Entenda como a usabilidade do cliente no e-commerce garante sucesso nas vendas

Por: Opiniões Verificadas
Entenda como a usabilidade do cliente no e-commerce garante sucesso nas vendas

Aqui você encontra:

Quando uma empresa decide investir em um e-commerce, ela, automaticamente, implanta soluções que possibilitam a atração de novos consumidores. Além disso, oferece novas formas de realizar uma compra. No entanto, para dispor de uma loja virtual nos dias de hoje é preciso apostar no conceito de usabilidade, que deixa seu negócio atrativo e facilita o acesso do cliente às informações desejadas.

Muitos proprietários de comércios online sabem que a tecnologia provoca mudanças significativas capazes de encantar os usuários que visitam um site e de cativar os clientes que encontraram naquela loja a solução que precisavam. Portanto, é preciso estar por dentro de aspectos que aperfeiçoem ainda mais a experiência do usuário.

Nos tópicos abaixo você terá a oportunidade de aprofundar seu conhecimento sobre a usabilidade. Além disso, vai saber quais são as considerações que deverão ser feitas na hora de propor melhorias que garantirão seu diferencial competitivo perante os seus concorrentes, atraindo mais compradores para o seu e-commerce. Continue conosco e boa leitura!

O que é usabilidade?

Jakob Nielsen é um doutor dinamarquês especializado em ciências da computação. Ele lançou vários livros relacionados a essa área, entre eles, os que falam sobre usabilidade. Esse conceito diz respeito a construir um ambiente virtual prático em que um usuário encontre com facilidade o que procura.

Alguns donos de e-commerce ainda desconhecem a importância da experiência que os visitantes têm em um site e que ela pode ser decisiva na permanência ou na busca por outro negócio que atenda às necessidades dos clientes. Afinal, o consumidor atual quer fazer investimentos com um negócio que transmita confiança e que facilite sua vida.

Logo, estudar esse tema e entender as nuances que traz é uma alternativa para se manter atualizado no mercado, continuar atento às tendências que melhoram seus processos e pensar de forma estratégica e antecipada a fim de enxergar situações em que a transmissão da qualidade dos produtos e serviços da sua marca está sendo dificultada.

A importância do design na usabilidade

Entre os 10 princípios criados por Jakob Nielsen, o pai da usabilidade, está aquele que fala sobre “Estética e design minimalista”.

Essa máxima tem a ver com o fato de que um site deve apresentar apenas informações essenciais e imprescindíveis às necessidades do público que sua empresa deseja atingir.

Esse elemento é muito importante. Ele precisa ser levado em consideração, visto que atualmente as pessoas já têm o costume de pesquisar em sites de buscas por lojas e demais estabelecimentos que ofereçam aquilo que elas procuram. Logo, é preciso trabalhar o seu branding para que sua marca se destaque diante dos seus concorrentes.

Essa premissa fará com que o responsável por um e-commerce reflita e melhore o desempenho da loja virtual, trabalhando com elementos que dialoguem com o usuário. É bom lembrar que é interessante causar uma boa impressão neste primeiro contato, pois isso ajudará na conversão e na melhora do tráfego da sua loja online.

Os fatores da usabilidade a serem considerados

Fazer com que seu e-commerce seja atraente aos olhos do atual consumidor requer esforços de todos os que estão envolvidos no seu negócio. Afinal, a usabilidade só será bem desenvolvida se a equipe acreditar na sua importância.

Portanto, é necessário que a sua empresa conte com uma boa liderança e que haja o bom desenvolvimento das seguintes atividades:

1. Foco em conversão

Fique atento à reputação que sua marca tem na web e trabalhe com informações que ajudem a converter visitantes em consumidores.

Depoimentos de clientes promotores, cases de sucesso e outros aspectos que maximizem a relevância da sua imagem devem ser compartilhados para que os usuários tenham convicção da eficiência do seu negócio. Esse será um bom modo de impulsionar sua taxa de conversão.

2. Acesso mobile

O smartphone é uma tecnologia que facilita a vida das pessoas. Os aplicativos ajudam a melhor gerenciar a rotina e a busca por soluções na web. Logo, a usabilidade também deve ser pensada para atender aos usuários mobile.

Não deixe de trabalhar com o design responsivo e adeque seu site à tela de um celular e a diferentes tipos de dispositivos móveis, como tablets.

3. Testes de carregamento de conteúdo

É importante trabalhar com elementos que impressionem e encantem os visitantes. Para isso, é necessário realizar vários testes antes de fazer o compartilhamento de conteúdos online. Isso vai impedir que os clientes tenham uma experiência ruim, como se deparar com páginas que não carregam corretamente.

Se isso não for verificado, o usuário poderá se frustrar e ter uma má experiência com o seu negócio, deixando de comprar com a sua marca.

4. Ferramentas de acompanhamento de desempenho

Os avanços tecnológicos permitiram que muitas ferramentas digitais surgissem a fim de trazer mais qualidade aos serviços prestados e melhorar a performance de um site.

Por isso, é necessário conhecer algumas delas e colocá-las dentro da sua rotina de trabalho. Elas ajudarão a deixar seu negócio atualizado e melhorarão o posicionamento da sua marca.

O Google Page Speed, por exemplo, faz a análise dos elementos da sua página e sugere o que é preciso para que a velocidade de carregamento do seu e-commerce melhore. A ferramenta afirma que os melhores desempenhos estão nas páginas que levam até 5 segundos para carregar. Portanto, confira se você já segue esse parâmetro.

É interessante, também, ver as métricas no Google Analytics. Afinal, é por meio das informações disponíveis nessa ferramenta que sua empresa consegue enxergar pontos positivos e negativos que precisam ser trabalhados. Isso ajuda a ver boas oportunidades de vendas e de fidelização de clientes.

Não esqueça de transmitir o quanto a sua loja virtual é segura e trabalha com diretrizes que protegem os dados dos seus consumidores, como o checkout transparente, por exemplo.

Pronto para pensar na usabilidade do seu e-commerce?

Como você notou durante a leitura deste artigo, é preciso que o e-commerce apresente uma boa usabilidade na intenção de aumentar as oportunidades de vendas e diminuir os casos de carrinhos abandonados ou demais desistências.

Gostou deste post? Fique por dentro de outros assuntos relacionados a este tema! Assine nossa newsletter abaixo e receba periodicamente conteúdos que agregam valor ao seu conhecimento!

Faça como +60mil lojas e
crie a sua Nuvemshop

Testar 30 dias grátis
Crie a sua loja na Nuvemshop

Quer mudar de vida vendendo pela internet?

Crie agora sua loja virtual com a Nuvemshop e venda de maneira profissional.

Criar minha loja

Nosso site utiliza cookies para te proporcionar uma melhor experiência. Ao acessar o site da Nuvemshop, você concorda com a nossa Política de Privacidade e Cookies