Como vender produtos importados na sua loja virtual?

Por: Talitha Adde

Vista de cima de navio com contêineres representa como vender produtos importados

Aqui você encontra:

O segmento de importação vem ganhando espaço de vendas em lojas virtuais. De acordo com o Fazcomex, entre janeiro e dezembro de 2020, o país importou o total de US$ 158 bilhões, resultado do comércio com países como China e Estados Unidos. Nesse cenário, saber como vender produtos importados pode ser altamente lucrativo para e-commerces.

Por isso, se você tem pesquisado sobre quais produtos importados vender legalmente e como fazê-lo, chegou ao artigo que vai te ajudar a tirar esse plano do papel! Ao longo deste conteúdo, você ficará por dentro dos assuntos essenciais para ter sucesso com a sua loja virtual de importados.

Então, vamos lá?

Como vender produtos importados pela internet?

Antes de começar a lucrar com esse segmento, para que você possa se destacar à frente da concorrência, é preciso trabalhar a estratégia do seu negócio virtual.

Essa etapa nada mais é do que fazer um planejamento para que você não encontre imprevistos durante a gestão do seu e-commerce.

💡 Saiba mais: O que é e-commerce?

1. Escolha seu nicho de mercado

O primeiro passo é definir em qual segmento de mercado de produtos importados a sua loja vai se especializar. E, mais do que isso, ao definir um nicho, você encontra um espaço pouco explorado dentro do setor que escolher.

Para que você possa entender melhor, vamos com um exemplo na prática: pense que você quer importar e revender perfumes. Agora, imagine a quantidade de lojas desse tipo no mercado. Qual vai ser o seu diferencial? Algumas alternativas seriam:

  • Condições de fretes grátis;
  • Preços baixos;
  • Linhas não comercializadas no Brasil;
  • Originalidade.

Esses são apenas alguns aspectos, mas você pode imaginar aquilo que vai diferenciar a sua loja virtual no mercado.

💡 Saiba mais: O que é e como definir seu nicho de mercado

2. Defina o seu público

Depois de escolher o seu nicho de atuação, você deve definir para quem vai vender os seus produtos importados, ou seja, o seu público-alvo.

Para que você defina com clareza quem é o potencial comprador da sua loja, é preciso responder certas perguntas para te ajudar nesse processo. Algumas que podemos destacar são:

  • Qual é a idade média do seu cliente?
  • Com qual gênero o seu produto conversa?
  • De quais cidades são os seus compradores?
  • Qual o poder aquisitivo do seu público-alvo?
  • Quais necessidades do seu cliente o seu produto resolve?

Respondendo a essas questões, você pode começar a imaginar quem é o seu público-alvo.

💡 Saiba mais: Definindo o alcance do seu negócio: qual é o seu público-alvo?

3. Tenha uma loja virtual

Ter uma loja virtual pode ser lucrativo e prático para quem deseja vender produtos importados.

Isso sem contar que já existem plataformas de e-commerce que automatizam diversos processos de logística nacionais e internacionais, simplificando a gestão do e-commerce.

Aqui, vale destacar que a escolha do sistema é determinante para os resultados alcançados. Por isso, caso você ainda esteja pesquisando soluções, te convido a conhecer a Nuvemshop para criar a sua loja online.

Além de fazer integração com plataformas de dropshipping — uma modalidade de vendas na qual o vendedor não mantém nenhum produto em estoque —, é possível criar uma vitrine virtual personalizada e integrá-la com meios de pagamento e gateways de frete.

Crie sua loja virtual
Testar 30 dias grátis

4. Venda os produtos em marketplaces

Vender produtos importados em marketplaces, como o Mercado Livre, a Amazon e a Shopee, pode ser uma boa estratégia para lucrar com esse segmento.

Esses canais de venda, geralmente, contam com uma certa credibilidade e recebem alto volume de pesquisas. Dessa forma, fica mais fácil para que os seus produtos tenham maior alcance e atinjam potenciais clientes de outros estados, por exemplo.

Além disso, se você tem uma loja virtual, você pode fazer a integração do seu e-commerce com os marketplaces.

Dessa forma, você consegue centralizar todas as suas vendas em uma única plataforma e proporcionar maior visibilidade para os produtos importados da sua loja virtual.

5. Fique por dentro das normas de importação

Vender produtos importados é uma atividade legal quando as leis de importação são seguidas corretamente. Por isso, para quem deseja lucrar com esse segmento é essencial regularizar a empresa.

A primeira etapa é consultar no site da Receita Federal se o CNPJ (Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica) do seu negócio está em situação regular e se a atividade de importação consta como parte do objeto social da sua empresa.

Em seguida, é preciso habilitar a sua empresa no Sistema Integrado de Comércio Exterior (Siscomex), um sistema utilizado pelo governo brasileiro para monitorar a exportação e importação de produtos no país.

6. Escolha fornecedores de qualidade

Aqui, é importante levantar os principais fornecedores internacionais que atuam em seu mercado e conferir a reputação da empresa em sites de vendas.

