Natal x marketing 3.0: o que eles têm em comum?

Gato em árvore de Natal

O que o Natal significa para você? Independentemente de qualquer religião, essa data é tipicamente associada a uma convivência mais próxima com familiares e amigos. Quando as luzes coloridas começam a aparecer pela cidade, as pessoas se tornam mais empáticas e solidárias, passam a observar mais o que está ao seu redor e a valorizar esses momentos de interação e união.

E do marketing 3.0, já ouviu falar? Por mais estranho que pareça, não estamos mudando totalmente o tópico da conversa: essa abordagem moderna está mais relacionada aos elementos natalinos do que parece à primeira vista. E, neste artigo, vamos mostrar por quê.

Priorização dos valores pessoais

Enquanto o Natal é uma data comemorativa que estimula a troca entre as pessoas, o marketing 3.0 é, essencialmente, voltado para as pessoas. Assim como você ao escolher o presente ideal para alguém querido, ele propõe que a empresa esteja 100% preocupada com o cliente, vendo-o como um indivíduo pleno e não apenas mais um número.

Além disso, a atmosfera que envolve o dia 25 de dezembro é totalmente guiada por valores – o conceito principal do marketing 3.0. Ambos colocam os princípios de cada indivíduo em primeiro lugar, possuindo também uma missão de compaixão e uma visão de sustentabilidade que superam o significado puramente material dos produtos.

Valor sentimental > funcional

Com a evolução da indústria e do mercado, as pessoas hoje não compram simplesmente pela necessidade e sim por outros fatores que podem motivá-las – por exemplo, o desejo de possuir algo, o modo como aquele produto as fará sentir ou o status associado à marca. Basicamente, o valor agregado.

O mesmo acontece com a troca de presentes no Natal: não o encaramos como uma obrigação, e sim como uma maneira de levar felicidade à pessoa presenteada. O mais importante não é o objeto em si, mas a experiência de entregá-lo e observar reações. Não à toa o Papai Noel é tão querido por tantas crianças ao redor do mundo: ele leva algo especial para cada uma delas, fazendo-as se sentirem únicas e lembradas. A empresa, na medida do possível, precisa fazer o mesmo pelos seus consumidores, seja através do produto ou do atendimento.

Pilares do marketing 3.0 presentes no Natal

Colaboração

Um dos pilares do marketing 3.0 é o valor de colaboração. A empresa, com seu serviço, precisa contribuir de alguma forma para o ambiente ao seu redor. Para isso é necessário inovar constantemente, explorando novas tecnologias e estratégias, e deixar “sua marca”.

Nessa questão entra também o engajamento. O ideal é que todo o microambiente (clientes, fornecedores, públicos) seja visto como um instrumento de aprendizado e valor próprio, que tem algo a acrescentar ao conjunto. O mesmo sentimento é visto nas campanhas sociais do Natal, que reúnem diferentes pessoas em prol de um mesmo fim – fazer uma celebração, ajudar os menos favorecidos etc.

Cultura

Outro ponto importante é a cultura. Para o marketing 3.0, assim como a temporada natalina, ela é abordada considerando especialmente a conexão entre os indivíduos. Você provavelmente já participou de alguma reunião em família ou trocou ideias com primos distantes durante a ceia natalina, certo?

Da mesma maneira, a empresa precisa se esforçar para estreitar o relacionamento com os consumidores. O contato deve ser valorizado e feito de maneira cordial, a fim de que o público possa também dar seu próprio feedback e reconhecer na marca um verdadeiro parceiro de negócios, que irá ouvi-lo e propor alternativas de tornar sua vida mais fácil ou agradável.

Espiritualidade

Por fim, o último pilar talvez seja o mais simples de entender: trata-se da espiritualidade, também conhecida como construção de caráter. Lembra-se da proposta do marketing 3.0 de enxergar cada consumidor como um indivíduo pleno? Isso significa perceber que, como uma pessoa, ele tem suas próprias necessidades, seus próprios desejos, corpo e mente que precisam ser satisfeitos.

O Natal, em sua natureza mais simples, é um momento do ano que traz a oportunidade de olharmos para dentro de nós mesmos: o que é realmente importante? O que podemos celebrar? Pelo que agradecemos? Essas respostas definem não apenas quem somos, mas também o que realmente buscamos ao consumir qualquer coisa. E sempre iremos preferir uma marca que está alinhada a tudo isso.

Entendido?

Ao contrário de seus precursores, o marketing 3.0 não tem como objetivo apenas vender um produto (1.0) ou satisfazer uma aspiração (2.0). O que ele realmente espera é construir um mundo melhor, da maneira que puder. E quem dirá que esse não é também o espírito natalino? 🙂

Lembre-se de que, o ano todo, você pode realizar seus sonhos ou construir um negócio que realizará os sonhos das outras pessoas. Caso isso envolva vender pela internet, te convidamos a experimentar a plataforma da Nuvem Shop.


O que você achou desse conteúdo?


Luane Silvestre

Integra a equipe de conteúdo da Nuvem Shop e, como era de se esperar, adora escrever e não dispensa um bom café. É técnica em Informática, licenciada em Letras e especialista em Marketing - e tenta juntar tudo isso por aqui.


natal-x-marketing-3-0-o-que-eles-tm-em-comum