. Confira a mistura ideal para chegar ao melhor resultado.

Tempero baiano clássico

Fonte: Pinterest

Ingredientes

  • 1 colher de sopa de colorau;
  • 1 colher de sopa de páprica doce;
  • 1 colher de sopa de açafrão;
  • 1 colher de sopa de orégano;
  • 1/2 colher de sopa de pimenta-calabresa;
  • 1 colher de sopa de pimenta-do-reino preta em grãos;
  • 1 colher de sopa de cominho moído;
  • 1 colher de sopa de louro moído;
  • 1 colher de sopa de curry;
  • 1 colher de sopa de manjericão seco;
  • 1 colher de sopa de coentro moído;
  • 1 colher de sopa de alecrim;
  • 1 colher de sopa de tomilho;
  • 1 pitada de noz moscada;
  • 2 colheres de sopa de pimenta-branca moída;
  • 2 colheres de sopa de cebola, alho e salsa desidratados.

Modo de preparo

Coloque todos os ingredientes em um processador e bata até virar pó e ficar homogêneo.

7. Tempero chimichurri

O chimichurri é um tempero tradicional da Argentina e Uruguai que leva ervas desidratadas e é muito comum em churrascos. É recomendado utilizá-lo misturado com vinagre de vinho e azeite, na forma de patê ou molho.

Tempero chimi churri

Fonte: Pinterest

Ingredientes

  • 8 colheres de sopa de alho desidratado granulado;
  • 2 colheres de sopa de mostarda em pó;
  • 2 colheres de sopa de páprica doce ou picante;
  • 4 colheres de sopa de cebolinha desidratada;
  • 8 folhas de louro;
  • 2 colheres de sopa de de salsinha desidratada;
  • 5 colheres de sopa de cebola desidratada em flocos;
  • 2 colheres de sopa de pimenta-calabresa seca;
  • 3 colheres de sopa de orégano.

Modo de preparo

Misture todos os ingredientes com a ajuda de uma colher até que fiquem bem integrados. Nesse caso, o tempero não deve ser processado, pois a ideia é que os pedaços fiquem maiores para formar o molho tradicional de chimichurri.

8. Tempero lemon pepper

Lemon pepper é um tempero que faz sucesso na culinária moderna pelo seu toque cítrico e apimentado. Ele é feito à base de pimenta-do-reino e raspas de limão siciliano, como veremos a seguir.

Tempero lemon pepper

Fonte: Pinterest

Ingredientes

  • Raspas de 4 limões sicilianos;
  • 1 colher de sopa de pimenta-do-reino em grãos;
  • 2 colheres de chá de sal.

Modo de preparo

A preparação da lemon pepper é um pouco mais trabalhosa, pois é necessário secar os ingredientes no forno antes de processá-los. Acompanhe o passo a passo:

  • Coloque as raspas de limão, os grãos de pimenta-do-reino e o sal em uma assadeira, espalhando os ingredientes no fundo do recipiente com os dedos;
  • Leve as raspas ao forno em temperatura baixa e com a porta entreaberta, para evitar que queime, por 25 a 30 minutos;
  • Retire a mistura seca do forno e leve ao processador;
  • Bata até ficar homogêneo (se quiser, pode deixar os pedaços um pouco inteiros).

9. Tempero Ana Maria

O tempero Ana Maria leva esse nome porque é creditado à apresentadora Ana Maria Braga. Ele é muito versátil e pode ser usado em saladas, arroz, frango, legumes e ensopados.

Tempero Ana Maria

Fonte: Pinterest

Ingredientes

  • 2 colheres de sopa de orégano;
  • 2 colheres de sopa de coentro moído;
  • 2 colheres de sopa de salsinha desidratada;
  • 2 colheres de sopa de cebolinha em flocos;
  • 2 colheres de sopa de pimentão verde desidratado;
  • 3 colheres de sopa de tomate seco picado;
  • 3 colheres de sopa de pimentão vermelho desidratado;
  • 4 colheres de sopa de cebola desidratada em flocos;
  • 4 colheres de sopa de alho desidratado granulado;
  • 2 colheres de sopa de caldo de galinha em pó.

Modo de preparo

Misture todos os ingredientes com a ajuda de uma colher até que fiquem bem integrados. Nesse caso, o tempero não deve ser processado, pois a ideia é que os pedaços fiquem inteiros.

