O que é Just in time e como ele influencia a produtividade?

Imagem mostra equipe conversando e fazendo controle de estoque para produção em fábrica, exemplificando como funciona o just in time

Pontos principais do artigo:

  • Just in time (JIT) é um sistema de gestão que tem como objetivo eliminar desperdícios e aumentar a eficiência;
  • O conceito trabalha com a produção sob demanda, ou seja, produzir somente o que for necessário, conforme a necessidade;
  • Os pilares do JIT envolvem a melhoria contínua de processos e qualidade dos produtos, além de suprir as necessidades dos clientes com precisão;
  • Para ajudar a sua empresa a implementar essa metodologia, conte com a nossa planilha de controle de estoque.

Na busca pela melhor metodologia de gestão de produção para suas empresas, muitos líderes esbarram no conceito just in time. Mais do que um conjunto de ferramentas, a filosofia tem como propósito aumentar a produtividade, reduzindo os desperdícios.

Ainda que sua implementação seja complexa, os benefícios que proporcionam compensam qualquer tipo de adequação.

Que tal conhecer tudo sobre o just in time e entender se ele é apropriado para a sua realidade? Vem com a gente! 😉

Crie sua loja virtual e venda pela internet
Crie sua loja virtual e venda pela internet pelo seu computador

O que é just in time?

Just in time, ou simplesmente JIT, significa “na hora certa” e é uma estratégia de gestão de produção que tem como objetivo aumentar a eficiência e evitar desperdícios na cadeia produtiva. O objetivo é produzir conforme a demanda — nem mais, nem menos.

Foi desenvolvida e aplicada nas fábricas da Toyota na década de 1970, e inicialmente se aplicava à manufatura. Atualmente, o conceito pode ser estendido também para o varejo, uma vez que considera a otimização de processos como um todo e o alinhamento da produção com a procura.

💡 Saiba mais: O que é backoffice?

Como funciona o just in time?

O just in time funciona por meio de um planejamento estratégico eficiente, que ajusta precisamente o momento de adquirir os insumos necessários para atender aos pedidos dos clientes e a quantidade apropriada.

Para isso, é necessário que haja disciplina e comprometimento de toda a equipe com os pilares produtivos estabelecidos, a fim de padronizar os processos e extrair o máximo da capacidade produtiva.

A filosofia JIT apoia-se em alguns conceitos principais, que são:

  • Eliminação de desperdícios;
  • Melhoria contínua;
  • Foco nas necessidades dos clientes.

A seguir, conheça cada um deles:

Eliminação de desperdícios

O just in time destaca a importância de identificar e eliminar todos os processos e tarefas que não agregam valor para um produto. Como exemplo, temos o desperdício de tempo ou recursos, o excesso de produção ou estoque, defeitos de fabricação ou logística problemática.

💡 Saiba mais: O que é acuracidade de estoque e como calcular?

Melhoria contínua

Esse pilar se baseia na qualidade, essencial para prevenir defeitos e evitar retrabalho ou prejuízos. Desse modo, os colaboradores buscam sempre identificar maneiras de melhorar os processos e a performance, acabando com as ineficiências.

Foco nas necessidades dos clientes

O método JIT orienta a conhecer profundamente o público, com o intuito de alinhar a produção e entregar exatamente o que o consumidor deseja. Assim, a execução começa somente quando há demanda, evitando o acúmulo de estoque para garantir uma entrega de qualidade e dentro do prazo para o público.

Além desses tópicos, há também a preocupação com o engajamento e orientação dos funcionários, já que a colaboração é crucial para que o just in time obtenha sucesso em uma empresa e renda bons frutos.

Ao mesmo tempo, escolher bons fornecedores também é decisivo para garantir a entrega dos produtos no tempo certo, com um valor acessível.

Quais as vantagens do just in time?

Há diversas vantagens em aderir ao just in time, que ultrapassam as barreiras da indústria. Entenda as principais para dimensionar quão impactante ela pode ser para um negócio:

  • Redução de custos;
  • Diminuição de estoque e perdas;
  • Aumento na qualidade dos produtos;
  • Maior competitividade;
  • Satisfação dos clientes.

Em seguida, compreenda cada uma delas detalhadamente:

Redução de custos

O just in time surgiu no Japão, em um contexto de crise e escassez, o qual era imprescindível usar os recursos da forma mais eficiente possível. Pensando nisso, a técnica tem como fundamento básico o aprimoramento de processos para redução de custos e eliminação de desperdícios.

Isto posto, uma das prioridades é o foco na eficiência financeira, o que resulta em um caixa mais saudável para a empresa e direcionamento de recursos para melhoria e inovação.

💡 Saiba mais: Como fazer planejamento financeiro empresarial? [passo a passo]

Diminuição de estoque e perdas

Uma vez que a produção é iniciada somente quando há demanda, o estoque é reduzido consideravelmente, o que evita perdas por deterioração ou armazenamento prolongado.

Além disso, como sabemos, estoque parado significa dinheiro parado — algo que nenhuma empresa deseja.

Por fim, a atenção à logística de produção e à eliminação de estoque também pode gerar economia em relação ao espaço contratado para armazenar os itens, visto que não requer uma grande área para essa finalidade.

💡 Saiba mais: O que é custo de estoque e como gerenciar de forma eficiente?

Aumento na qualidade dos produtos

Com o objetivo de minimizar os erros no processo produtivo, os produtos são feitos com mais atenção e cuidado, fazendo com que a qualidade seja um destaque da técnica JIT.

