O que é precificação dinâmica, como funciona, vantagens e como fazê-la?

Torres de moedas posicionadas ao lado de calculadora, como se fosse de um lojista cogitando começar com a precificaçao dinamica

Precificação dinâmica é uma forma de definir preços que leva em consideração os valores praticados pela concorrência em determinados produtos. Com essa observação, empresas e lojas virtuais conseguem estipular preços de venda mais atrativos para o consumidor final.


Empresas com maior longevidade costumam ter algumas coisas em comum. Entre elas, podemos destacar a atenção redobrada ao processo de precificação. Isso porque, ao escolher os preços de forma correta, é possível aumentar o faturamento, potencializar ganhos e destacar um negócio da concorrência. Dito isso, você já ouviu falar na precificação dinâmica?

Com essa estratégia, empresários encontraram uma maneira de potencializar a margem de lucro, ao passo que mantêm um diferencial competitivo importante em relação aos seus competidores.

Neste artigo, vamos te ensinar tudo sobre esse modelo. Continuando com a leitura, você aprenderá exatamente o que é precificação dinâmica, como ela funciona e como aplicá-la no seu negócio. Então, vamos lá?

Crie sua loja virtual e venda pela internet
Crie sua loja virtual e venda pela internet pelo seu computador

O que é precificação dinâmica?

Precificação dinâmica é uma estratégia em que preços são ajustados de acordo com as principais variáveis do mercado. Isto é, no lugar de os preços serem definidos e mantidos no mesmo nível por longos períodos de tempo, eles são alterados a depender do dia, hora e competitividade do nicho.

Os fatores que influenciam na precificação têm natureza inconstante. Nesse sentido, a precificação dinâmica surge com a proposta de refletir essa realidade de forma a estabilizar o nível de vendas, potencializar a lucratividade e posicionar uma empresa de maneira mais competitiva no mercado.

Essa estratégia permite que as temporadas de baixa nas vendas sejam menos duras para o lojista. Usando esse modelo, ainda que a margem de lucro diminua durante esses períodos, ao ajustar os preços de acordo a demanda, o estoque recebe um estímulo importante para a sua rotatividade.

Além disso, por considerar fatores como preços da concorrência e sazonalidade, é comum que esse modelo permita a prática de margens de lucro acima da média. Mas, é claro, sempre considerando a realidade do mercado e dos consumidores. Afinal, preços exorbitantes e que flutuam rapidamente também podem prejudicar a imagem da empresa.

📈 Confira a planilha: Planilha de precificação

📹 Veja também: Precificação de produtos: como aumentar o preço da sua loja sem perder clientes?

Como funciona a precificação dinâmica?

A precificação dinâmica geralmente é feita por meio de um software que reúne os principais dados que influenciam o preço de um produto. Então, a partir das regras estabelecidas pelo lojista, esses dados são cruzados para encontrar o melhor preço para aquele momento do mercado.

Mas a coleta não é feita uma só vez: para que a estratégia funcione, as informações devem ser atualizadas em tempo real — ou o mais próximo disso.

Uma boa forma de entender esse modelo de precificação é pensando no preço de passagens aéreas. Se um grande festival ou evento acontece em um lugar, é natural que os preços para aquele período subam por conta da alta demanda.

A precificação dinâmica segue a mesma lógica. Se há muita demanda por um tipo de produto ou serviço, é natural que as pessoas estejam dispostas a pagar mais por ele. Da mesma forma, se não existe uma oferta melhor da concorrência, os consumidores pagarão pelo melhor preço oferecido.

Nesse sentido, esses são os principais fatores considerados nessa estratégia:

  • Oferta e demanda;
  • Sazonalidade das vendas;
  • Flutuação de custos relacionados ao frete e matérias-primas;
  • Preços da concorrência;
  • Entre outros.

💡Saiba mais: Quais são os principais erros de precificação?

Como fazer a precificação dinâmica?

Agora que você entende como funciona a precificação dinâmica, preparamos um passo a passo para começar com a estratégia. Confira:

1. Mapeie seus processos e custos

Primeiro, é necessário definir quais fatores exercem qualquer tipo de influência no preço final dos produtos.

Isto é, desde a fase de fabricação dos itens até o pós-venda, quais são as variáveis que podem interferir no custo da mercadoria vendida (CMV)? Nesta etapa, você deve reunir o máximo de dados possíveis a fim de entender quais variáveis devem ser consideradas.

📈 Confira a planilha: Planilha de cálculo de CMV

2. Estabeleça as regras de precificação

Agora, com os dados reunidos, você deve estabelecer quais regras devem influenciar na dinamicidade dos seus preços. Nesta etapa, é preciso escolher quais das variáveis identificadas serão consideradas — e de que forma.

