Segurança no e-commerce: proteja seu site e os dados dos clientes

Segurança no e-commerce

Chegamos ao nosso último post da série “Passo a passo para abrir uma loja virtual”. Durante as últimas semanas, abordamos temas relevantes para quem deseja começar a vender online com informações sobre serviços, parceiros, cursos, dicas e reflexões sobre o mercado virtual. Se você deseja ler ou reler algum desses artigos, basta clicar em nos assuntos listados abaixo:

Hoje vamos falar de mais um tema que está diretamente ligado ao bom desempenho do seu e-commerce: a segurança.

Comprar pela internet é seguro?

Quando falamos em e-commerce, uma série de vantagens vem à nossa cabeça, não é mesmo? Comodidade, rapidez, versatilidade, preços promocionais e segurança. Sim, segurança. Este é um dos principais pontos fortes do comércio eletrônico.

Um exemplo simples são os altos índices de criminalidade que afetam as grandes cidades do país e do mundo. Devido a este fato, dados comprovam que muitos consumidores receiam sair de suas casas para fazer uma compra, preferindo usar o e-commerce.

Por outro lado, o varejo físico também segue firme, sendo uma grande tendência a união de várias plataformas com um único objetivo: oferecer uma experiência ao cliente completa. Se você quiser se aprofundar neste tema, leia este artigo do Portal E-Commerce Brasil.

Então, como funciona a segurança na internet?

Da mesma forma que acontece no mundo offline, as plataformas virtuais estão sujeitas às fraudes. Mas as ferramentas para combatê-las também são inúmeras.

No e-commerce, estamos lidando a todo o momento com dados sensíveis, ou seja, informações sigilosas dos nossos clientes – como contatos pessoais, dados do cartão de crédito e senhas. Sendo assim, uma forma de fazer com que o e-commerce seja mais seguro é contratar uma empresa especializada em segurança na internet. Referência na proteção de dados para negócios online, a Site Blindado é uma empresa voltada para segurança em lojas virtuais. Conheça algumas outras:

Antifraude

O Sistema Antifraude identifica clientes que possam estar agindo de má fé perante sua loja. Essa ferramenta possui métricas que analisam o comportamento do comprador e, quando este faz um pedido suspeito, o pagamento pode ser negado. Devido ao custo, alguns empresários não fazem uso deste recurso de segurança. Quando se utiliza um intermediador de pagamento, o sistema antifraude faz parte do pacote de serviços.

PCI DDS

Trata-se de normas criadas pelas empresas administradoras de cartão e alguns bancos para nortear as ações relacionadas a transações bancárias na internet. Todas as empresas que trabalham com serviços de cartões de crédito precisam cumprir todas as normas estabelecidas pelo PCI.

Esperamos que esta série possa te ajudar a montar a sua própria loja virtual e que você tenha sucesso em seus negócios. Se tiver alguma outra opinião, comente! Queremos ouvir você.


O que você achou desse conteúdo?


Amauri Moura

Formado em jornalismo e pós-graduado em comunicação empresarial e institucional, Amauri atuou como assessor de imprensa no setor automotivo e repórter no jornalismo impresso. Atualmente é redator no Moip.


    segurana-no-e-commerce-proteja-seu-site-e-os-dados-dos-clientes