17/06/2014

Dicas para sua agência fechar parceria com uma plataforma de e-commerce

Parceria

Você tem ou trabalha para uma agência de webdesign e está expandindo as áreas onde atua. Já percebeu que é difícil ficar de fora do mercado de e-commerce e deve aproveitar os seus recursos para criar lojas virtuais para seus clientes.  E, ao invés de contratar milhares de programadores e afins ou de entrar em uma área totalmente nova para seus webdesigners, por exemplo, resolveu se filiar a uma plataforma de e-commerce. Até aí, ótima ideia.

A plataforma de e-commerce tem como objetivo oferecer exatamente a estrutura que te custaria muito para repassar para o cliente, se responsabilizando por manter a loja no ar, além de oferecer suporte técnico ao lojista e uma série de outros diferenciais importantes para que VOCÊ conquiste novos clientes. Por isso, apesar da ótima decisão em se afiliar a plataformas de e-commerce para ampliar seus negócios, é importante avaliar com quem você fechará a parceria. Considere os seguintes fatores:

Controle interno

A organização da plataforma é extremamente importante para que sua parceria dê certo. Se você tem que controlar todas as lojas que criar através do próprio login do cliente, o número de acessos será absurdo, além de ter vários problemas em relação à própria segurança do lojista. Portanto, é essencial que você avalie o controle interno que terá com a plataforma de e-commerce.

Observe se você conseguirá controlar as lojas que você criará, se o administrador é claro e até mesmo se o admin de lojista é fácil de mexer, afinal, você fará parte do trabalho. É importante considerar se as alternativas são bem organizadas, se a navegação flui bem (sem apresentar travas ou problemas) e também as opções oferecidas.

Procure plataformas que tenham no admin de parceiros opções relacionadas a quem que está criando a loja. Ou seja: acesso fácil a documentações úteis, ajuda comercial para vender os projetos, valores a serem recebidos no caso de comissões, entre outros. Quanto mais fácil for o seu controle, menos tempo perdido e, sendo assim, mais projetos rentáveis para sua empresa.

Fonte de renda

E falando exatamente em projetos rentáveis, procure por plataformas de e-commerce que realmente te ajudarão a ganhar mais dinheiro. Além de pensar em estruturas prontas para montar lojas digitais, você também pode ganhar explorando alguns trabalhos para quem já é cliente da ferramenta, como, por exemplo, criação de e-mail marketing ou mídias sociais, ou então pensar em desenvolver atendimento completo para seus clientes atuais, passando a oferecer serviços novos.

Para conseguir ganhar mais com a plataforma, ela deve ser bem aberta, fácil de lidar e preferencialmente, deve te reconhecer por vestir a camisa. Você deve ficar atento quando as plataformas oferecem comissão em cima de lojistas trazidos. Algumas fazem pagamento único, enquanto outras mais bacanas fazem o pagamento da comissão em cima de todos os pagamentos que o lojista indicado efetivar. Uma boa plataforma vai ter relação bem transparente com você em relação a estes pagamentos. Você mesmo deve poder enxergar quanto pode receber e deve ter fácil acesso para solicitar esse valor.

Atendimento personalizado

Um ponto extremamente importante para avaliar antes de fechar a parceria com uma plataforma de e-commerce é saber se você receberá atendimento personalizado enquanto parceiro. É uma má ideia concretizar parceria com uma plataforma que vai te jogar em um menu com milhares de opções voltadas às lojas virtuais e não às suas criações propriamente ditas.

Por isso, considere efetuar parcerias com plataformas que tenham e-mails diferenciados para lojistas e parceiros. Mas lembre-se de considerar uma plataforma de e-commerce que faça o serviço de atendimento ao lojista para que você não tenha que perder tempo prestando o suporte da ferramenta. Uma boa plataforma vai te permitir responder apenas o que for referente ao seu próprio trabalho, cuidando do restante das dúvidas do lojista online.

