O que é SKU e como usar em sua loja virtual?

Por: Kawan Lopes

Imagem mostrando um estoque de produtos representa o SKU

SKU é um código utilizado na logística para identificar e organizar itens em um estoque. A sigla significa Stock Keeping Unit — em português, Unidade de Manutenção de Estoque.


Sabemos que administrar uma loja, seja ela física ou virtual, demanda bastante trabalho, não é mesmo? Por isso, ferramentas, estratégias e hábitos que possam nos ajudar a manter uma rotina organizada são sempre bem-vindos. Portanto, se você é ou pretende se tornar um lojista, saiba que o uso do código SKU é indispensável para o seu negócio.

Se você está se perguntando sobre o que é SKU e quais são as diferenças para o código de barras e o código EAN, fique tranquilo! Siga com a leitura e vamos te explicar tudo sobre estes termos e como usá-los a seu favor. 😉

O que é SKU?

O código SKU (Stock Keeping Unit) — em português, Unidade de Manutenção de Estoque — é um conceito logístico criado para ajudar na organização e controle do estoque das lojas. No varejo, o uso do código para a gestão dos produtos é essencial. Já ao montar um ecommerce, ele também tem se tornado cada vez mais importante.

Pense que cada produto da sua loja é único e que, para garantir um fluxo de venda e entrega alinhado com a expectativa do seu cliente, você precisa ter total controle dos itens que entram e saem do seu estoque. É aí que entra o SKU.

Basicamente, o código tem a função de identificar e distinguir cada item da sua loja. Isso inclui variações de tamanho, cor e modelo de um mesmo produto. Aplicando o uso do SKU em seu dia a dia, muitos dos processos mais comuns da sua rotina como lojista serão simplificados.

💡 Saiba mais: Qual a importância da gestão de estoque e como fazê-la?

Para que serve o código SKU?

O uso do SKU oferece, sem dúvidas, uma série de vantagens para a gestão de e-commerce. Dentre as principais funções, destacam-se as seguintes:

1. Classificação dos produtos

O SKU define e distingue as variações dos produtos que você vende na sua loja virtual ou física, como cor e tamanho, por exemplo. Ou seja, ele dá mais visibilidade para lojistas e/ou vendedores sobre os itens ainda disponíveis para venda ou ações de marketing.

2. Controle de estoque

Com este código, você pode identificar o número de produtos em estoque, permitindo o controle geral e individual de cada item. Isso facilita a gestão de mercadorias e garante que você possa realizar novas compras no momento certo, sem falta e nem excessos.

3. Otimização da logística de postagem

Utilizar o código SKU também otimiza todo o processo de localização, separação e envio dos produtos, garantindo uma logística de postagem mais eficiente para o seu e-commerce. Assim, você diminui as chances de erro e as possibilidades de que o cliente queira realizar trocas ou devoluções.

💡 Saiba mais: O que é e como otimizar a logística para e-commerce?

Por que ter SKU para vender em marketplaces?

É bastante comum que alguns marketplaces do mercado exijam o código SKU no momento do cadastro de produtos na plataforma. Isso porque esse processo agrega informações mais completas aos seus anúncios, o que é muito importante para esse tipo de canal de venda.

Então, se você vende ou pretende vender em marketplaces — como Mercado Livre, Amazon, B2W, Shopee etc —, o uso do SKU irá facilitar toda a logística da sua loja, permitindo que você gerencie suas vendas com mais facilidade.

Vale lembrar que essa organização dos códigos deve ser feita de maneira planejada. Portanto, não deixe para a última hora, só no momento em que estiver cadastrando seus no site do marketplace. Prepare essa lista com antecedência para evitar confusões e retrabalhos.

💡 Saiba mais: Como vender em marketplace?

Qual a importância do SKU para um e-commerce?

Se você tem ou quer montar uma loja virtual, sem dúvidas, cadastrar seus produtos com o SKU irá tornar a sua rotina mais organizada.

