01/12/2016

Como o branding pode ajudar a estratégia de marketing nas redes sociais

branding redes sociais

Pode ser que você não fale inglês ou ainda não tenha em mente o que significa a palavra branding. Bom, para a sua felicidade, neste artigo nós vamos te contar em claro e bom português como o branding pode ajudar na estratégia do seu negócio.

Em tradução livre, branding significa gestão de marca, ou seja, tudo o que envolve a forma como as pessoas veem e falam da sua marca é branding. Quer que as pessoas considerem sua loja uma marca só de gente TOP? É branding! Quer montar um negócio que seja sustentável e que as pessoas saibam que estão fazendo o bem ao comprarem seu produto? É branding também!

Dito isso, vamos ao que interessa: como fazer com que as pessoas enxerguem a mensagem que eu quero passar com a minha marca através das redes sociais?

Branding: um jogo de repetição

Uma vez que você definiu os vetores produto e público (também conhecido como ambiente), você precisará definir também qual será a comunicação e o comportamento da sua marca nas redes sociais. E se engana quem pensa que esse trabalho pode ser feito da noite para o dia.

Para que as pessoas passem a reconhecer os produtos e as propostas da sua marca, é necessário que você faça constantemente essa reafirmação. Afinal, o seu objetivo é condicionar uma ideia relacionada à sua marca na cabeça das pessoas, o que leva um tempinho.

Porém, isso não significa que é só repetir o mesmo conteúdo de novo e de novo e de novo, mas sim a mensagem que você quer passar. A palavra-chave no branding, portanto, é regularidade!

A Nuvem Shop, por exemplo, busca se fortalecer nas redes sociais como uma plataforma de e-commerce confiável. Desta forma, você verá na nossa página no Facebook que a maioria das nossas postagens é direcionada às pessoas que precisam de conteúdos sérios sobre o tema.

Além da mensagem, você não pode se esquecer também que as cores, fontes e estilo das postagens deverão seguir um padrão, para aos poucos firmarem a identidade visual. Já pensou chegar o dia em que as pessoas vão identificar sua marca pela fonte e as cores de um anúncio, como acontece com a Coca-Cola?

Escolhendo o conteúdo de branding para cada rede social

Se você faz parte do mercado varejista, as primeiras redes sociais que você deve considerar é o Facebook e o Instagram. Primeiro porque é onde a maioria dos internautas está, e segundo porque é muito fácil interagir e compartilhar conteúdo com os usuários desses canais.

Definido isso, pense se para a sua marca vale a pena postar o mesmo conteúdo em todas as redes sociais ou conteúdos diferentes em cada uma. Geralmente, as marcas que visam ganhar seguidores em vários canais optam por criar conteúdos especiais para cada um deles. Por quê? Pelo simples fato de que não tem sentido seu cliente seguir a marca em duas ou três mídias diferentes se só irá ver conteúdos repetidos.

O melhor é focar nos pontos fortes que cada rede social oferece e desenvolver conteúdos exclusivos:

Facebook

É a principal rede social, a mais utilizada e é fundamental que a sua marca marque presença no Facebook. Para ganhar pontos de branding por lá, pense em postagens que gerem interação entre os seus seguidores, pois quanto mais engajamento a sua página tiver, mais visibilidade ela terá entre os seus seguidores.

Publique notícias relacionadas ao seu negócio e que sejam de interesse do seu público-alvo, fale sobre tendências de mercado, brinque com memes que estão fazendo sucesso. Tudo isso ajuda na imagem que você quer passar para seus clientes e fortalece o posicionamento da sua marca.

Se você é novato no Facebook, compartilho um dos cursos da nossa Universidade do E-commerce que vai te mostrar passo a passo como construir uma marca de sucesso por lá. Vale muito a pena! 🙂

Instagram

O Instagram é uma rede social de forte apelo imagético, ou seja, é o lugar ideal para investir em fotos artísticas que transmitam a essência da sua marca.

Recentemente, a rede social lançou uma ferramenta bem legal chamada Instagram Stories, que permite que você faça fotos e/ou vídeos curtos que ficam disponíveis para seus seguidores durante 24 horas (bem parecido com o Snapchat). Ótima oportunidade para fortalecer o seu branding ao mostrar novidades sobre o seu negócio, lançamentos de novos produtos, descontos, etc, etc.

“Ah, mas como eu faço pro meu Instagram bombar?”. EXCELENTE pergunta! Para respondê-la, separei aqui esse vídeo que mostra como bombar seu Instagram em apenas quatro minutos:

Snapchat

As mesmas estratégias que você pode utilizar para o Instagram Stories também podem ser usadas no Snapchat. Ou seja: fotos e vídeos do dia a dia da sua empresa, lançamentos de produtos e conteúdos que, no geral, aproximem marca e público-alvo.

Google Plus

A maior vantagem de investir nessa rede social, mesmo que subutilizada aqui no Brasil, é que você pode conseguir mais destaque no ranking do Google. Mas para não gastar muito tempo em criar conteúdos que poucas pessoas verão, uma dica é reaproveitar os conteúdos já postados no Facebook.

Caso queira se aprofundar mais no Google Plus, nós temos um e-book completo com dicas de marketing para essa rede social. 🙂

Twitter

A maior vantagem do Twitter é o seu dinamismo. Nele as informações correm rápido e num piscar de olhos você já pode ter perdido muita coisa relevante. Do ponto de vista de branding, você pode utilizar o Twitter de diversas formas, seja divulgando conteúdo do blog da sua loja ou trazendo novidades sobre o universo da sua marca. O diálogo com seus seguidores também é bem dinâmico, sempre pautado pelo limite de 140 caracteres por postagem.

Se quiser saber mais sobre como fazer marketing no Twitter, te indico este e-book super legal.

YouTube

Apesar de não ter a aparência tradicional de uma rede social, o YouTube também entra nesse rol e pode servir de trampolim para quem quer dar um upgrade no branding da sua marca.

No canal do YouTube da Nuvem Shop, por exemplo, nos focamos em vídeos educativos para ajudar nossos empreendedores a conseguir mais vendas, mas também investimos em conteúdos inspiracionais, que têm mais possibilidades de serem viralizados.

Existem infinitas possibilidades de trabalhar com o YouTube. Se você acha que esse canal é o ideal para o seu negócio, recomendo que baixe este e-book com dicas de marketing para o YouTube.

Entendido?

Tem muita rede social legal, né? Mas calma, não precisa ter presença constante em todas elas, escolha duas ou três que você acha mais relevantes para o seu tipo de negócio e invista em conteúdos de qualidade para ganhar seguidores e conseguir aos poucos ir influenciando mais pessoas.

Quanto antes você conseguir comunicar de forma certa e direta as propostas da sua marca, mais rápido irá conseguir fortalecê-la perante ao seu público-alvo.

Agora que você já sabe por onde começar, hora de pôr a mão na massa! E se ainda não tem loja virtual, que tal começar hoje mesmo e aproveitar a Nuvem Shop por 15 dias grátis para vender pela internet?

Data da última atualização: 30/08/2018


O que você achou desse conteúdo?


Renata Estevo

Renata é formada em relações internacionais e pós-graduanda em gestão de marketing. Trabalha como consultora de e-commerce na Nuvem Shop, adora colecionar cartões postais, não perde um jogo do seu time do coração, o Chelsea FC, e também não passa um dia sem usar o Pinterest.


    como-o-branding-pode-ajudar-a-estratgia-de-marketing-nas-redes-sociais