Como ser produtivo trabalhando durante uma viagem como nômade digital

Como se preparar para trabalhar em viagens

Se você vai trabalhar enquanto viaja, é importante ter em mente que disciplina e organização são essenciais, ainda mais quando as tentações para conhecer o mundo lá fora são enormes. Calma, com um pouco de planejamento é possível dividir seu tempo entre turismo e trabalho.

Lembre-se que mesmo longe você deve lidar com clientes e prazos, deve estar acessível para reuniões e responder e-mails todos os dias. Para te ajudar nessa organização, aqui vão algumas dicas do que você deve ter em mente antes de voar para qualquer lugar.

Hospedagem

Vamos combinar que ser mochileiro e viajar sem apegos e planejamentos é muito bom, mas um nômade digital viajará com seu equipamento de trabalho e precisará encontrar um local seguro, que tenha um espaço tranquilo para trabalhar e, principalmente, que possua Wi-Fi.

Portanto, faça essa pesquisa antes de chegar no local. Para quem quer economizar, existem ótimos ótimos hostels no mundo todo. Entretanto, alguns acabam sendo um pouco caóticos em alta temporada, o que pode acabar atrapalhando a sua produção.

Outra ótima opção é alugar um apartamento ou um quarto na casa de um morador local por meio do Airbnb. Nesse caso é sempre bom ver as fotos antes e conversar com o proprietário do apartamento sobre as regras da casa.

Para quem não quer gastar nada e vai ficar até dois dias em um local, há também o couchsurfing, uma comunidade para viajantes que disponibilizam uma cama ou um sofá em suas casas em troca de outras hospedagens grátis pelo mundo.

A vantagem neste caso é que você conhece alguém que pode te mostrar a cidade pelo olhar de um local. Contudo, é preciso ser bem seletivo ao escolher a casa que irá ficar. Converse algumas vezes com o proprietário, leia suas recomendações no site e tire todas as suas dúvidas antes de tomar sua decisão.

Local de trabalho

Se você se hospedar em um local tranquilo e propício para trabalhar, provavelmente passará boa parte do tempo trabalhando de lá. Mas é sempre bom variar um pouco o lugar: isso estimula a criatividade e você ainda conhece um novo ponto na cidade.

Que tal mapear os cafés próximos a você e ir conhecê-los? Pesquise antes para saber o horário de funcionamento e se eles possuem conexão Wi-Fi e tomadas. Aproveite para sempre visitar algum lugar novo e experimentar a especialidade da casa. 😉

Outra opção é buscar espaços de coworking, escritórios compartilhados por freelancers, autônomos e startups de diferentes áreas. A vantagem é um ambiente inspirador para produzir e fazer reuniões. Muitas grandes cidades no mundo já possuem esse tipo de espaço.

Você também pode trabalhar de um espaço aberto em um dia ensolarado, como uma praça, parque ou praia. Mas vale ter em mente que, apesar de serem muito agradáveis, nem sempre esses espaços serão funcionais para o trabalho. Fatores externos como barulho, clima e principalmente a falta de tomadas e conexão Wi-Fi podem te impedir de concluir algum projeto. Se esses fatores forem interferir no seu trabalho, melhor deixar para conhecê-los no seu horário de lazer.

Horário de trabalho e lazer

Talvez um dos maiores desafios quando se trabalha viajando é saber se dividir entre as horas de trabalho e lazer. Quando estamos em um lugar novo, queremos aproveitar todo o nosso tempo para desvendar suas histórias e cantinhos mais charmosos. Mas se você se propôs a viajar dessa forma, precisa ser responsável e terminar seus projetos dentro do prazo.

Com o planejamento adequado você conseguirá ser produtivo para trabalhar rápido e poder
passear à vontade. Planeje sua semana colocando suas tarefas em uma agenda ou calendário. Comece escrevendo quanto tempo você terá em cada cidade, os horários de vôos, reuniões ou passeios importantes já agendados. Depois pense em quantas horas por dia você precisará trabalhar para concluir seus projetos e qual período do dia você é mais produtivo.

Por fim, faça o seu roteiro de turista. Decida quais lugares você quer conhecer e os horários de visita de cada um. Determine o que pode ser feito no final de semana e o que deve ser feito durante a semana e quanto tempo cada passeio deve levar.

Colocando tudo isso na agenda você conseguirá organizar qual será seu horário de trabalho em cada dia, a que horas você deve acordar e quais serão os objetivos da semana e do dia. Faça isso no início de cada semana ou antes de viajar para uma nova cidade. Ah, e não se esqueça que se você está mudando de país, deverá levar em consideração o fuso horário. Talvez você precise de algumas horas de sono para se adaptar.

Outras dicas úteis

Por fim, aqui vão algumas dicas de itens práticos que podem facilitar o seu trabalho diário em um novo destino.

Adaptador de tomadas

Dependendo do lugar em que você estiver, as tomadas para carregar seus aparelhos eletrônicos, como computador e celular, podem não servir. Por isso, carregue sempre com você um adaptador de tomadas universal e uma extensão de tomadas.

Fones de ouvido

Fones de ouvido são essenciais no momento do trabalho, seja para uma reunião com cliente via Skype ou para se desligar dos sons externos de um café ou hostel, por exemplo, colocando uma música que te ajude a se concentrar na sua tarefa.

HD externo

Faça backup! Você está viajando, andando pra lá e pra cá com sua mochila, imprevistos podem acontecer. Por isso, tenha um HD externo e sempre faça backup dos seus projetos. Evite sair na rua com esse HD. Deixe ele bem guardado, trancado dentro da sua mala no lugar em que você estiver hospedado. Outra alternativa é salvar seus arquivos em uma nuvem, como o Google Drive, One Drive ou Dropbox.

Dólar, moeda local e cartão internacional

Se estiver em um país estrangeiro, leve uma quantia em dólar. Qualquer casa de câmbio no mundo vai aceitar dólares – e você ainda pode conseguir boas taxas. Antes de sair pesquise as taxas e casas de câmbio que estarão próximas a você e, se possível, compre uma pequena quantia da moeda local para gastos nos primeiro dias. Ah, não esqueça de habilitar seu cartão de crédito para compras internacionais!

Chip pré-pago de celular

Em alguns países é muito barato comprar um chip de celular pré-pago, colocar crédito equivalente a dez ou 20 dólares e ter acesso a internet 3G. Essa conexão “adicional” pode ser bem útil para quem vai trabalhar, pois permitirá que você esteja sempre conectado para responder e-mails e WhatsApp de qualquer local e ainda rotear a internet do seu celular caso fique sem Wi-Fi.

Gostou?

Espero que essas dicas tenham sido úteis para você. Se trabalhar viajando é um sonho, que tal começar a colocá-lo em prática?

Uma das formas de conseguir essa flexibilidade é gerindo uma loja virtual. Usando a internet, você recebe pedidos, atende clientes e vende produtos de qualquer lugar. Faça um teste de 15 dias grátis na plataforma da Nuvem Shop e veja como é simples montar seu próprio e-commerce


O que você achou desse conteúdo?


Luna Pontes

Luna é jornalista com foco em vídeo, mas também adora escrever. É cantora e libriana, o que a fez levar muito tempo para escolher as palavras dessa bio.


    como-ser-produtivo-trabalhando-durante-uma-viagem-como-nmade-digital