O que é e como funciona o dropshipping?

Por: LabEcom

Imagem mostrando um homem em um armazém, representando como funciona o dropshipping.

Dropshipping funciona como uma modalidade de vendas online na qual o vendedor cria a sua loja virtual sem precisar ter os produtos em estoque. Neste modelo, os fornecedores são responsáveis pela disponibilidade, armazenamento, preparo e envio dos itens.


Se você busca novos modelos de negócio e oportunidades para vender pela internet, com certeza já deve ter se pergundado como o dropshipping funciona. Muitos empreendedores estão apostando nessa modalidade para vender produtos online.

Quer entender melhor sobre ele? Continue com a leitura pois, neste artigo, vamos explicar o que é o dropshipping, como ele funciona, quais são as vantagens e desvantagens desse modelo e quais passos você deve seguir para aplicar a estratégia em seu negócio.

Preparado? 🧐

Crie sua loja virtual e venda pela internet
Crie sua loja virtual e venda pela internet pelo seu computador

O que é dropshipping?

Dropshipping é uma modalidade de vendas online em que o vendedor cria a sua loja virtual sem precisar ter os produtos em estoque. Neste caso, os fornecedores são responsáveis pela disponibilidade, armazenamento, preparo e envio dos itens.

A palavra dropshipping vem do inglês drop, que significa “deixar cair” ou “soltar”, enquanto shipping quer dizer “envio”, “remessa”.

Adaptando ao português, podemos entender dropshipping como “livre de remessa”, referindo-se a posição do vendedor que não precisa se preocupar com as questões do envio da mercadoria, apenas com as vendas. A pessoa que realiza a atividade de dropshipping é geralmente chamada de dropshipper.

📹 Veja também: Como começar a fazer dropshipping?

Como o dropshipping funciona?

Na organização das vendas por dropshipping existem três atores centrais para que tudo funcione: fornecedores, vendedor e o consumidor final. Sendo cada um responsável por uma etapa do processo de venda online.

Em resumo, o dropshipping funciona da seguinte forma:

  • O vendedor anuncia e vende os produtos por meio de um site de vendas, marketplace, redes sociais etc;
  • Em seguida, o fornecedor disponibiliza a mercadoria, embala e envia para o endereço do comprador;
  • Por último, o consumidor final irá receber o produto em casa de forma prática e cômoda.

💡 Saiba mais: Como começar a fazer dropshipping?

Vantagens do dropshipping

Com o disparo das vendas online durante a pandemia coronavírus, diversos empreendedores optaram pelo dropshipping. Em comparação com outras práticas do e-commerce, este modelo de vendas apresenta vantagens bastante competitivas. As principais são:

Baixo investimento inicial

Não é preciso fazer um grande investimento em dinheiro para começar a vender com dropshipper. Os custos iniciais serão basicamente em relação à organização da sua página de vendas e, se possível, à anúncios pagos.

Além disso, você também não corre o risco de ter prejuízos com produtos que foram armazenados, mas acabaram não vendendo bem, evitando, assim, o estoque parado.

Se você tem ou quer criar uma loja virtual com a plataforma da Nuvemshop, é possível fazer dropshipping com conexão direta aos produtos disponíveis no AliExpress.

💡 Saiba mais: Como usar o AliExpress para fazer dropshipping?

Crie sua loja virtual
Testar 30 dias grátis

Foco em marketing e vendas

Se você tem a possibilidade de dedicar a maior parte do seu tempo à sua loja, é fundamental colocar esforços nas estratégias de marketing digital para garantir boas vendas. Esse foco, especialmente quando você está começando, é importante para aumentar a visibilidade do negócio.

Aproveitar o timing do lançamento da loja é um ótimo momento para construir uma boa reputação no mercado.

Variedade na oferta de produtos

Como não é preciso montar o estoque para começar a vender, o dropshipping também aumenta muito a variedade dos produtos que podem ser disponibilizados na sua loja. É possível ter diferentes fornecedores vinculados ao seu e-commerce, ampliando ainda mais o seu catálogo online.

💡 Saiba mais: Como fazer dropshipping nacional?

📹 Veja também: Como vender pela internet com Dropshipping?

Alcance de grande público com as vendas online

Encontrar um público-alvo é importante para qualquer estratégia de vendas. Ter comunicação estratégica focada em um grupo específico possibilita uma relação mais direta e com maior proximidade. Definir uma persona ideal, ou seja, a representação do seu consumidor ideal,  pode te ajudar nesse direcionamento.