Assim, se a sua loja for criada em uma plataforma de e-commerce — como a Nuvemshop, por exemplo —, ter suas mercadorias devidamente listadas com o SKU vai permitir que você faça um gerenciamento mais eficiente do seu negócio como um todo.

Crie sua loja virtual e venda pela internet
Crie sua loja virtual e venda pela internet pelo seu computador

Como falamos anteriormente, esse processo facilita a classificação dos itens para venda, o controle de estoque e a logística de entregas.

No decorrer deste conteúdo você aprende como usar o SKU em uma loja Nuvemshop.

Como criar um código SKU?

Se você trabalha com planilhas de controle ou algum sistema de ERP específico, aqui vão algumas dicas de como criar um SKU e organizar seus produtos:

  1. Organize os códigos com os respectivos produtos para que não haja confusão;
  2. Crie códigos que combinem caracteres alfabéticos e numéricos;
  3. Use a lógica para criar códigos que tenham relação com as características do produto;
  4. Evite códigos extensos, uma média de nove a dez caracteres é o ideal.

Veja um exemplo prático a seguir:

Vamos imaginar que o seu produto é uma mochila da Nike, na cor preta, de tamanho único. Então, utilizando apenas letras, o SKU do produto poderia ser: NIKMOCUPR

  • NIK: Nike
  • MOC: Mochila
  • U: Único (tamanho)
  • PR: Preto (cor)

Caso você já tenha um padrão numérico para algumas dessas características, poderá substituí-las por números. Por exemplo: NIK15U7510

  • NIK: Nike
  • 15: Código para o item “mochila”
  • U: Único (tamanho)
  • 7510: Código para a cor preta

Já deu para ter uma ideia de como é prático usar este código, não é? Agora, para transformá-lo em uma sequência de barras e facilitar a leitura dos produtos do seu negócio, utilize a nossa ferramenta:

👉 Ferramenta grátis: Gerador de código de barras

Quais os cuidados ao criar um SKU?

Um dos principais cuidados que precisam ser tomados ao criar um código SKU é o de evitar o uso de caracteres especiais nas sequências numéricas e/ou alfabéticas. Isso porque, em alguns marketplaces do mercado, símbolos como hífen (-) e barra (/) não são aceitos e podem causar um erro na validação do cadastro.

Além disso, evite criar sequências cronológicas e sem muito critério, como “produto01”, “produto02” e “produto03”. Com essa prática, dificilmente será possível identificar e apontar todas as características importantes sobre cada produto.

SKU, código de barras e código EAN: qual a diferença?

Algumas das dúvidas que rodeiam o código SKU têm relação com o código EAN e o código de barras. Porém, embora sejam semelhantes em sua estrutura, estes códigos são aplicados de formas completamente diferentes. Entenda melhor na sequência:

Código de barras

Os códigos de barras são sequências alfanuméricas utilizadas para identificação de produtos e controle do estoque. Ué, mas isso não é a mesma coisa que o SKU? 🤔

Não, a diferença entre os dois é que o código de barras precisa de um aparelho que faça sua leitura, já que além da sequência de caracteres, ele acompanha uma ilustração gráfica em formato de barras pretas e brancas.

O principal objetivo deste código é agilizar os processos de compra, evitando que seja necessária a digitação da sequência, uma vez que os aparelhos fazem uma rápida leitura do código por meio de uma tecnologia infravermelho.

💡 Saiba mais: Como criar código de barras para produtos em 7 passos

Código EAN (European Article Number)

É um número de identificação usado para padronizar os produtos. O código funciona como o RG da mercadoria. Por exemplo: se você vende uma bolsa de uma marca que é popular no Brasil e nos Estados Unidos, esse acessório terá o mesmo EAN em ambos países.

Você só precisa criar um código EAN se tiver uma marca própria, já que as lojas em atividade no mercado já têm seus códigos definidos.