Uma dica para esta etapa é entrar em contato com a empresa antes de contratar o serviço para verificar a disponibilidades dos produtos e a forma de entrega para o Brasil.

Outra opção, também, é fazer compras como teste para verificar a qualidade do produto e os prazos de entrega.

💡 Saiba mais: Como encontrar fornecedores de produtos importados no Brasil?

7. Defina a logística de importação

Ao optar por vender produtos estrangeiros, você deve avaliar se fará importação direta ou se irá escolher entre o Importa Fácil e o dropshipping.

Na modalidade de importação direta, você deve realizar a compra do produto do seu fornecedor antecipadamente e armazená-la em estoque, já em território nacional.

Já o Importa Fácil é uma facilidade oferecida pelos Correios. A principal vantagem é que você pode contratar, por uma taxa extra, os serviços dos próprios Correios para despacho da sua mercadoria para regiões do Brasil

No dropshipping, você pode vender sem estoque. Ou seja, para cada compra feita na sua loja, você deverá entrar em contato com o seu fornecedor e solicitar que ele envie a mercadoria diretamente ao endereço do seu cliente.

Ilustração mostrando como funciona o dropshipping

Conheça todos os detalhes sobre o dropshipping no vídeo abaixo:

💡 Saiba mais: Guia completo para importar produtos e vender na sua loja virtual

8. Informe o tempo de entrega dos produtos

Caso você opte por não ter um estoque próprio, é importante considerar que o tempo de envio de mercadorias será maior.

Por isso, considere ter o prazo exato de entrega da mercadoria na descrição dos produtos.

Esse ponto reforça o comprometimento da sua marca com o cliente em todos os aspectos do seu negócio, além de deixá-lo mais seguro, reduzindo a chance de insatisfação e, consequentemente, reclamações sobre a sua loja virtual.

9. Precifique os produtos importados

Essa é uma etapa muito importante para garantir o lucro com a venda de produtos importados.

Além do valor efetivamente pago pela mercadoria, o preço final deve levar em conta os valores de impostos cobrados pela importação.

É importante, então, realizar uma pesquisa de mercado que forneça informações referentes ao valor que tem sido cobrado pela concorrência que opera no mesmo nicho.

Nesse quesito, é comum que a margem de lucro por mercadoria seja maior quando se trata do segmento de importação, mas lembre-se de estabelecer um preço competitivo para garantir a saúde financeira do seu negócio.

💡 Saiba mais: Guia completo sobre precificação de produtos

10. Emita notas fiscais

Para fazer a revenda de produtos estrangeiros, é importante emitir notas fiscais para todas as mercadorias importadas, com o CPF do responsável ou o CNPJ da empresa.

Garanta sempre a emissão adequada das notas, tanto para empresas fornecedoras, na moeda da compra, quanto para os clientes, com o valor da venda.

Uma nota fiscal certifica que as mercadorias são legalizadas e registradas — por isso a sua importância.

11. Trabalhe na divulgação dos seus produtos importados

Por fim, uma etapa importante para promover o seu negócio é saber como divulgá-lo. Criar ações de marketing digital são essenciais para que o público-alvo conheça a sua loja virtual e possa acessá-la para fazer compras.

Para isso, você pode trabalhar com marketing de conteúdo, ou seja, estratégias não pagas como um blog otimizado para SEO (otimização de mecanismos de busca). Além disso, faça publicações nas redes sociais ou ações pagas, como anúncios no Google e nas mídias sociais.

O primeiro passo é criar perfis em mídias sociais. Se você vende roupas importadas, por exemplo, o Instagram e o Pinterest podem ser boas opções devido ao apelo visual que proporcionam.

Além disso, você também pode vender produtos pelo Facebook, que permite que você crie uma vitrine virtual personalizada com facilidade.

Se você vende por um e-commerce, por exemplo, é possível integrar a sua loja virtual com o Facebook e expor os seus produtos para um público mais abrangente.

💡 Saiba mais: Guia completo de marketing digital

Crie sua loja virtual e venda pela internet
Crie sua loja virtual e venda pela internet pelo seu computador

Vantagens de vender produtos importados

Vender produtos importados faz com que a sua empresa se destaque no mercado. Com a revenda de produtos de alta qualidade e preços competitivos, o segmento de importação pode colocar o seu negócio à frente da concorrência.

Veja, agora, alguns benefícios de entrar para o segmento da importação:

1. Preços atrativos

Com uma dinâmica altamente produtiva, os mercados internacionais oferecem preços de mercadorias reduzidos e mais atrativos.

Mesmo com o alto valor do dólar e todos os encargos tributários, importar de mercados estrangeiros pode ser vantajoso, já que você terá acesso a produtos de qualidade, produzidos com tecnologia de ponta.

2. Maior variedade de produtos

Vender produtos importados não restringe a sua loja virtual a apenas uma linha de mercadorias.

Existe uma variedade imensa, que atende a diferentes mercados, permitindo que você avalie quais as opções mais interessantes e com melhor aceitação por parte do seu público.