Contudo, a escolha por um público-alvo ou um nicho de mercado não significa diminuir o número de potenciais clientes. É possível ter diferentes focos nas suas vendas, contanto que cada um tenha sua própria estratégia.

Com as vendas online, esse público é ainda maior, visto que não existem limitações geográficas e os clientes podem acessar o seu site de compras 24 horas por dia e sete dias por semana.

💡 Saiba mais: Ter um e-commerce para dropshipping vale a pena?

Desvantagens do dropshipping

O comércio de produtos online via dropshipping também enfrenta algumas dificuldades. Como qualquer outro negócio, essas desvantagens podem ser resolvidas e dependem do esforço e da sabedoria do empreendedor para driblá-las.

💡 Saiba mais: Vale a pena fazer dropshipping? 

As principais desvantagens são:

Barreiras alfandegárias no caso de produtos importados

A maioria das compras feitas por dropshipping depende de fornecedores internacionais. Nesse caso, para que o produto entre no Brasil, será necessário passar pela revista das barreiras alfandegárias ou barreiras comerciais.

💡 Saiba mais: Conheça os principais fornecedores de produtos importados 

Essas barreiras são as leis, normas, regulamentos e políticas que o nosso país estabelece para a entrada de produtos no mercado.

Elas podem ser tarifárias ou não, isto é, pode ser cobrado um valor para que o produto entre no Brasil ou não. Esse cálculo dependerá do tipo de produto, tamanho, valor do frete, quantidade, etc.

💡 Saiba mais: Como encontrar fornecedores de dropshipping?

Prazos de entrega mais demorados

Uma outra dificuldade gerada pela importação é o aumento no prazo de entrega dos produtos. Por ser uma compra internacional, o produto está muito longe do país de destino e pode ser que demore a chegar.

As barreiras alfandegárias também influenciam nessa questão, visto que o processo de conferência e tarifação dos produtos pode demorar.

Maior concorrência

Como o processo para começar a trabalhar como dropshipper é bastante simplificado, a todo momento novos players estão entrando nesse mercado. Assim, é muito fácil que várias lojas que trabalham com dropshipping acabem usando os mesmos fornecedores e praticando os mesmos preços.

Isso faz com que seja difícil encontrar um diferencial para a sua loja se destacar das demais. Diante disso, é necessário criar uma boa estratégia de precificação.

Você pode, por exemplo, vender mais barato que a concorrência. Dessa forma, é possível atrair clientes pela diferença de preço e tornar-se mais competitivo.

💡 Saiba mais: Confira o passo a passo de como trabalhar com dropshipping

Falta de controle de estoque e dos fornecedores

Como todo o processo de preparação e envio dos produtos é feito pelos fornecedores, o vendedor não oferece muito conhecimento sobre o que será entregue.

Ao mesmo tempo, isso não diminui a responsabilidade do negociante com o consumidor, afinal, é ele quem faz a intermediação com o fornecedor.

Por isso, o vendedor depende das informações prestadas pelo fornecedor para prestar um bom atendimento ao cliente.

Fazer dropshipping é legal no Brasil?

O dropshipping é uma modalidade de comércio eletrônico e, portanto, plenamente permitida no Brasil. Além disso, não existe uma limitação específica sobre o dropshipping, portanto, algumas questões particulares dessa modalidade podem ser decididas com base em analogias a outros modelos de negócio.

Ainda assim, o dropshipping deverá seguir as normas e leis brasileiras. Visto que não tem regulamentação própria, ele deverá seguir os mesmos preceitos aplicados ao e-commerce e a importação de produtos quando falamos de itens internacionais.

💡 Saiba mais: O que é Lei do E-commerce e como adequar a sua loja a ela? 

Nesse caso, é preciso estar atento tanto às normas de tributação e de importação de produtos do Direito Tributário, bem como aos direitos previstos no Código de Defesa do Consumidor.

💡 Saiba mais: Imposto sobre produtos importados: conheça cada taxa

Como fazer dropshipping?

Para começar a trabalhar com dropshipping, você precisará seguir alguns passos. Confira-os à seguir:

1. Escolha os produtos que vai vender

Como mencionamos anteriormente, definir o seu público-alvo é muito importante para traçar uma estratégia de divulgação. Essa definição também contribui para o tipo de produto que você deverá disponibilizar na sua loja.

Além disso, na hora de escolher o seu produto você também deve pensar nos trâmites legais a respeito de sua comercialização.

📹 Veja também: O que NÃO vender com dropshipping?