10. Tempero Edu Guedes

O tempero Edu Guedes é autoexplicativo: foi criado pelo chef de cozinha e apresentador Edu Guedes. Ele é indicado para carnes, molhos e caldos, além de ser usado para fazer molho tártaro.

Tempero Edu Guedes

Fonte: Pinterest

Ingredientes

  • 2 colheres de sopa de açafrão puro;
  • 4 colheres de sopa de alho desidratado granulado;
  • 4 colheres de sopa de cebola desidratada em flocos;
  • 3 colheres de sopa de cebolinha verde flocos;
  • 2 colheres de sopa de caldo de costela em pó;
  • 3 colheres de sopa de cenoura granulada;
  • 3 colheres de sopa de pimentão verde desidratado;
  • 3 colheres de sopa de pimentão vermelho desidratado;
  • 3 colheres de sopa de salsinha desidratada em flocos.

Modo de preparo

Misture todos os ingredientes com a ajuda de uma colher até que fiquem bem integrados. Nesse caso, o tempero não deve ser processado, pois a ideia é que os pedaços fiquem inteiros.

Dicas para ter sucesso vendendo temperos secos

Agora que você sabe como fazer tempero caseiro seco para vender, temos algumas dicas para impulsionar seu sucesso nessa jornada empreendedora. Confira:

Encontre bons fornecedores

O primeiro passo para ter sucesso vendendo temperos caseiros é escolher muito bem os fornecedores dos ingredientes. Procure um fabricante que forneça especiarias no atacado com preços atrativos e qualidade garantida. Veja alguns exemplos:

  • Fábrica de condimentos: empresa importadora de especiarias que comercializa temperos no atacado desde 2022;
  • JW Alimentos: fabricante e distribuidora de temperos com 10 anos de mercado (pedido mínimo de 10 kg);
  • Tempera Bem: fabricante e distribuidora de temperos que atende os segmentos de Food Service e industrial.

📘Confira o e-book: Gestão de fornecedores

Crie receitas próprias

As receitas que mostramos neste artigo são apenas referências, pois é interessante que você crie suas próprias combinações de ingredientes. Dessa forma, você conseguirá conquistar os clientes com produtos autênticos de sabor único.

Crie uma marca

Para ter sucesso vendendo temperos caseiros, você precisa criar uma marca própria que seja atrativa para seus clientes em potencial. O nome deve ser direto e fácil de memorizar, enquanto a identidade visual deve transmitir o sabor dos seus produtos.

Se você ainda não tem um nome para sua loja de temperos, use nossa ferramenta gratuita para ter ideias:

Crie sua loja virtual e venda pela internet
Crie sua loja virtual e venda pela internet pelo seu computador

Escolha uma embalagem segura

A escolha da embalagem é fundamental para o sucesso na venda de temperos caseiros secos. Conheça alguns tipos comuns:

  • Potes de vidro: devem ser esterilizados e são os mais indicados para conservar os temperos por mais tempo, além de serem visualmente atrativos;
  • Tubetes de vidro: funcionam como os potes de vidro, mas têm uma aparência mais moderna e podem combinar com marcas mais arrojadas;
  • Potes e tubetes de plástico: são uma alternativa mais barata e prática do que o vidro, mas é preciso ficar atento à qualidade do material para evitar plásticos que liberam toxina em contato com os alimentos;
  • Saquinhos plásticos: são os mais comuns e baratos, como os dos temperos de supermercados, mas também são menos práticos e dificultam a conservação dos produtos.

Além disso, existem outras variações de formatos de potes de vidro e plástico, como você pode ver na imagem abaixo.

Tubos e potes de tempero

Fonte: Mercado Livre

Então, vale a pena investir em potes ou tubetes de vidro para deixar seus temperos mais profissionais, facilitar a conservação e atrair mais clientes.

Capriche no rótulo

O rótulo do tempero é importantíssimo porque, além de especificar o tipo do produto e seus ingredientes, também transmite a imagem da sua marca e desperta o interesse do consumidor. Veja algumas dicas para acertar na rotulagem:

  • Use a denominação “condimento preparado”;
  • Detalhe os ingredientes em ordem decrescente (dos usados em maior quantidade para os de menor quantidade);
  • Informe a data de fabricação, data de validade e peso do produto.
  • Instrua o cliente sobre a forma de conservação (deixar em local fresco e seco, ao abrigo da luz e longe de produtos químicos).

