07/06/2016

Como definir a estratégia geral do seu negócio em 3 passos

Como definir a estratégia geral do seu negócio

Se você já conhece o cenário onde seu empreendimento online se desenvolverá e, graças às ferramentas que te oferecemos nos artigos anteriores, já pôde analisar a sua concorrência, detectar as forças e fraquezas da sua loja e determinar a visão e a missão do negócio, é hora de pensar na estratégia geral da sua marca.

Na estratégia geral você vai definir alguns alinhamentos básicos que irão caracterizar a sua posição competitiva, ou seja, por onde você vai atacar. Para defini-la, vamos utilizar algumas ferramentas que têm em conta vários aspectos:

  • O foco;
  • A força do negócio e os recursos da indústria;
  • A atualidade do produto e do mercado.

O foco

É necessário esclarecer se a sua marca está competindo por custos ou por diferenciação. Existe uma terceira opção, que é o foco na inovação, porém, esta é para produtos que não existem no mercado ou até para casos em que não existe um mercado definido.

Para todos os casos também é necessário determinar em qual porção do mercado você quer mirar, sempre levando em conta o orçamento a investir. É possível mirar em todo o mercado ou em um segmento dele. Portanto, há que se concentrar em alguma dessas opções:

  • Líder em diferenciação de todo o mercado;
  • Líder em custos de todo o mercado;
  • Líder em diferenciação de um segmento;
  • Líder em custos de um segmento;

A força do negócio e os recursos da indústria

Para definir este tipo de estratégia você deve estabelecer o nível de força do negócio e os recursos da indústria nas seguintes escalas: baixa, média e alta.

Dependendo do cruzamento da força com os recursos, podemos definir algumas estratégias, dentre as quais eu recomendo:

  • Recursos altos e força alta: buscar dominância maximizando o investimento.
  • Recursos altos e força média: avaliar potencial de liderança por meio da segmentação.
  • Recursos altos e força baixa: buscar nichos.
  • Recursos médios e força alta: identificar segmentos em crescimento.
  • Recursos médios e força média: investir de forma seletiva.
  • Recursos médio e força baixa: buscar nichos ou considerar a saída.
  • Recursos baixos e força alta: investir na manutenção.
  • Recursos baixos e força média: reestruturação.
  • Recursos baixos e força baixa: saída e abandono em tempo hábil.

Atualidade do produto e do mercado

Para definir estratégias em função destas variáveis deve-se esclarecer se é um produto novo ou um produto já existente no mercado, além disso, se o mercado alvo já existe ou não.

Com base nessas opções, em uma tabela de dupla entrada podemos definir algumas estratégias:

  • Produto existente-Mercado existente: penetração.
  • Produto novo-Mercado existente: desenvolvimento.
  • Produto existente-Mercado novo: extensão.
  • Produto novo-Mercado novo: diversificação.

Resumo

Essas ferramentas serão úteis para avaliar os próximos passos em qualquer fase do seu empreendimento. Para uma análise completa é necessário identificar em qual parte do ciclo de vida do produto se encontra o mercado, a indústria, sua marca e os itens que você vende e, com base nisso, desenvolver com mais precisão a estratégia geral do seu negócio.

Data da última atualização: 16/03/2018


O que você achou desse conteúdo?


Mariano Butler

Mariano é líder de projetos e cofundador do SITIO eCommerce Manager. É formado em administração e professor assistente na Faculdade de Ciências Econômicas de Buenos Aires. Gosta de tocar guitarra e viajar.

    como-definir-a-estratgia-geral-do-seu-negcio-em-3-passos