2. Encontre bons fornecedores

O fornecedor terá um papel muito importante no sucesso da sua loja. Por isso, é preciso realizar uma boa seleção para garantir que tudo saia como o planejado. A primeira questão é: comprar diretamente de quem produz aquele item.

Quanto mais agentes estiverem envolvidos na cadeia de compra de um produto, mais caro ele será e, consequentemente, menor será a sua margem de lucro. Por isso, é sempre mais interessante trabalhar com o produtor direto.

Banner com botão clicável direcionando para a lista de fornecedores grátis

3. Escolha o canal de vendas

Para vender os produtos, a divulgação é fundamental. Contudo, o canal onde essa divulgação será feita também é muito importante.

Certos públicos preferem uma rede social ou um tipo específico de conteúdo e entender essas diferenças pode garantir um bom número de vendas.

💡 Saiba mais: Canais de venda: o que são e como usá-los?

4. Crie um fluxo claro com os fornecedores

Lembra das perguntas que você fez ao fornecedor? Elas são importantes para elaborar um fluxo de vendas eficiente para o seu negócio.

Desde o pagamento até o envio para o cliente, é importante ter tudo bem alinhado para evitar falhas de comunicação.

💡 Saiba mais: Como receber pagamento online de forma segura?

5. Estabeleça uma política de trocas e devoluções clara

Como já foi dito, a modalidade de dropshipping obedece às regras de direito do consumidor aplicadas no Brasil. Uma delas é o direito de arrependimento da compra em até sete dias.

Por isso, é importante que você tenha uma política de troca e devolução didática e bem definida.

💡 Saiba mais: Como criar uma política de troca e devolução?

6. Divulgue sua loja de dropshipping

Como todo o processo de vendas acontece no mundo virtual, é fundamental divulgar constantemente a sua loja de dropshipping. Isso, claro, sempre lembrando da sua persona e público alvo para garantir que a comunicação seja efetiva.

Instagram, por exemplo, é uma ótima vitrine virtual para negócios virtuais. Com boas fotos, é possível transformar o seu perfil comercial em um verdadeiro catálogo online.

💡 Saiba mais: 9 dicas de como divulgar a minha loja virtual

7. Informe o código de rastreio aos clientes

Não se esqueça de sempre enviar aos clientes o código de rastreio gerado pelo fornecedor. Esse acompanhamento é importante na construção da confiança com a sua marca.

💡 Saiba mais: Como fidelizar clientes?

Além disso, como os produtos costumam demorar um tempo maior para chegar, é importante que o seu cliente possa ter conhecimento de onde está o item que ele comprou.

Crie a sua loja virtual e venda pela internet
Testar 30 dias grátis

Resumo

Agora que você já sabe como funciona o dropshipping, está pronto para colocá-lo em prática? Se você já trabalha com e-commerce, investir nesse modelo pode ser uma forma de expandir o seu negócio! 🚀

Antes de finalizar a leitura, confira um breve resumo sobre o que vimos por aqui:

O que é dropshipping?

Dropshipping é uma modalidade de vendas online na qual o vendedor cria a sua loja virtual sem precisar ter os produtos em estoque. Neste modelo, os fornecedores são responsáveis

Vantagens do dropshipping

  • Baixo investimento inicial
  • Foco em marketing e vendas
  • Variedade na oferta de produtos
  • Alcance de grande público

Desvantagens do dropshipping

  • Barreiras alfandegárias
  • Prazos de entrega mais demorados
  • Muita concorrência
  • Falta de controle de estoque

Como fazer dropshipping?

  1. Escolha os produtos que vai vender
  2. Encontre bons fornecedores
  3. Escolha o canal de vendas
  4. Crie um fluxo claro com os fornecedores
  5. Estabeleça uma política de trocas e devoluções clara
  6. Divulgue sua loja de dropshipping
  7. Informe o código de rastreio aos clientes

E, se você já optou por abrir seu empreendimento de dropshipping, mas ainda não criou sua loja virtual, aproveite para montá-la hoje mesmo. Na Nuvemshop, oferecemos um teste de 30 dias gratuitos!

Aqui você encontra:

Faça como +90 mil lojas e
crie a sua Nuvemshop

Testar 30 dias grátis
Crie a sua loja na Nuvemshop

Quer mudar de vida vendendo pela internet?

Crie agora sua loja virtual com a Nuvemshop e venda de maneira profissional.

Criar minha loja

Nosso site utiliza cookies para te proporcionar uma melhor experiência. Ao acessar o site da Nuvemshop, você concorda com a nossa Política de Privacidade e Cookies