Como cancelar o MEI passo a passo sem deixar pendências?

Por: Marcela Couto

empreendedora verifica como cancelar o MEI

Encerrar sua inscrição como microempreendedor individual é tão simples quanto o cadastro inicial. Então, se você já decidiu que não precisa mais do seu CNPJ, vamos ensinar como cancelar o MEI passo a passo sem deixar pendências para trás.

O processo é gratuito e feito exclusivamente pela internet. Basta solicitar a baixa, enviar uma declaração em situação especial de exclusão e, se necessário, quitar débitos de contribuições atrasadas.

A seguir, vamos explicar como cancelar o MEI grátis e sem complicações, com direito a passo a passo detalhado para facilitar sua vida. Vamos lá? 👀

Crie sua loja virtual
Criar loja grátis
&utm_medium=banner&utm_campaign=blogpost” img-desktop=”https://d26lpennugtm8s.cloudfront.net/assets/blog_pt/rebranding-BR-Desktop-generic-trial-extended.jpg” img-mobile=”https://d26lpennugtm8s.cloudfront.net/assets/blog_pt/rebranding-BR-mobile-generic-trial-extended.jpg”]

Quando faz sentido cancelar o MEI?

Se você quer saber como cancelar o MEI, é provável que já não precise mais do seu CNPJ. Isso porque dar baixa na sua inscrição como microempreendedor individual é o mesmo que fechar sua empresa e voltar a ter somente um CPF.

Estes são alguns motivos comuns para o cancelamento do MEI:

  • O pequeno negócio que você abriu não deu certo e você precisa encerrá-lo;
  • Você está faturando muito pouco ou nada por vários meses e decidiu encerrar o MEI para interromper as contribuições;
  • Você arranjou um emprego com carteira assinada e não pretende mais atuar como microempreendedor individual;
  • Você ultrapassou o limite de faturamento do MEI e precisou migrar para outro tipo empresarial.

Se você se identificou com algum desses cenários ou tem outros motivos para dar baixa no seu CNPJ, saiba que o cancelamento é um processo simples e gratuito, da mesma maneira que a abertura. Além disso, você pode cancelar o MEI a qualquer momento, independentemente da época do ano e das condições do seu negócio.

O que acontece quando se cancela o MEI?

Após o cancelamento do MEI, seu CNPJ é extinto e passa a figurar com o status “cancelado” no cadastro da Receita Federal. É importante frisar que o processo é irreversível, ou seja, assim que você confirma a exclusão, não é possível voltar atrás e reabrir o MEI.

No entanto, você pode abrir um novo MEI após o cancelamento, se quiser. Só que, nesse caso, o CNPJ será diferente.

💡 Saiba mais: Como abrir um MEI gratuito e rápido? [guia completo]

Tem que pagar para fechar o MEI?

Não é preciso pagar nada para fechar o MEI, pois o processo é gratuito e realizado exclusivamente pela internet. No entanto, como é permitido cancelar o CNPJ mesmo com impostos atrasados, você pode ficar com uma dívida referente às contribuições pendentes.

Por isso, é indicado quitar todos os débitos logo após o cancelamento do MEI, para evitar a inscrição em Dívida Ativa da União. Ao longo do artigo, você vai entender como fazer essa regularização e cancelar seu CNPJ sem pendências.

Como cancelar o MEI passo a passo?

É importante saber como cancelar o MEI sem deixar pendências para trás. Confira nosso passo a passo completo para fazer tudo certo:

1. Acesse o Portal do Empreendedor

Para cancelar seu MEI sem nenhum custo, o primeiro passo é acessar o Portal do Empreendedor do Governo Federal.

Portal do empreendedor para cancelar o MEI

2. Escolha a opção “Já sou MEI”

Na tela inicial do Portal do Empreendedor, escolha a opção “Já sou MEI” para acessar todas as funcionalidades do microempreendedor individual.

Página "Já sou MEI" que permite aprender como cancelar o MEI

3. Selecione “Baixa da empresa”

No final da página, uma das últimas opções será “Baixa da empresa”.

Página onde é possível selecionar a baixa do MEI

4. Clique em “Solicitar Baixa”

Na próxima tela, você verá uma explicação breve sobre o processo de cancelamento do MEI. Para prosseguir, clique em “Solicitar Baixa”.

Condições da baixa da empresa que devem ser aceitas no processo de como cancelar o MEI

5. Faça login com sua conta Gov.br

Na próxima tela, faça login com sua conta Gov.br, que deve ser de nível Prata ou Ouro para concluir a solicitação de cancelamento do MEI. Se você ainda não tem uma conta no portal do governo, crie a sua antes de prosseguir, pois ela é obrigatória.

Lembrando que, para atingir o nível prata ou ouro do login Gov.br, é necessário realizar procedimentos como validação facial, confirmação de dados via Internet Banking, conferência de dados na Justiça Federal, login com certificado digital, entre outros.

Login do portal Gov.Br

6. Confira seus dados e marque a declaração

A seguir, verifique se os dados do seu MEI estão corretos e marque a Declaração de Baixa. Então, clique em “Continuar”.

Página final de como cancelar o MEI

7. Emita seu Certificado de Baixa

No final, você verá uma mensagem confirmando a solicitação de baixa da inscrição do MEI. Na mesma tela, você terá duas opções:

  • Emitir Certificado de Baixa: clique nesse botão para emitir um certificado que confirma o cancelamento na data atual;
  • Acessar DASN-SIMEI: em seguida, acesse o DASN-SIMEI para transmitir uma declaração em situação especial.

