Carta de Correção: o que pode e o que não pode ser corrigido?

Dicas exclusivas no seu e-mail

Empreendedores Nuvemshop com sua loja online
Pontos principais do artigo:
  • A Carta de Correção Eletrônica (CC-e) é crucial para corrigir erros em NF-e, oferecendo uma solução ágil para equívocos descritivos;
  • Para emitir uma Carta de Correção, acesse o sistema de emissão, preencha os campos obrigatórios com a descrição do erro e a correção, revise as informações e envie;
  • Na CC-e, podem ser corrigidos erros como descrição de produtos, valores, quantidades, entre outros.

É um fato que a precisão nas informações fiscais é crucial para o sucesso e a conformidade das operações comerciais. No entanto, mesmo com os melhores esforços, erros podem ocorrer nas notas fiscais eletrônicas (NF-e), seja por equívocos de digitação, descrições imprecisas de produtos ou outras inconsistências. É nesse contexto que surge a Carta de Correção Eletrônica (CC-e).

Pensando nisso, neste artigo vamos explorar o processo de emissão da Carta de Correção de nota fiscal eletrônica, desde a identificação do erro até o envio da correção. Vem com a gente esclarecer as principais dúvidas sobre o tema, como o que pode ou não ser corrigido com a CC-e. 📜

Crie sua loja virtual e venda pela internet
Crie sua loja virtual e venda pela internet pelo seu computador

O que é Carta de Correção (CC-e)?

A Carta de Correção Eletrônica, mais conhecida como CC-e, é um instrumento utilizado para retificar informações imprecisas em notas fiscais eletrônicas já autorizadas pelo Fisco. Ela é uma alternativa eficiente para corrigir erros como descrição de produtos, quantidades e outros dados que não impactem nos valores da operação ou dos impostos.

💡 Saiba mais: Como emitir nota fiscal eletrônica?

Quando corrigir ou cancelar uma nota fiscal?

Se o equívoco for relacionado a informações que influenciam os valores dos impostos ou das operações, o cancelamento da nota fiscal é a opção correta. No entanto, se o erro for apenas de caráter descritivo, como uma grafia incorreta ou um campo omitido, a Carta de Correção é a solução mais adequada.

Abaixo, confira os principais casos de quando corrigir uma nota fiscal:

  • Dados do emitente ou destinatário: erro no nome, endereço ou inscrição estadual;
  • Descrição da mercadoria: erro no nome do produto, quantidade ou unidade de medida;
  • Valor unitário ou total: erro de digitação ou cálculo incorreto;
  • Dados dos impostos: tipo de imposto, alíquota e valor;
  • Condições de pagamento: forma de pagamento ou data de vencimento;
  • Outros erros: desde que não alterem o total da nota fiscal ou o valor do imposto.

💡Saiba mais:

O que não pode ser corrigido com a Carta de Correção de NF-e?

Apesar de ser uma ferramenta útil, há limitações para o que pode ser corrigido com a Carta de Correção. Informações que afetam os valores dos impostos ou das operações não podem ser alteradas por meio da CC-e. Além disso, não é possível corrigir erros relacionados à data de emissão, natureza da operação, entre outros.

Qual é o prazo para envio da Carta de Correção (CC-e)?

O prazo para envio da Carta de Correção Eletrônica (CC-e) é de cinco anos a contar da data de emissão da nota fiscal que está sendo corrigida. Ou seja, você tem cinco anos para identificar e corrigir erros na nota fiscal eletrônica por meio da CC-e.

É importante ressaltar que existem algumas exceções. Por exemplo, em alguns casos específicos, o prazo pode ser menor. Para saber quais situações são essas, consulte a legislação do seu estado para ter certeza.

Além disso, recomenda-se emitir a CC-e o mais rápido possível após a identificação do erro, uma vez que isso ajuda a evitar problemas fiscais e facilita a regularização da situação.

Qual é a quantidade máxima de Cartas de Correção que posso criar?

Você pode emitir até 20 Cartas de Correção Eletrônica (CC-e) para a mesma Nota Fiscal Eletrônica (NF-e). Mas, atenção, apenas a última CC-e emitida é válida. Isso porque as informações das CC-e anteriores são substituídas pelas informações da última CC-e.

É importante incluir todas as correções nas CC-e posteriores, uma vez que isso garante que a NF-e esteja sempre com as informações corretas. Além disso, mesmo que você possa emitir até 20 CC-e, é recomendável evitar criar muitas. Afinal, isso pode gerar problemas fiscais e dificultar a análise da NF-e.

Passo a passo de como fazer uma Carta de Correção de nota fiscal eletrônica

Agora que você já sabe o que é Carta de Correção, qual sua importância e quando usar, vamos explicar o passo a passo de como fazer uma. Confira:

1. Acesse o sistema de emissão de NF-e

  • Use o software que você já utiliza para emitir notas fiscais eletrônicas;
  • Acesse o menu de notas fiscais e selecione a opção “Carta de Correção Eletrônica” (CC-e);
  • Escolha a NF-e que deseja corrigir.

2. Preencha os dados da CC-e

  • Informe o número da NF-e, série e data de emissão;
  • Selecione o campo que deseja corrigir e digite a informação correta;
  • Descreva brevemente o motivo da alteração;
  • Verifique se os dados do emitente estão corretos.

3. Valide a CC-e

  • Antes de enviar a CC-e, revise todas as informações com atenção para garantir que estão corretas;
  • Utilize a função de validação do sistema para verificar se há erros na CC-e.

4. Envie a CC-e

  • Após a validação, envie a CC-e para o SEFAZ;
  • O sistema emitirá um recibo de entrega com o número da CC-e e a data e hora de envio.

5. Armazene a CC-e

  • Salve a CC-e em um local seguro para consultas futuras;
  • A CC-e é um documento importante que deve ser guardado junto com a NF-e original.

E aí, tudo entendido sobre Carta de Correção?

Como vimos ao longo do artigo, compreender o processo de emissão de uma Carta de Correção de nota fiscal eletrônica é fundamental para garantir a correção rápida e eficiente de eventuais erros nas informações fiscais. A CC-e oferece uma solução ágil para retificar equívocos descritivos que não afetam os valores das operações ou dos impostos.

Antes de ir, se você vende de forma offline e deseja explorar o universo online, que tal criar uma loja virtual grátis na Nuvemshop? Sim, você leu certo! Na nossa plataforma, é possível montar um e-commerce do zero sem pagar mensalidade. Esperamos por você! 💙

Referências

Aqui você encontra:
Perguntas frequentes

A Carta de Correção é um documento eletrônico utilizado para retificar informações imprecisas em notas fiscais eletrônicas (NF-e) já autorizadas.

Emitir uma Carta de Correção é essencial para corrigir equívocos descritivos que não impactam nos valores dos impostos ou das operações, mantendo a integridade das informações fiscais e evitando problemas com o Fisco.

Faça como milhares de negócios e crie a sua loja

Criar loja grátis

Nosso site utiliza cookies para te proporcionar uma melhor experiência. Ao acessar o site da Nuvemshop, você concorda com a nossa Política de Privacidade e Cookies