Lembrando que a data de validade dos seus temperos caseiros secos deve ser baseada na data informada pelo fabricante de cada ingrediente utilizado.

Precifique corretamente o produto

Na hora de precificar os temperos , é importante chegar a um valor que seja suficiente para cobrir todos os custos dos materiais e ainda gerar lucro para você. Além disso, o preço de venda deve ser compatível com o mercado, conforme identificado na sua análise de concorrência.

💡 Saiba mais: Guia sobre precificação de produtos: fórmulas, planilha e ferramentas

Formalize seu negócio

Para começar a vender temperos caseiros secos, você precisa abrir uma empresa. Se quiser começar pequeno, você pode abrir um MEI (microempreendedor individual) gratuitamente, desde que não ultrapasse o limite de faturamento de R$ 81 mil ao ano.

Assim, você pode se formalizar como fabricante de especiarias independente pelo CNAE (Classificação Nacional de Atividades Econômicas) 1095-3/00, referente à fabricação de especiarias, molhos, temperos e condimentos. Para cumprir os trâmites burocráticos, procure um contador de confiança.

💡 Saiba mais: O que é contabilidade: tudo o que você precisa saber como empreendedor

Crie uma loja virtual

Depois de criar seus temperos caseiros secos exclusivos, você precisa de uma loja virtual para vendê-las. Para isso, escolha uma plataforma de e-commerce completa como a Nuvemshop, que tem todos os recursos que você precisa para montar seu negócio online.

Em poucos minutos, você consegue criar uma loja virtual com layout profissional, meios de pagamento integrados, método de envio configurado e muito mais. Assim, fica fácil vender seus temperos para todo o Brasil e lucrar com produtos artesanais.

💡 Saiba mais: Como criar uma loja virtual na Nuvemshop? [passo a passo completo]

Crie sua loja virtual
Testar 30 dias grátis

Entendeu como fazer tempero caseiro seco para vender?

Esperamos que você tenha aprendido como fazer tempero caseiro seco para vender e possa aplicar os conhecimentos na prática. Lembre-se de investir em sabores variados e mirar no público-alvo que gosta de se aventurar em novas receitas na cozinha.

Então, que tal aproveitar o aprendizado e montar agora sua loja de temperos caseiros secos? Crie sua loja virtual na Nuvemshop e aproveite seus 30 dias gratuitos para testar todos os recursos. E não se preocupe com a parte técnica: qualquer pessoa consegue criar uma loja do zero! 💙

Aqui você encontra:

Perguntas frequentes sobre como fazer tempero caseiro seco para vender

  • Local para a preparação;
  • Processador;
  • Utensílios como colheres, espátulas, tigelas, fôrmas etc.;
  • Saquinhos ou potes;
  • Balança de cozinha, se quiser ter mais precisão nas medidas dos ingredientes;
  • Rotuladora ou seladora para finalizar as embalagens;
  • Ingredientes (temperos desidratados prontos);
  • Canais de venda.

  1. Tempero branco básico;
  2. Tempero marrom para feijão;
  3. Tempero vermelho para carnes;
  4. Tempero verde para aves;
  5. Tempero laranja para massas;
  6. Tempero baiano clássico;
  7. Tempero chimichurri;
  8. Tempero lemon pepper;
  9. Tempero Ana Maria;
  10. Tempero Edu Guedes.

  • Encontre bons fornecedores;
  • Crie receitas próprias;
  • Crie uma marca;
  • Escolha uma embalagem segura;
  • Capriche no rótulo;
  • Precifique corretamente o produto;
  • Formalize seu negócio;
  • Crie uma loja virtual.

Faça como +90 mil lojas e
crie a sua Nuvemshop

Testar 30 dias grátis
Crie a sua loja na Nuvemshop

Quer abrir uma loja de temperos?

Crie sua loja virtual na Nuvemshop e venda para o Brasil inteiro sem complicação!

Testar 30 dias grátis

Nosso site utiliza cookies para te proporcionar uma melhor experiência. Ao acessar o site da Nuvemshop, você concorda com a nossa Política de Privacidade e Cookies