O que é cross border e como fazer no e-commerce?

Por: Victoria Salemi

Parte de cima de globo terrestre representa o comércio cross border

Uma pesquisa realizada pelo IPC (International Post Corporation), feita com quase 36 mil usuários, mostrou que 43% das compras são feitas em e-commerces dos Estados Unidos ou da China. No Brasil, a tendência é ainda maior, sendo 83% das vendas vindas desses países. Essa pesquisa foi feita em 2019 e, na época, o cross border já faturava mais de R$6 bilhões anualmente.

Esses números podem até parecer pequenos quando comparados com o comércio tradicional, já que o ticket médio das vendas de cross border costuma ser menor. Quando olhamos o número de encomendas, no entanto, tudo muda: uma em cada quatro pedidos são feitas em sites de fora. Bastante expressivo, não?

Por isso, vale a pena conhecer a fundo essa modalidade de comércio. Então, continue conosco e saiba tudo sobre o comércio cross border!

Crie sua loja virtual e venda pela internet
Crie sua loja virtual e venda pela internet pelo seu computador

O que é uma operação cross border?

Uma operação cross border é aquela que ultrapassa fronteiras de países. Por exemplo, quando você está no Brasil e compra um produto que vai vir da China, essa é uma operação cross border.

O dropshipping internacional é um famoso tipo de cross border. Nele, o lojista recebe os pedidos, mas quem os envia ao consumidor final é o fornecedor. Quando esse parceiro é de outro país, a operação caracteriza-se como cross border.

Ilustração mostrando como funciona o dropshipping

Como você já pode imaginar, a operação cross border é bem mais complicada e burocrática do que a nacional. Isso porque tanto o país que exporta quanto o que importa têm suas próprias regras, processos e exigências.

Quer um exemplo? Existem diversos produtos, principalmente alimentícios, que não podem entrar no Brasil por questões de saúde pública, em prol da não disseminação de pragas e doenças. Assim, qualquer país que queira vender em território brasileiro precisa seguir essas regras.

Como funciona a logística no cross border?

Como dá para imaginar, a logística no cross border é mais complexa e precisa ser mais robusta do que a logística para e-commerce.

O comércio transfronteiriço exige um operador que tenha atuação e experiência comprovada, infraestrutura de qualidade para o transporte por longas jornadas e colaboradores bilíngues (ou até poliglotas), que sejam capazes de resolver questões burocráticas em diversos países.

Assim, de modo geral, a logística no cross border funciona da seguinte forma:

  1. Primeiro, a compra precisa ser realizada e o pedido, faturado na moeda do país em que a empresa vendedora se localiza;
  2. O item será separado em estoque e enviado para a transportadora, iniciando a rota do frete internacional;
  3. Na saída, existe a necessidade de cumprir todas as exigências dos protocolos de exportação daquele país;
  4. Na entrada no país de destino, será necessário passar por todas as exigências de importação do território em questão;
  5. A mercadoria entra em rota nacional até sua chegada ao destinatário.

Aqui, é importante ressaltar que essa logística não precisa ser realizada inteiramente por apenas uma empresa. A Jadlog, por exemplo, é uma empresa brasileira que trabalha com operações de cross border. Ela faz parte do grupo logístico DPD e utiliza a estrutura da empresa em suas operações internacionais.

Como funciona o pagamento no cross border?

No cross border, é necessário ter sistemas de pagamento especializados em operações internacionais. Além disso, os meios de pagamento variam muito pelo mundo e, por isso, você precisa pesquisar bastante sobre o seu público-alvo para saber qual opção escolher.

Na Alemanha, por exemplo, apenas 30% dos pagamentos são feitos por cartões de crédito das bandeiras Visa, Mastercard e American Express, contra quase 100% na Espanha. Você imaginaria algo assim? Ou, ainda, que muitos consumidores dos países asiáticos preferem fazer o pagamento em dinheiro no momento da entrega?

Com uma loja Nuvemshop, é possível usar o PayPal como meio de pagamento. Ele permite que o lojista receba pagamentos internacionais, sendo uma excelente opção para quem quer vender para outros países por meio do e-commerce.

💡 Saiba mais: Como funciona o PayPal e como usá-lo para cobranças online?

Crie sua loja virtual
Testar 30 dias grátis

Como ter uma operação cross border no e-commerce?

Agora que você entende como o cross border funciona e sua grande relevância no cenário mundial, vamos dar uma olhada em algumas formas de ter uma operação cross border. Confira as dicas:

Escolha o tipo de exportação

Existem duas formas de fazer exportações no cross border, sendo elas:

  • Direta: você e sua empresa fazem o contato direto com os clientes de outros países e se tornam responsáveis por toda a entrega e distribuição dos produtos, assim como a gestão da parte burocrática do negócio. Apesar de essa opção contar com a isenção de ICMS e IPI, ela não é muito comum;
  • Indireta: aqui, você contrata os serviços de uma empresa responsável pela distribuição, entrega da mercadoria e parte burocrática do negócio. Ou seja, você realiza a venda, mas não tem contato direto com o cliente final.

