23/10/2013

Saiba mais sobre fraudes no mundo virtual e veja como se proteger

Cadeado com chave e correntes

Segurança: uma palavra que nunca é inadequada, seja no mundo offline ou no virtual. Pessoas mal intencionadas estão em todo lugar, e é preciso ter cuidado para não cair em “truques”. Se você vende pela internet, precisa se dedicar a ter uma loja não apenas completa e atrativa, mas também preparada contra fraudes.

Por isso, preparamos esse guia rápido com os tópicos mais importantes sobre o assunto e onde encontrar mais informações:

Tipos mais comuns de fraude online

Primeiramente, é importante conhecer os modos mais comuns de fraude. O primeiro deles chama-se phishing, em uma referência a fishing (“pescar”, em Inglês). Consiste, basicamente, em enganar o usuário para roubar informações de documentos e contas bancárias, a fim de utilizá-las em benefício próprio. Acontece muito através de e-mails e formulários falsos.

Outra fraude comum acontece a partir do chargeback, ou seja, quando o cliente desiste da compra e você precisa devolver o dinheiro dele. Infelizmente, algumas pessoas fazem isso propositalmente depois do envio do produto, deixando o lojista sem a mercadoria e sem o pagamento por ela.

Panorama atual

Os casos mencionados parecem familiares? Você com certeza já ouviu falar de alguma história assim, certo? E não é para menos: apenas no Brasil, 1,6% das vendas online se convertem em chargebackenquanto 3,8% das compras são canceladas por suspeita de fraude. E o quadro fica ainda menos agradável quando consideramos toda a América Latina (veja tudo neste infográfico).

Infelizmente, a maioria dos lojistas de e-commerce desconhece a importância de se precaver contra esses “ataques”, especialmente em dispositivos móveis (que são a nova tendência do comércio eletrônico): apenas 15% deles utilizam ferramentas antifraude para aplicativos.

Como evitar fraudes online

Sabendo de tudo isso, o ideal é que você proteja sua loja virtual o quanto antes. Isso é fundamental para manter a saúde do seu negócio e a segurança dos seus consumidores – um verdadeiro compromisso.

Mas não se preocupe, não é difícil! Confira no vídeo abaixo algumas atitudes que farão a diferença:

Órgãos de apoio a vítimas

Depois de tomar todas as medidas, dedique um tempinho a fazer uma lista de contatos úteis em um possível caso de fraude online (tanto para si mesmo quanto para informar aos clientes). Recorrendo a instituições especializadas, as chances de receber o dinheiro de volta ou outro tipo de ajuda são maiores.

Anote:

  • PROCON;
  • IDEC;
  • Delegacias especializadas em crimes virtuais.

Neste artigo estão todos os números e para quais situações cada opção é mais adequada.

Entendido?

Esperamos que esse artigo tenha “clareado” um pouco seu conhecimento sobre fraudes no mundo virtual e te ajudado a tomar as primeiras medidas para proteger seu negócio. Mas não para por aí: vale a pena fazer o curso gratuito Conselhos de segurança para e-commerce para entender tudo o que esse assunto engloba.

Ainda não tem sua própria loja virtual? Experimente a Nuvem Shop por 15 dias grátis, conte com uma plataforma totalmente segura e venda sem medo!

[Atualizado em 29/09/2016.]

Data da última atualização: 30/08/2018


O que você achou desse conteúdo?


Nuvem Shop


    saiba-mais-sobre-fraudes-no-mundo-virtual-e-veja-como-se-proteger