Primeiros passos para utilizar o Google AdWords

Primeiros passos no Google AdWords

O que é o Search Engine Marketing, você sabe? O SEM, também conhecido como marketing nos mecanismos de busca, é a possibilidade de você fazer publicidade em grandes buscadores, como o Google. Ou seja, através do SEM você utilizará todo o poder dos motores de busca para alcançar um público mais específico.

Diferentemente dos resultados orgânicos, os resultados pagos aparecem em destaque nos buscadores (em verde na imagem abaixo). Por meio de técnicas de SEO (Search Engine Optimization) você também terá chances de obter mais relevância e aparecer nas primeiras páginas do Google, mas isso é um trabalho que requer tempo e bastante esforço (ainda assim é extremamente recomendado). Antes de continuarmos, entenda as diferenças básicas entre SEM e SEO neste artigo!

Primeiros passos no Google AdWords

Por que fazer SEM?

Segundo dados da comScore, a América Latina é a área do planeta que registra o maior crescimento de usuários online. Observe os pontos abaixo:

  • Os latino-americanos ficam três horas a mais na internet por mês do que a média global;
  • Lojas virtuais foi a categoria de sites de maior crescimento na América Latina em 2013, com 102%;
  • A audiência do e-commerce cresceu 16% em 2013 se comparada ao ano anterior;
  • No mesmo período, as buscas pelo tema nos motores de busca cresceram 20%.

Como chegamos ao nosso potencial cliente?

No mundo ideal, deveríamos estar presentes no exato momento em que um potencial cliente demanda nossos produtos. E como esse consumidor procura por um produto? Simples: fazendo uma busca no Google (ou em qualquer outro mecanismo do gênero, como Bing, Yahoo, Ask, etc).

Vamos supor que esse potencial cliente esteja atrás de sapatos de couro. Se você possui uma loja online de sapatos, pode usar o SEM para escolher determinadas palavras-chave relacionadas ao tema. Assim, quando o usuário procurar por sapatos de couro, ele poderá encontrar seu anúncio no topo dos buscadores. Existem diversos fatores que influem na hora de classificar a publicidade que aparecerá em destaque nos motores de busca – e falaremos sobre isso em breve!

Ferramentas de SEM

O Google, como todos sabemos, é o buscador mais popular do planeta. Para fazer publicidade por lá, você deverá utilizar o Google AdWords. O Bing, que pertence à Microsoft, possui uma ferramenta semelhante, trata-se do Bing Ads.

Se você está começando agora no mundo do SEM, recomendamos utilizar o Google AdWords por um motivo óbvio: nove em cada dez buscas acontecem no Google! No geral, existem algumas diferenças entre o Google AdWords e o Bing Ads. Se você faz anúncios do tipo há tempos e já esgotou suas possibilidades na plataforma do Google, aí sim recomendamos o Bing Ads. Caso contrário, comece pelo AdWords para ter mais chances de conquistar novos clientes.

Como funciona o Google AdWords?

Voltando ao exemplo da loja de sapatos, suponhamos que você definiu como palavras-chave da sua campanha os seguintes termos: “sapatos de couro”, “sapatos femininos” e “sapatos masculinos”. Se um usuário fizer uma busca no Google por algum desses termos, sua publicidade terá chances de aparecer em destaque. Se o anúncio aparecer na busca e o potencial cliente clicar nele, você pagará um valor pré-estipulado por esse clique. Uma vez dentro do seu site, você terá a possibilidade de converter esse visitante em comprador.

Por dentro das palavras-chave

Já falamos algumas vezes sobre as palavras-chave ao longo do texto, mas como elas funcionam de fato? Bem, acho que primeiro vale explicar a diferença entre palavra-chave e termo de busca, pois isso é algo que confunde muitos iniciantes:

  • Palavra-chave: palavras que o anunciante define para que o seu anúncio se relacione com os termos de busca procurados pelos potenciais consumidores;
  • Termo de busca: palavras que esse potencial cliente utiliza no buscador para encontrar o que procura.

Vale ressaltar que caberá a você escolher as palavras-chave ideais para o seu negócio. Para isso, você pode utilizar o Planejador de Palavras-chave do Google, que te mostrará a quantidade aproximada de buscas mensais de cada termo. Desta forma, você conseguirá escolher as palavras de mais relevância para associá-las às pesquisas dos usuários.

Além disso, você também poderá (e deverá!) escolher palavras-chave negativas. Como assim? Em linhas gerais, a palavra-chave negativa dirá ao Google que o seu anúncio JAMAIS deverá aparecer quando determinado termo for procurado. Por exemplo: se você possui uma loja de artigos esportivos e está anunciando camisetas masculinas, você pode negativar a palavra “feminino”. Assim, seu anúncio nunca aparecerá quando alguém buscar por “camisetas femininas”, ou “camisetas para mulheres”.

No vídeo abaixo, aprenda a adicionar palavras-chave negativas às suas campanhas:

Benefícios das palavras-chave

Uma escolha bem feita das palavras-chave poderá trazer ótimos dividendos para sua loja online, tais como:

  • Chegar aos clientes interessados em seu produto/serviço com eficácia;
  • Reduzir custos, pois definindo os termos de forma correta você alcançará somente aqueles que têm interesse no que você está oferecendo;
  • Melhorar o retorno sobre o investimento (ROI) das suas campanhas de marketing online.