💡 Saiba mais: Quais são e como funcionam os impostos sobre produtos importados?

Estude seu mercado

Existem diversos pontos que você precisa estudar ao vender para o mercado externo. Isso porque os costumes e hábitos de consumo podem ser completamente diferentes.

Então, considere pesquisar sobre os seguintes pontos antes de iniciar um e-commerce cross border:

  • A relação das pessoas naquele local com o produto que você deseja vender;
  • Eventuais sazonalidades;
  • Seus concorrentes mais agressivos;
  • Meios de pagamentos preferidos;
  • Preferências em relação às cores.

Esse último pode até parecer estranho para você. No entanto, as cores do luto, por exemplo, variam muito pelo mundo. E você não quer transmitir um ar mórbido em seu site, não é mesmo?

Encontre parceiros de sucesso

Para atingir o sucesso, você precisa andar com os melhores. Por isso, ao escolher seus fornecedores e parceiros, tenha bastante consideração. Pesquise sobre o controle de qualidade daquela empresa, bem como seu relacionamento com seus clientes. Afinal, a credibilidade do seu negócio não vai depender somente de você.

Por isso, é necessário ter muita atenção nessa escolha, principalmente em operações internacionais. Quando falamos do frete, por exemplo, os Correios oferecem contratos para envios internacionais com seguro das mercadorias. Esse serviço é chamado de Correios Internacional.

Tenha uma excelente plataforma de e-commerce

Para entrar no mercado de e-commerce cross border, você precisará de uma plataforma robusta. Afinal, você vai precisar vender em diversas línguas e moedas e, caso o sistema não tenha sido desenvolvido pensando nesse cenário, você poderá ter sérios problemas.

A Nuvemshop, por exemplo, oferece planos para montar a sua loja virtual do jeito que você sempre sonhou, suportando a operação cross border e muitas outras modalidades.

Crie sua loja virtual e venda pela internet
Crie sua loja virtual e venda pela internet pelo seu computador

Deixe todas as informações disponíveis

As pessoas podem se sentir inseguras comprando de lojas virtuais de outros países. Por isso, sempre deixe todas as informações claras e disponíveis. Esclareça como é a segurança das formas de pagamento, qual é a política de troca e devolução, os prazos de entrega, o prazo de faturamento, os canais de atendimento etc.

Banner com botão clicável direcionando para o gerador de política de troca grátis

Outro ponto muito importante é que clientes que compram de outros países tendem a ficar muito mais ansiosos com a chegada dos produtos. Por isso, monitore todos os pedidos e se certifique de que eles estão sendo entregues no prazo. Caso aconteça algum imprevisto, avise o seu cliente antes que ele venha fazer queixas com você.

Resumo

Como aprendemos aqui, o cross border é uma modalidade de vendas que já possui uma grande relevância no mercado e cresce mais a cada dia. Com o aumento da tendência de compras online na pandemia, o cross border cresceu bastante. Vai ficar de fora dessa?

Antes de terminar, que tal darmos uma olhada nos principais pontos deste conteúdo para consolidar essas informações e colocar tudo em prática? Confira:

O que é uma operação cross border?

Uma operação cross border é aquela que ultrapassa jurisdições e fronteiras de países.

Como funciona a logística no cross border?

  1. Primeiro, a compra precisa ser realizada e o pedido, faturado na moeda do país em que a empresa vendedora se localiza
  2. O item será separado em estoque e enviado para a transportadora, iniciando a rota do frete internacional
  3. Na saída, existe a necessidade de cumprir todas as exigências dos protocolos de exportação daquele país
  4. Na entrada no país de destino, será necessário passar por todas as exigências de importação do território em questão
  5. A mercadoria entra em rota nacional até sua chegada ao destinatário

Como funciona o pagamento no cross border?

No cross border, é necessário usar sistemas de pagamento que suportem pagamento e recebimento em moedas diferentes, além de oferecer diversas opções de meios de pagamento.

Como ter uma operação cross border no e-commerce?

  • Escolha o tipo de exportação
  • Estude seu mercado
  • Encontre parceiros de sucesso
  • Tenha uma excelente plataforma de e-commerce
  • Deixe todas as informações disponíveis

Então, quer vender para outros países? Teste a Nuvemshop por 30 dias grátis e descubra como a nossa plataforma pode ajudar o seu negócio a decolar internacionalmente. É fácil, rápido e sem a necessidade de conhecimentos técnicos! 💙

Aqui você encontra:

Faça como +90 mil lojas e
crie a sua Nuvemshop

Testar 30 dias grátis
Crie a sua loja na Nuvemshop

Quer vender para outros países?

Com uma loja Nuvemshop, você pode fazer isso de modo profissional.

Testar 30 dias grátis

Nosso site utiliza cookies para te proporcionar uma melhor experiência. Ao acessar o site da Nuvemshop, você concorda com a nossa Política de Privacidade e Cookies