Você pode, até mesmo, oferecer produtos que não estão disponíveis para venda no Brasil. A importação viabiliza trazer versões exclusivas, lançamentos e categorias diversas, destacando o seu e-commerce em seu nicho de atuação.

Isso acontece porque o público passa a ter mais interesse por sua proposta, principalmente se você trabalhar estratégias para fidelizar clientes.

3. Alta tecnologia de produção

Empresas estrangeiras investem em tecnologias para tornar a produção mais automatizada. A robotização de processos corporativos, ou Robotic Process Automation (RPA), em inglês, é uma aplicação capaz de automatizar atividades humanas por meio de armazenamento, interpretação e processamento de dados.

A automatização de processos na indústria, além de substituir a mão de obra, aprimora processos e aumenta a produtividade.

Com a tecnologia, a empresa ganha com o aumento da qualidade dos produtos ou serviços. Desse modo, você pode garantir melhor reputação à sua loja virtual a longo prazo.

Melhores produtos importados para venda

Agora que você já sabe como vender produtos importados e quais são suas vantagens, é fundamental conhecer os melhores produtos para revender no Brasil.

Assim, as suas chances de crescimento se ampliam e fica mais fácil ter sucesso com as suas vendas.

Veja, agora, quais são os melhores produtos importados para vender no Brasil:

1. Roupas

Marcas de roupas internacionais costumam ter valor elevado quando vendidas pelas formas tradicionais e lojas oficiais no Brasil.

Além disso, vender roupas online costuma gerar bons lucros, já que o segmento tem alta de demanda o ano inteiro e atende aos mais variados públicos. De acordo com o NuvemCommerce, relatório anual da Nuvemshop, o segmento de moda foi responsável por 42% das vendas em 2020.

O motivo para revender roupas importadas no Brasil é simples: é possível comprar mais barato e revender por preços mais atrativos do que lojas nacionais, mantendo uma boa margem de rendimento por cada peça vendida.

💡 Saiba mais: Como montar uma loja virtual de roupas?

2. Cosméticos e perfumaria

A área de cosméticos é uma das que mais crescem ao longo dos anos e pode ser ótima para a importação e revenda.

Segundo o provedor de pesquisa de mercado Euromonitor International, o Brasil é o quarto maior mercado de beleza e cuidados pessoais do mundo — são exemplos cosméticos, perfumes e produtos para higiene bucal. O país fica atrás apenas de Estados Unidos, China e Japão.

Assim como as roupas, esses produtos são vendidos a preços mais baratos no exterior e têm forte retorno financeiro, além de serem fáceis de serem vendidos.

3. Aparelhos eletrônicos

A busca por aparelhos eletrônicos é muito grande no Brasil, principalmente por marcas de renome internacional, como a Apple.

Por mais que a procura seja grande, infelizmente, por conta dos altos tributos, tais produtos têm preço elevado no mercado brasileiro, o que reduz consideravelmente o número de compras neste segmento.

Essas questões fazem com que a revenda desses produtos, principalmente por importação, seja um ramo lucrativo para o seu negócio.

Viu como é fácil vender produtos importados? 😉

Resumo

Ao longo deste artigo, você viu como vender produtos importados em sua loja virtual.

Para tal atividade é importante revender as mercadorias com a documentação correta conforme a Receita Federal. Além disso, fique atento também ao fato de que algumas mercadorias necessitam de licença especial para circularem no país.

Antes de terminar, veja um resumo desse conteúdo:

Como vender produtos importados pela internet?

  1. Escolha seu nicho de mercado
  2. Defina o seu público
  3. Tenha uma loja virtual
  4. Venda os produtos em marketplaces
  5. Fique por dentro das normas de importação
  6. Escolha fornecedores de qualidade
  7. Defina a logística de importação
  8. Informe o tempo de entrega dos produtos
  9. Precifique os produtos importados
  10. Emita notas fiscais
  11. Trabalhe na divulgação dos seus produtos importados

Vantagens de vender produtos importados

  1. Preços atrativos
  2. Maior variedade de produtos
  3. Alta tecnologia de produção

Melhores produtos importados para venda

  1. Roupas
  2. Cosméticos e perfumaria
  3. Aparelhos eletrônicos

Agora você já pode começar a vender produtos importados pela internet! Se você já vende online, mas procura por uma plataforma de e-commerce que faça a integração com marketplaces e dropshipping, te convido a conhecer a Nuvemshop.

E, se você ainda não tem uma loja virtual, que tal fazer um teste gratuito por 30 dias com a nossa plataforma? 💙

Faça como +80mil lojas e
crie a sua Nuvemshop

Testar 30 dias grátis
Crie a sua loja na Nuvemshop

Quer vender produtos importados pela internet?

Crie sua loja Nuvemshop e comece a vender de uma forma profissional.

Testar 30 dias grátis

Nosso site utiliza cookies para te proporcionar uma melhor experiência. Ao acessar o site da Nuvemshop, você concorda com a nossa Política de Privacidade e Cookies