Tipos de correspondência de palavras-chave

Como diz a página de suporte do próprio Google AdWords:

Os tipos de correspondência de palavra-chave ajudam a ter controle sobre quais pesquisas podem acionar seu anúncio. Por exemplo, você poderia usar a correspondência ampla para exibir seu anúncio a um público-alvo extenso. Por outro lado, poderia usar a correspondência exata para alcançar grupos específicos de clientes.

Entenda mais sobre os tipos de correspondência de palavras-chave no vídeo abaixo:

Existem cinco tipos de correspondência de palavras-chave, cada qual especificada por um símbolo diferente. Observe a tabela a seguir:

Primeiros passos no Google AdWords

Correspondência ampla

A correspondência ampla é padronizada no Google AdWords e é ideal para quem deseja capturar o maior volume de tráfego possível através dos anúncios sem ter que ficar perdendo tempo criando listas de palavras-chave. Com a correspondência ampla sua publicidade poderá ser exibida se uma pesquisa contiver os termos da sua palavra-chave em qualquer ordem e, possivelmente, junto com outros termos, já que ela também capturará visitantes que procuram por sinônimos das palavras-chave definidas.

Exemplo: se você colocou “chapéus femininos” como palavra-chave, os usuários devem encontrar seu anúncio se procurarem por: “chapéus femininos”, “comprar chapéus de mulher”, “bonés femininos”, “chapéus para meninas”, “comprar chapéus vermelhos para mulheres”, etc.

Modificador de correspondência ampla

O modificador de correspondência ampla servirá para mostrar ao Google que você quer exibir seu anúncio apenas para buscas que contenham os termos especificados pelo sinal de mais (+).

Diferente do que acontece com a correspondência ampla, aqui sua publicidade nunca será exibida para buscas por palavras-chave sinônimas. Ou seja, se você selecionou “+chapéus” e “+femininos”, seu anúncio jamais será mostrado para alguém que procurar, por exemplo, por “capacetes para mulheres” ou “viseiras femininas”.

Essa é uma boa alternativa para restringir seu público e atrair usuários que tenham mais a ver com o seu target real. Ao utilizar o modificador de correspondência ampla, você atrairá menos tráfego para a sua loja ou site. Esse tráfego, todavia, certamente será mais qualificado.

Correspondência de frase

Com a correspondência de frase, seu anúncio aparecerá para buscas por palavras-chave exatas ou por palavras-chave exatas com palavras adicionais antes ou depois delas. Ele também será exibido quando alguma busca semelhante à palavra-chave for feita pelos usuários.

Por exemplo: se você colocar “chapéus femininos” como palavra-chave, seu anúncio aparecerá para quem procura por termos como “chapéus femininos”, “comprar chapéus femininos” e “chapéus para mulher”. Perceba que neste caso “para mulher” é uma variável aceitável para “femininos”.

Para usar uma palavra-chave de correspondência de frase, coloque o termo desejado dentro de aspas. No caso do exemplo utilizado, ficaria “chapéus femininos”.

Correspondência exata

A correspondência exata mostrará ao Google que você só quer que o seu anúncio apareça quando os usuários buscarem as exatas palavras-chave que você definiu – e suas variáveis aproximadas.

Seguindo a mesma linha de raciocínio dos exemplos anteriores, seu anúncio só será encontrado quando alguém fizer uma busca por “chapéus femininos” ou “chapéus para mulher”. Ao contrário da correspondência de frase, o anúncio jamais será exibido para buscas do tipo: “comprar chapéus femininos”, “chapéus femininos em oferta”, etc.

Para utilizar uma palavra-chave de correspondência exata, coloque o termo desejado entre colchetes. No caso, [chapéus femininos].

Correspondência negativa

Como já explicamos lá em cima, a correspondência negativa vai evitar que o seu anúncio apareça para determinadas buscas. Para negativar uma palavra-chave, basta inseri-la com símbolo de menos (-). O legal aqui é que você pode misturar a correspondência negativa com outras correspondências. Observe o exemplo abaixo retirado do próprio Google:

Primeiros passos no Google AdWords

Dicas úteis para a correspondência negativa:

  • Lembra que para negativar uma palavra você terá que usar o sinal de menos (-)? Pois é, mas você só deve utilizá-lo para negativar a exata palavra ou termo que desejar. Exemplo: -feminina, -“chapéus femininos” (misturado com correspondência de frase), -[chapéus femininos] (misturado com correspondência exata), etc;
  • Dependendo do produto que você anunciar, é recomendado adicionar alguns termos específicos à lista de palavras-chave negativas. Considere os termos “grátis”, “curso/aula” e “emprego”. Isso ajudará a espantar aquelas pessoas que buscam por produtos/serviços gratuitos, cursos ou empregos relacionados às suas palavras-chave.

Resumo

Este é o primeiro de uma sequência de posts destinados a te ensinar a se tornar um mestre do Google AdWords. Nele entendemos o que é Search Engine Marketing (SEM) e te introduzimos ao mundo dos links patrocinados, explicando como funciona a ferramenta, as palavras-chave e os tipos de correspondência de palavras-chave. Tem alguma experiência para compartilhar conosco sobre o tema? Comente com a gente na caixinha abaixo!

Até a próxima!


O que você achou desse conteúdo?


Bruno Fernandes

Bruno é jornalista e responsável pela estratégia de conteúdo do blog e da Universidade do E-commerce da Nuvem Shop. É viciado em esportes, sobretudo basquete, e assiste 500 séries de TV ao mesmo tempo.


primeiros-passos-para-utilizar-o-google-adwords