Ao mesmo tempo, como os ciclos de produção são mais curtos, é mais fácil coletar os feedbacks dos clientes e melhorar o produto para o próximo ciclo.

Maior competitividade

Ao produzir com mais eficiência e com foco em redução de custos e danos, o valor final dos produtos diminui, fazendo com que a empresa tenha uma maior margem de lucro ou possa fazer ações promocionais que a destacam de seus concorrentes.

Ainda, como as atividades são feitas de acordo com a demanda, também é possível flexibilizar a produção para atender ao mercado com rapidez, caso haja oscilações ou sazonalidade, e ficar, assim, sempre à frente da concorrência.

💡 Saiba mais: Como definir um preço competitivo para seus produtos?

Satisfação dos clientes

Por último, mas não menos importante, o motivo da adesão ao modelo just in time é justamente em prol dos consumidores da marca e de como satisfazer suas vontades.

Sendo assim, ao produzir com mais agilidade e qualidade, com preços competitivos, automaticamente a empresa fica propensa a fidelizar clientes e gerar mais vendas.

💡 Saiba mais: O que é gestão de pedidos e como escolher o software ideal?

Como implementar o just in time?

Embora o just in time seja um método de gestão de processos muito vantajoso e utilizado, existem alguns desafios para a sua implantação.

Isso porque a técnica exige um planejamento estruturado para ser aplicada, além de adaptação, tanto da cultura organizacional, quanto dos colaboradores.

Além disso, ela funciona melhor em segmentos em que há maior previsibilidade de pedidos, por conta do baixo volume de estoque que gera.

De qualquer forma, é possível, sim, fazer com que a sua empresa aproveite os benefícios do JIT, por meio de alguns passos:

  1. Oriente a liderança;
  2. Mapeie o processo produtivo;
  3. Defina metas;
  4. Treine os colaboradores;
  5. Monitore os dados e resultados.

Entenda como proceder em cada uma dessas etapas:

1. Oriente a liderança

Para ter sucesso, é fundamental que a alta liderança e os gestores estejam alinhados com as mudanças que ocorrerão no dia a dia, para que guiem e impulsionem os funcionários a seguir os processos corretamente. Afinal, o just in time precisa de controle e colaboração para ser estabelecido.

2. Mapeie o processo produtivo

Antes de mais nada, é crucial que todas as etapas do processo de produção e envio sejam identificadas e detalhadas, com o objetivo de encontrar falhas e oportunidades de melhoria. Para isso, conte com as ferramentas de gestão, que oferecem o suporte necessário para que a empresa caminhe na direção correta e otimize os resultados.

Inclusive, é possível combinar o JIT com o PCP, metodologia utilizada para gerenciamento de produção e coordenação de entregas, para alcançar resultados ainda mais expressivos.

💡 Saiba mais: O que é WMS e como escolher o melhor para a sua empresa?

3. Defina metas

Por falar em direcionamento, também é essencial que a empresa trace metas voltadas à melhoria dos processos e à redução de estoque, desperdícios e custos, bem como à qualidade dos produtos e serviços prestados.

Como exemplo, pode-se estabelecer a diminuição de estoque em 15%, a eliminação de retrabalho em 10% e assim por diante.

4. Treine os colaboradores

Em seguida, realize treinamentos com os colaboradores sobre a nova metodologia de trabalho, quais são seus fundamentos, as técnicas a serem utilizadas para cumprir com o JIT e as metas estabelecidas. Isso ajudará no engajamento na transição, além de evitar falhas na cadeia.

5. Monitore os dados e resultados

Por fim, os dados de produção devem estar sempre organizados e atualizados, para que haja acompanhamento dos resultados obtidos e que novas estratégias sejam traçadas, caso haja necessidade.

💡 Saiba mais: O que é sistema de gestão e por que adotar no negócio?

Crie sua loja virtual e venda pela internet
Crie sua loja virtual e venda pela internet pelo seu computador

Compreendeu o que é just in time?

O JIT é, além de uma técnica de produtividade para empresas, uma filosofia de gestão. Por meio dela, demanda e produção caminham extremamente alinhadas, fazendo com que haja desperdício mínimo de matéria-prima.

Aderir ao modelo traz inúmeros benefícios, mas a implementação tem que ser feita de forma gradativa e planejada para que a produção aconteça com precisão e não prejudique a entrega dos produtos.

E, se você quer atender às demandas de seus clientes de forma automatizada e prática, otimizando os recursos que possui, que tal criar uma loja virtual grátis na Nuvemshop? Conte com a plataforma de e-commerce líder na América Latina para organizar seus produtos e atender as suas encomendas de maneira integrada, simples e prática! 💙

Aqui você encontra:
Perguntas frequentes sobre just in time

Just in time, significa “na hora certa” e é uma metodologia de gestão de produção, em que a empresa trabalha de maneira precisa para atender à demanda. Dessa forma, a compra de materiais e todo o processo produtivo são programados para ocorrer no momento correto.

O just in time tem como objetivo mapear e organizar as etapas de produção, coordenando-as com os pedidos dos clientes, a fim de evitar desperdícios, controlar estoque e entregar os produtos no prazo combinado.

Para aderir ao just in time a empresa deve organizar os processos, definir metas, orientar e treinar os colaboradores e monitorar os resultados, sempre com o objetivo de gerar melhoria contínua.

Faça como milhares de negócios e crie a sua loja

Criar loja grátis

Nosso site utiliza cookies para te proporcionar uma melhor experiência. Ao acessar o site da Nuvemshop, você concorda com a nossa Política de Privacidade e Cookies