Além disso, avalie o tempo e a qualidade das respostas. Uma boa plataforma terá tempo de resposta rápido e vai te oferecer soluções novas, além das que você mesmo já pensou. Também vai transmitir com clareza mudanças sobre pagamentos comissionais ou o que mais envolva a relação de ambos os lados.

Funcionalidades e documentação necessária

Com o atendimento rápido, é bem provável que você também encontre respostas fáceis às suas perguntas. Uma plataforma indicada para parceria deve ter toda a documentação que você precisará, visando facilitar a efetivação de uma loja junto a ela. Explicações a respeito das exigências técnicas, material exclusivo para que os designers façam o layout da loja virtual, tutoriais sobre a construção das lojas e suas integrações e informativos sobre atualizações da ferramenta são algumas das coisas que você precisa saber se a plataforma oferece.

Outro ponto bem interessante de avaliar é se a plataforma tem informações construtivas, como, por exemplo, e-mails marketing com dados do mercado ou novidades acadêmicas que podem fazer seu trabalho evoluir junto aos seus clientes. Pergunte às plataformas que você está avaliando se elas têm esse tipo de compartilhamento de informações.

Em relações às funcionalidades, quanto mais autonomia você tiver na criação das lojas, melhor. Procure plataformas que sejam fáceis de editar e alterar e que tenham explicações sobre como fazer essas mudanças. E também considere plataformas que fazem um bom trabalho de comunicação com seus lojistas, para que novos clientes sintam confiança também em seu serviço.

Incentivos

Procure uma plataforma que incentiva a relação com você e sua empresa. Algumas plataformas promovem a integração de agências e outros parceiros com seus clientes, a fim de que você possa explorar uma carteira de clientes prontinha para uso. Uma boa ideia é fechar com plataformas que disponibilizam seu contato para os lojistas e que te coloquem em destaque conforme a relação com a empresa for evoluindo.

Se a plataforma de e-commerce também oferecer cursos gratuitos ou parcerias com outras empresas que possam beneficiar os seus serviços, ainda melhor. Por exemplo: se você cria lojas virtuais para seus clientes através de uma plataforma que tem descontos especiais para a produção de fotos de produtos, você pode oferecer uma loja virtual ainda mais completa e elegante para seu cliente. Ofereça-se para fazer este tipo de troca de serviços também. E se você for um freelancer de webdesign, por exemplo, certifique-se que há possibilidades de trabalhar junto à plataforma sem grandes diferenciações.

Finalmente, procure uma plataforma de e-commerce que converse com você. Verifique desde o começo sobre como são os retornos recebidos da empresa, se sugestões são acatadas e executadas (ou bem justificadas) e veja avaliações de clientes que usaram serviços similares aos seus para criar a loja. Por exemplo: valide as avaliações de agências de webdesign para saber se os clientes ficam realmente satisfeitos com um design personalizado, e assim por diante.

Mais importante de tudo é que você tenha confiança na estrutura e no atendimento proporcionado. Procure um local que vise não só o próprio lucro, mas também o ganho coletivo, seja ele financeiro, estrutural, ou até mesmo mercadologicamente cultural. Lembre-se que a parceria será duradoura e afetará diretamente a sua produção junto a seus clientes, então fique ligado.

Se você gostou deste artigo e quer mais informações a respeito de parcerias da Nuvem Shop, entre em contato com parceiros@nuvemshop.com.br e saiba mais.

Data da última atualização: 16/02/2018


O que você achou desse conteúdo?


Dannie Karam

Com mais de 10 anos de experiência em gerenciamento de projetos digitais, Danniela é comunicadora, escritora e líder do time de Branding da Nuvem Shop. Gosta de música, viagem, pessoas e culturas. E sempre fala demais, especialmente quando escreve de si em terceira pessoa.


    dicas-para-sua-agncia-fechar-parceria-com-uma-plataforma-de-e-commerce