Mudanças na estratégia de link building que você precisa fazer hoje para ganhar autoridade

Ponte ligada por fios

A estratégia de link building, ou seja, o processo de aquisição de links externos apontando para suas páginas, sofreu muitas modificações ao longo dos anos. No entanto, uma coisa nunca mudou: a base de um bom link building está no relacionamento e não na aquisição de links em si.

Mais do que se preocupar em ter muitos e muitos links apontando para seu site, você precisa prestar atenção às parcerias que surgem deste tipo de estratégia. Ou melhor, você primeiro precisa focar em criar o relacionamento para depois solicitar um link.

Esta é uma verdade que existe desde muito antes de qualquer buscador dar importância à aquisição de links de qualidade e vai continuar existindo mesmo que o cenário mude completamente daqui para frente. E tenha certeza: irá mudar! Portanto, invista em relacionamentos e você não estará cometendo nenhum erro grave.

Claro que isso não significa que você, que se preocupa com sua estratégia de SEO e com o aumento do tráfego orgânico do seu blog, não deva ficar atento às constantes mudanças de diretrizes das boas práticas de link building. Muito pelo contrário!

Vamos começar entendendo como a importância de links foi mudando ao longo do tempo.

Por que o link building perdeu importância para os mecanismos de busca

O Google ainda reconhece o valor de um link. Porém, não de qualquer link! A atitude de alguns profissionais de SEO, que passaram abusar no uso de links de sites sem relevância ou relacionados ao mercado do site para qual linkavam, fez com que o Google começasse a não considerar todo e qualquer link usado.

O principal objetivo do Google é oferecer valor para o usuário e um link spam certamente não faz isso (assim como um conteúdo de péssima qualidade também não). Por essa razão, novos algoritmos como o Pinguim foram sendo desenvolvidos e aprimorados, e os sites mal intencionados, punidos.

Até mesmo técnicas de link building que o Google incentivava no passado começaram a ser consideradas SEO Black Hat pelo mau uso feito ao longo do tempo por alguns sites.

Quais as maiores mudanças nas diretrizes de link building

O nome da maior mudança na maneira como o Google encara os links hoje em dia é apenas um: Pinguim.

Pinguim é o simpático nome de um algoritmo do Google, que foi atualizado e mudou muito as estratégias que vinham sendo utilizadas pelos profissionais de SEO até então.

Conheça as principais mudanças:

A troca de links passou a não ser vista com bons olhos

A troca de links deveria ser feita entre duas páginas relevantes e que tratassem de assuntos relacionados. Seria uma troca natural baseada em um relacionamento.

Mas foi usada indiscriminadamente, com páginas que eram criadas apenas para linkar para outras, sem considerar qualidade e relevância. Inclusive, algumas páginas eram criadas apenas com o intuito de linkar para outras páginas.

Significa que você não pode fazer uma parceria com outro site e você linkar para ele e ele para você? Não necessariamente. Porém, esta troca precisa acontecer de forma natural aos olhos do Google. Se você fizer algo deste tipo, com muita frequência e sempre com o mesmo site ou blog, o Google pode entender que tem algo estranho no ar. Por isso, use o bom senso na hora da troca de links.

Links de péssima qualidade não são levados em consideração

Há cerca de 10 anos atrás, você poderia subir a autoridade de sua página simplesmente colocando o link para ela em fóruns, comentários em outros blogs e diretórios de artigos. O link em outro site apontando para o seu era criado por você mesmo. O que não parece muito adequado para o Google hoje em dia.

Portanto, nem perca seu tempo simplesmente deixando links para sua página em todos os lugares. Isso não irá gerar valor algum para seu blog. Ao invés disso, você pode deixar um comentário construtivo e interessante em um blog referência em seu nicho e assim chamar a atenção, de maneira positiva, do dono daquele site – ganhando um link espontâneo.

O Google passou a condenar a compra de links

O Google condena abertamente a troca de links por dinheiro, artigos ou serviços. Ou até mesmo a prática de algumas empresas que enviam produtos de graça apenas para terem seus links divulgados em outros espaços.

Neste caso, o buscador se refere a links que passam autoridade para a página citada. Por isso existe a diferença entre comprar links e comprar um espaço publicitário.

As punições ficaram mais severas para quem usar estratégias duvidosas de link building

O Google nunca aprovou esquemas duvidosos de sites e blogs para subir nos rankings de pesquisas. No entanto, como está cada vez mais preocupado com o usuário, vem procurando punir com mais severidade as páginas que usam links ruins, compram ou fazem troca de citações. A punição pode ser a perda de algumas posições no ranking ou até mesmo a desindexação da sua página dos servidores.

As mudanças vão continuar acontecendo e você precisa ficar sempre atento(a), até porque uma prática considerada boa hoje pode ser passível de punição no futuro. Para conhecer mais sobre o assunto, não deixe de ler o artigo completo “Os fundamentos do link building para construir parcerias duradouras, melhorar a experiência do usuário e acelerar como nunca o crescimento do seu site”, a fim de aprender mais sobre o assunto e conquistar cada vez mais os lugares mais altos do ranking do Google.

Espero que tenham gostado. Forte abraço!


O que você achou desse conteúdo?


Henrique Carvalho

Fundador do site Viver de Blog. Minha missão é mostrar o universo de blogs como um negócio digital, transformando milhares de pessoas através de dicas práticas com infográficos, e-books e guias completos.


    mudanas-na-estratgia-de-link-building-que-voc-precisa-fazer-hoje-para-ganhar-autoridade