Como fazer uma migração de plataforma de e-commerce?

Por: Raquel Lisboa
Como fazer uma migração de plataforma de e-commerce?

Aqui você encontra:

Você sabe o que é migração de plataforma de e-commerce e como fazê-la? 🤔

Neste artigo, separamos todas as informações primordiais sobre o assunto! Não deixe de conferir, especialmente se você estiver insatisfeito com a plataforma em que a sua loja online está inserida atualmente.

O que é migração de plataforma de e-commerce?

Como o próprio termo indica, migração de plataforma de e-commerce é a ação de transferir sua loja virtual para uma outra solução digital — geralmente para uma que melhor atenda às suas necessidades.

Nos primeiros passos de um negócio, é natural buscar por serviços simples. No entanto, conforme a marca cresce, é essencial investir em um servidor robusto, com planos mais vantajosos e que ofereça funcionalidades extras, como integrações com aplicativos e ferramentas de marketing, gerenciamento de pedidos em massa, layout responsivo etc.

Além disso, uma plataforma de e-commerce sólida oportuniza uma taxa de conversão maior para a sua loja virtual, bem como menos instabilidades técnicas (especialmente em períodos com alto tráfego, como na Black Friday, por exemplo).

O que considerar ao migrar de plataforma de e-commerce?

Para realizar uma migração, é preciso, antes de tudo, desenvolver um planejamento com os seus colaboradores e a equipe da nova plataforma de e-commerce. Assim, considere as etapas do processo, como realizá-las, os responsáveis por cada ação e os prazos.

Com isso em mente, acompanhe a seguir sete tópicos essenciais dos quais você não deve se esquecer:

1. Tecnologia

Para que a migração não se torne frustrante, é importante checar se a plataforma de e-commerce em prospecção oferece todas as funcionalidades que você almeja.

A Nuvemshop, por exemplo, é uma plataforma que, além de ter diversas integrações gratuitas — como com meios de pagamento e de envio —, disponibiliza uma Loja de Aplicativos (de atendimento, administração, vendas etc) para que você personalize seu negócio da maneira que desejar. Conheça os apps aqui.

2. Backup

Perder dinheiro, chaves e documentos é estressante… imagina, então, perder informações primordiais do seu negócio, como a base de clientes? 😰 Portanto, antes de realizar uma migração de plataforma de e-commerce, lembre-se de efetuar um backup do histórico de produtos, pedidos e cadastros.

Cada plataforma oferece um modo de fazê-lo, portanto, informe-se na Central de Atendimento correspondente, ok?

3. Layout

Se o seu layout for personalizado, procure por profissionais que possam te auxiliar na transferência visual do seu site. Afinal, não é indicado alterá-lo em uma migração, já que o seu público pode estranhar tantas mudanças de uma só vez.

Para facilitar o trabalho de busca por especialistas, a plataforma Nuvemshop, por exemplo, já disponibiliza uma lista com os melhores freelancers e agências para personalizar e configurar a sua loja virtual. Para conhecê-los, acesse este portal.

4. Redirecionamento 301

Só de ler ou ouvir “redirecionamento 301”, muitos empreendedores suam frio! Porém, respire fundo: os redirects são delicados, mas possíveis.

Redirecionamento 301, caso você não saiba, é um código de status que indica ao Google que uma URL se encontra em um novo local. Em outras palavras, ele garante que não ocorram erros técnicos indesejados, bem como ajuda a conservar o ranqueamento do seu site e, consequentemente, o número de visitas orgânicas.

Ao migrar de plataforma, no entanto, é crucial manter as palavras-chave utilizadas nos títulos, URLs e descrições de produtos e monitorar de perto as landings pages — através de plataformas como o Google Analytics, por exemplo — para entender se, de fato, o tráfego está seguindo seu fluxo regular.

5. Segurança

Para uma migração segura, é essencial conferir se a plataforma de e-commerce oferece o certificado SSL ou se o que você já possui em seu domínio é compatível com o novo sistema. Dessa maneira, todos os produtos, pedidos e cadastros estarão protegidos ao longo do processo.

É importante destacar que a ativação do certificado SSL pode demorar até 24h e que, durante esse período, a sua loja virtual será apontada como “insegura”. Por isso, ao migrar, compartilhe um aviso sobre tal manutenção nas redes sociais ou via e-mail.

Se tiver outras dúvidas sobre domínio e segurança, leia este artigo sobre o assunto.

6. Teste

Antes de colocar sua loja virtual no ar, realize um teste geral: desde cadastros e compras a acompanhamento de pedidos. Ademais, evite fazer o lançamento durante períodos de alto tráfego.

Para descobri-los, faça uma análise rápida por meio de ferramentas como o Google Analytics, por exemplo. Os picos geralmente acontecem aos domingos e nos horários da madrugada, mas podem variar de acordo com o seu negócio.

Tomando esse cuidado, menos clientes serão atingidos, caso algum imprevisto ocorra durante a migração.

7. Comunicação

Por fim, não se esqueça de comunicar a mudança ao seu público. Crie cupons de desconto para atrair visitas ao novo site e peça feedbacks, se os usuários notarem algo fora do comum. Com isso, aos poucos, você poderá adaptar sua loja virtual para melhor atendê-los.

Para conhecer mais dicas relacionadas à migração de plataforma de e-commerce, ouça o nosso podcast sobre o tema. Nele, contamos com a participação de Caio Araújo, Head de Sales da Nuvemshop, e Camila Reis, Sênior Sales Executive da Nuvemshop:

Como fazer uma migração de plataforma de e-commerce?

No vídeo abaixo, Caio Araújo também compartilha os principais passos para migrar uma loja virtual de forma tranquila e sem prejudicar os clientes, nem o negócio:

Vale lembrar que as dicas acima são abrangentes e que, para saber como funciona a migração para a plataforma de e-commerce que você optou, é fundamental contatá-la e conhecer de perto o seu manual para tal processo.

Na Nuvemshop, a migração é facilitada: o empreendedor não paga o primeiro mês (independentemente do plano escolhido) e pode contar com o auxílio de um parceiro Nuvem (com custos à parte). Ademais, são disponibilizadas condições especiais do Mercado Pago para que você receba por suas vendas. Bacana, não? 😉

Para descobrir mais informações, acesse nossa página de migração. E, para conferir todos os passos necessários, acompanhe este índice.


Conheça todas as vantagens da nossa plataforma!

Depoimentos de migrações realizadas na plataforma Nuvemshop

Por fim, para que você conheça de perto como é mudar para a plataforma Nuvemshop, assista aos depoimentos dos CEOs da Lolja e da Stoned — respectivamente Lucas Tavares e Rafael Wencel —, que nos contaram como suas migrações foram seguras e sem burocracias:

Viu só? Fazer uma migração de plataforma de e-commerce é possível e tem tudo para dar certo!

Agora, caso você tenha interesse em começar a vender pela internet, aproveite nossos 30 dias gratuitos e teste sem compromisso. Temos certeza de que você vai querer ficar conosco.💙

Faça como +60mil lojas e
crie a sua Nuvemshop

Testar 30 dias grátis
Crie a sua loja na Nuvemshop

Sabemos que migrar sua loja não é uma decisão simples.

Descubra os benefícios e facilidades que a Nuvemshop oferece exclusivamente para migrações.

Saiba mais sobre a migração