Isso porque, a depender do seu nicho de atuação, a variação de preços pode ser mais ou menos tolerada pelo seu público-alvo. O segmento de hotelaria, por exemplo, por ter a sazonalidade como um fator importante, costuma ter essa variável no centro dos seus preços.

O mesmo não pode ser esperado de uma loja de roupas, em que a variabilidade de preços pode ser mal vista pelos consumidores. Nesse caso, pode ser interessante estabelecer menos regras, de forma que a flutuação de preços não seja tão constante.

3. Escolha a tecnologia certa

Agora, com dados reunidos e regras estabelecidas, é chegada a hora de escolher a melhor tecnologia para automatizar a estratégia. Um tipo de software conhecido por facilitar a precificação dinâmica são os ERPs.

ERPs são sistemas de gestão empresarial que reúnem todos os dados relevantes sobre uma empresa em um só lugar, permitindo controlar as operações de forma segura e transparente, realizando análises e minimizando as chances de erros.

Além disso, com um ERP sua empresa consegue utilizar os dados informados para calcular a precificação dinâmica de forma rápida e eficiente. Basta informar a margem de lucro que deseja ter com o produto que o sistema de encarrega de fazer os cálculos do preço final.

Como alternativa, algumas plataformas de e-commerce possibilitam a criação de uma loja virtual com integração com ERPs, como é o caso da Nuvemshop. Entre as opções da nossa loja de aplicativos, podemos destacar:

Crie sua loja virtual e venda pela internet
Crie sua loja virtual e venda pela internet pelo seu computador

Quais são as vantagens da precificação dinâmica?

Agora que você já sabe o que é precificação dinâmica e como fazê-la, listamos as principais vantagens desse modelo. Veja:

  • Monitoramento constante de preços da concorrência;
  • Faturamento mensal maior e mais estável;
  • Melhora no posicionamento em marketplaces;
  • Aumento da margem de lucro;
  • Melhora na gestão de estoque;
  • Possibilidade de direcionar estratégias para produtos com resultados superiores;
  • Vantagem competitiva em sites de comparação de preços;
  • Entre outras.

Qual a diferença entre precificação dinâmica e precificação inteligente?

A principal diferença entre precificação dinâmica e precificação inteligente está no estágio em que cada uma se encontra.

Em outras palavras, a precificação inteligente é uma forma de precificação dinâmica, mas em uma etapa mais avançada. Na precificação inteligente, são usadas tecnologias relacionadas ao conceito de Big Data, em que uma grande quantidade de dados são consultados a fim de definir o melhor preço.

A precificação dinâmica, por sua vez, pode ser feita com o uso de diferentes tipos de tecnologia — ou, até mesmo, sem nenhuma. Ainda que seja mais trabalhoso atualizar dados de forma manual, a depender da etapa em que um negócio se encontra, essa pode ser uma opção mais viável para o lojista.

Aprendeu o que é precificação dinâmica?

O preço é um dos primeiros fatores a serem analisados por consumidores antes de tomar a decisão de compra. Por conta disso, é essencial conhecer o que há de mais eficiente sendo feito nesse sentido. Esperamos que nosso artigo tenha tirado todas as suas dúvidas sobre o assunto.

Agora, se você ainda não vende online, que tal começar hoje mesmo criando uma loja virtual gratuita com a Nuvemshop? Nossa plataforma pode ser integrada a diferentes ERPs, o que facilita o trabalho de precificação dinâmica. Ou, se você já vende online, conheça a Nuvemshop Next, solução que oferece um gerente dedicado ao seu negócio.

Aqui você encontra:
Perguntas frequentes sobre precificação dinâmica

Precificação dinâmica é o método que leva em consideração dados do mercado e concorrentes para fazer reajustes constantes nos preços, de forma a potencializar lucros e criar uma vantagem competitiva.

Precificação inteligente é um estágio avançado de precificação dinâmica, mais complexo e totalmente automatizado. Nesse modelo, são usadas tecnologias relacionadas ao conceito de Big Data, termo usado para descrever a reunião de um grande número de dados sobre determinado assunto.

A principal diferença entre precificação dinâmica e precificação inteligente está no estágio em que cada uma se encontra. A precificação dinâmica pode ser feita de forma manual, ainda que dessa forma o processo seja mais trabalhoso. No caso da precificação inteligente, são usados sistemas para automatizar cada etapa do processo.

Faça como milhares de negócios e crie a sua loja

Criar loja grátis

Nosso site utiliza cookies para te proporcionar uma melhor experiência. Ao acessar o site da Nuvemshop, você concorda com a nossa Política de Privacidade e Cookies