Você precisa conhecer a audiência do seu site

Pessoas se conhecendo

Em discussões sobre conhecer a sua audiência, não estamos falando de informações rasas, como saber se são homens ou mulheres ou qual a sua idade aproximada. Nem de conclusões óbvias como “tenho um e-commerce de roupas femininas, logo, meu público é composto por mulheres que gostam de moda”. Muito menos de informações adquiridas com base em palpites.

Estamos falando de um conhecimento mais profundo e científico. Sobre quais temas essa audiência se interessa? Com o que trabalha? Com que outras marcas e produtos, além do seu, os clientes têm afinidade? O que os motiva na hora de comprar? São mais racionais ou mais emocionais? Têm o mesmo comportamento de compra em todas as indústrias do mercado? O que buscam no seu site? Como navegam? Onde clicam? Que páginas visitam?

Por que conhecer?

Imagine um palestrante que faz um discurso sem saber para quem vai falar. Certamente ele errará a abordagem, não dirá o que a plateia precisa ouvir, abordará tópicos que estão longe da realidade dessas pessoas e cometerá muito outros equívocos.

No marketing digital, a lógica é a mesma. Saber quem é a pessoa que está passando pelo seu site e ter o máximo de informações sobre ela é essencial para trazer relevância e apoiar suas ações de marketing. Confira alguns exemplos de como esse conhecimento potencializa as suas estratégias:

Estratégias de marketing

Como fazer?

Existem várias maneiras de conhecer melhor seu internauta. O ideal é monitorar todas elas para ter um perfil completo da sua audiência:

  • Plataformas analytics com dados quantitativos: trarão informações sobre pageviews, em que site o internauta navegou antes de chegar ao seu e se ele completou alguma ação, quantos entraram, por quanto tempo ficaram, quantos abandonaram o carrinho etc.
  • Heat maps e session recordings: a primeira ferramenta também é conhecida como mapa de calor, e te mostra como navegam pelo seu site: onde clicam, como movimentam o mouse na tela, até onde rolam a página, entre outras coisas. A segunda tem a mesma finalidade e grava sessões. Ou seja, você assiste a um internauta navegando pelo seu site. São ótimas para as estratégias de UX.
  • Identificação de navegação no próprio site: plataformas que mostram quais páginas foram visitadas e que ações foram realizadas por cada internauta dentro do seu site. São ótimas para estratégias de retenção e automação de marketing.
  • Plataformas analytics com dados comportamentais: não te dirão quantos navegaram pelo seu site mas sim quem são eles. Ou seja, traçam um perfil comportamental dos visitantes.

O conhecimento que todas estas plataformas trazem somado ao que você já sabe sobre os seus visitantes é a combinação certa para ações mais assertivas. Boa sorte!

Artigo publicado originalmente na Navegg.


O que você achou desse conteúdo?


Camila Silva

Especialista em marketing digital, possui cinco anos de experiência na área e é responsável pelos esforços de marketing da Navegg - Analytics, DMP e Data Provider, líder e referência de inteligência de dados na América Latina.


    voc-precisa-conhecer-a-audincia-do-seu-site