Como transferir a declaração de cancelamento do MEI?

Como você viu no final do passo a passo, será necessário ainda emitir uma Declaração Anual do Simples Nacional Situação Especial (Extinção). O prazo para enviar esse documento depende do mês em que você faz o cancelamento, seguindo as regras abaixo:

  • Se o MEI foi cancelado no primeiro quadrimestre do ano, a declaração deve ser enviada até o último dia do mês de junho;
  • Se o MEI foi cancelado em qualquer outra data, a declaração deve ser enviada até o último dia do mês subsequente ao cancelamento.

Lembrando que, se você atrasar o envio, poderá sofrer a cobrança de multas. Confira os passos para transmitir sua declaração de extinção do MEI:

1. Acesse o portal DASN SIMEI

Primeiro, acesse o portal DASN SIMEI e informe o CNPJ do seu negócio.

Portal do Simples Nacional para fazer a declaração de extinção

2. Selecione o ano e marque “Extinção”

Na área de declarações, você deverá informar os seguintes dados:

  • Ano-calendário do cancelamento;
  • Data de baixa do CNPJ (a que consta no seu Certificado de Baixa).

Então, é só marcar a caixa “Extinção” para determinar a situação especial da sua declaração.

Página para preencher a declaração e finalizar o processo de como cancelar o MEI

3. Informe o faturamento e conclua

Em seguida, você deverá informar o faturamento correspondente ao período anterior ao cancelamento do seu MEI. Para isso, siga o mesmo procedimento que você já faz com a declaração anual.

Por fim, é só enviar a declaração e concluir o processo.

Como e por que quitar os débitos do MEI?

É muito importante quitar os débitos do MEI no momento do cancelamento, caso você tenha deixado contribuições pendentes. Isso porque, após a baixa do CNPJ, essas pendências poderão ser inscritas na Dívida Ativa da União em seu CPF.

Isso significa, basicamente, que você ficará com o “nome sujo” no cadastro do Governo Federal. As principais consequências dessa situação são a dificuldade em conseguir crédito no mercado e problemas para receber benefícios previdenciários, como a aposentadoria, auxílio-doença e salário-maternidade.

Por isso, é melhor evitar débitos com o governo e regularizar as contribuições do seu MEI após o cancelamento. Para quitar seus débitos como microempreendedor individual, siga as etapas abaixo:

  • Acesse o Programa Gerador de DAS do Microempreendedor Individual (PGMEI);
  • Insira seu CNPJ;
  • Clique em “Emitir Guia de Pagamento (DAS)”;
  • Escolha o ano-calendário com guias pendentes;
  • Verifique quais guias estão vencidas, selecione-as e clique em “Apurar/Gerar DAS” ou “Pagar Online”.

Se o valor da dívida estiver muito alto, você pode parcelar em até 60 vezes com parcela mínima de R$ 50, segundo informações do governo. Para solicitar o parcelamento, acesse a área correspondente no Portal do Simples Nacional.

Como saber se o MEI foi cancelado?

Para ter certeza de que seu MEI foi baixado, acesse a página de Consulta de Situação do CNPJ da Receita Federal. Então, preencha seu CNPJ, CPF e o código solicitado para verificar se o status é mesmo “cancelado”.

Entendeu como cancelar o MEI do jeito certo?

Agora que você sabe como cancelar o MEI, pode dar início ao processo sem medo de deixar pendências para trás. No entanto, recomendamos que você pense bem antes de fazer isso, já que o encerramento é irreversível e você pode precisar do CNPJ.

Para dar uma nova chance ao seu MEI, teste a melhor plataforma de ecommerce do mercado por 30 dias grátis: crie sua loja virtual na Nuvemshop e lucre muito vendendo pela internet. É fácil, rápido e sem a necessidade de conhecimentos técnicos! 💙

Aqui você encontra:

Perguntas frequentes sobre como cancelar o MEI

Não é preciso pagar nada para fechar o MEI, pois o processo é gratuito e realizado exclusivamente pela internet. Inclusive, você pode cancelar mesmo com impostos atrasados.

Seu CNPJ é extinto e passa a figurar com o status “cancelado” no cadastro da Receita Federal. Lembrando que o cancelamento do MEI é irreversível.

Sim, você pode cancelar o MEI mesmo com impostos atrasados, mas precisa quitá-los depois para que não se tornem dívidas do seu CPF.

  1. Acesse o Portal do Empreendedor;
  2. Escolha a opção “Já sou MEI”;
  3. Selecione “Baixa da empresa”;
  4. Clique em “Solicitar Baixa”;
  5. Faça login com sua conta Gov.br;
  6. Confira seus dados e marque a declaração;
  7. Emita seu Certificado de Baixa.

Para ter certeza de que seu MEI foi baixado, acesse a página de Consulta de Situação do CNPJ da Receita Federal e veja se está cancelado.

Sim, quem cancelou o MEI pode fazer uma nova inscrição como microempreendedor individual normalmente.

Faça como +100 mil lojas e
crie a sua Nuvemshop

Criar loja grátis
Crie a sua loja na Nuvemshop

Quer dar mais uma chance para seu MEI?

Então, crie uma loja virtual na Nuvemshop e comece a faturar vendendo pela internet.

Criar minha loja

Nosso site utiliza cookies para te proporcionar uma melhor experiência. Ao acessar o site da Nuvemshop, você concorda com a nossa Política de Privacidade e Cookies