Entretanto, para o uso de ferramentas importantes, como o Google Shopping, o cadastro do código EAN é obrigatório. Então, mesmo que seja possível manter uma operação de vendas online ativa sem usar os códigos, a prática é recomendada para manter seu negócio regularizado e apto às ferramentas que podem te ajudar a potencializar suas vendas.

Como usar o SKU no e-commerce com a Nuvemshop?

Para que o estoque da sua loja virtual tenha boa organização, cadastrar somente os nomes, variações e descrições dos produtos não é suficiente. É preciso trabalhar com um sistema mais assertivo de identificação dos itens. Isso irá garantir que você saiba exatamente o que tem no seu estoque.

Contudo, se você já tem uma loja Nuvemshop, este processo fica mais fácil. No painel administrativo da sua loja Nuvem, é possível criar os produtos com todas as informações centralizadas na mesma página, incluindo o SKU e o código de barras.

Para fazer isso, basta acessar o painel administrativo e clicar em Produtos > Lista de Produtos > Adicionar um produto — veja no gif abaixo:

Imagem mostrando o passo a passo para criar um produto em uma loja Nuvemshop

Ao criar um novo item, você definirá suas informações, como nome, descrição, preço original e promocional, estoque, variações, peso, dimensões, códigos de barra e o SKU. Observe a seguir:

Imagem mostrando como criar um SKU em um produto de uma loja Nuvemshop

Com todas as informações devidamente cadastradas, será possível localizar os itens da loja dentro do seu painel administrativo com mais praticidade através do SKU:

Imagem mostrando como pesquisar por um produto através do SKU dentro de uma loja Nuvemshop

Crie a sua loja virtual e venda pela internet
Testar 30 dias grátis

Resumo

A princípio, o SKU pode parecer um bicho de sete cabeças, mas não se deixe intimidar! Boas práticas como esta podem te ajudar a manter uma boa organização do seu negócio, o que é essencial para trilhar um caminho de sucesso.

Aproveitando, que tal dar uma olhada no nosso artigo sobre gestão de operações e logística?

Antes de ir embora, confira um resumo do conteúdo:

O que é SKU?

O código SKU é um conceito logístico criado para ajudar no controle e organização do estoque das lojas.

Para que serve o SKU?

  1. Classificação do produto
  2. Controle de estoque
  3. Otimização da logística de postagem

Como criar um código SKU?

  1. Organize os códigos com os respectivos produtos para que não haja confusão
  2. Crie códigos que combinem caracteres alfabéticos e numéricos
  3. Use a lógica para criar códigos que tenham relação com as características do produto
  4. Evite códigos extensos, uma média de nove a dez caracteres é o ideal

Quais os cuidados ao criar um SKU?

  • Evitar os caracteres especiais
  • Evitar o uso de sequências cronológicas e sem critério

SKU, código de barras e código EAN: qual a diferença?

  • Código de barras: sequências alfanuméricas utilizadas para identificação de produtos e controle do estoque, mas que podem ser lidos pela tecnologia infravermelho
  • Código EAN: número de identificação usado para padronizar os produtos, como se fosse o RG da mercadoria

E, se você chegou neste artigo e ainda está pensando em criar sua loja virtual, te convidamos a conhecer a plataforma da Nuvemshop. Faça o teste de 30 dias grátis e comece a vender online ainda hoje!

Aqui você encontra:

Faça como +90 mil lojas e
crie a sua Nuvemshop

Testar 30 dias grátis
Crie a sua loja na Nuvemshop

Quer mudar de vida vendendo pela internet?

Crie agora sua loja virtual com a Nuvemshop e venda de maneira profissional.

Criar minha loja

Nosso site utiliza cookies para te proporcionar uma melhor experiência. Ao acessar o site da Nuvemshop, você concorda com a nossa Política de Privacidade e Cookies