Como criar links internos entre os artigos do seu blog

Teia de aranha

A melhor KPI (indicador de performance) de um blog, na minha humilde opinião, é sua taxa de engajamento, que pode ser medida através da Duração média da sessão dos visitantes. Claro que essa taxa varia de acordo com cada tipo de blog. Aqueles com artigos curtos, por exemplo, raramente apresentam uma alta Duração média da sessão, mas não quer dizer que seu engajamento esteja ruim.

Um outro indicador que também mede sua taxa de engajamento é o número de compartilhamentos que seus artigos recebem. Para medir esses e outros KPIs do meu blog, eu uso o Google Analytics, ao qual sou certificado pelo próprio Google. Eu escrevi um artigo com um guia super completo para você aprender a usá-lo.

Hoje, vou ensinar como você pode fazer a linkagem entre seus artigos, aumentando a Duração média da sessão em seu blog. Há várias maneiras de se fazer isso: você pode criar links para sessões dentro de um mesmo artigo ou para outros artigos do seu blog.

Obs.: Quando eu digo “linkar” e “linkagem”, eu me refiro ao ato de criar links. É um termo que serve apenas para facilitar nosso diálogo.

Por que criar links internos no seu blog

Muitas pessoas se perguntam por que ter o trabalho de criar links internos dentro de um blog. A resposta é simples – melhorar o SEO!

Blogs com uma boa estrutura de links internos possuem melhor desempenho do que blogs que não possuem links internos bem definidos. Isso se deve ao fato de você estar facilitando a navegação dos seus visitantes. Em artigos mais longos, você pode criar links para sessões importantes desse artigo e, caso seu visitante decida ir diretamente para uma dessas partes, basta clicar sem ter o trabalho de rolar até a parte desejada.

Você também pode criar links entre artigos relacionados ou complementares que levem o visitante direto para o assunto.

Crie artigos complementares ou relacionados

Para que você possa linkar os artigos do seu blog, eles precisam ter algum sentido. Não adianta criar links entre artigos que não possuem nenhuma relação entre si. Para dar sentido à sua linkagem interna, você precisa elaborar uma estratégia de publicação, e existem duas formas de fazer isso:

Artigos relacionados

Você pode elaborar artigos relacionados e criar links entre eles. Uma dica minha é criar “links naturais”, ou seja, nada como “clique aqui”, “acesse aqui”. Uma boa prática é você comentar sobre seu artigo relacionado e colocar um link nesse comentário.

Para se criar artigos relacionados não há mistério, basta você falar sobre assuntos semelhantes mas com temas diferentes. No blog da Goomore, por exemplo, possuímos um Guia Definitivo do Google Analytics e sempre acabamos linkando-o. No artigo Como usar o Facebook e o Google Analytics para monitorar o tráfego de seus fãs fizemos isso, veja:

Exemplo link building em artigo

Artigos complementares

Você também pode criar artigos complementares para que seus visitantes possam saber mais sobre determinado assunto. Artigos complementares são artigos que se complementam (é mesmo? risos) e são necessários para ter um sentido completo, podendo ser usados de forma estratégica a levar o visitante a efetuar uma ação desejada.

Por exemplo, nesse artigo do blog da Resultados Digitais (e em vários outros), eles complementam o assunto com outra informação necessária para dar sentido ao artigo atual. Veja:

Exemplo de link building em artigo
Repare no título desse artigo e logo depois no link “4 estágios de um Lead”. Você sente a necessidade de saber quais são os quatro estágios de um lead para compreender sobre “como otimizar sua taxa de conversão em seu funil de vendas”.

Artigos relacionados x Artigos complementares

A principal diferença é: os artigos relacionados são totalmente independentes entre si e fazem sentido completo sem a necessidade do outro, enquanto nos artigos complementares há a necessidade de o visitante ler dois ou mais para uma total compreensão do assunto abordado.

Cuidado! Procure complementar seus artigos com cuidado para não irritar ou estressar seu visitante, pois é muito chato quando o leitor quer saber sobre determinado assunto e leva três dias no seu blog para entender indo de artigo para artigo (risos). Claro que é uma brincadeira: se você irritar seu visitante com muitos artigos complementares, ele acabará nunca mais voltando no seu blog.

Bom, isso aí! Se você tiver qualquer dúvida, deixe um comentário abaixo. Abraço.

Publicado originalmente pela Goomore.


O que você achou desse conteúdo?


Réulison Silva

Réulison Silva é CEO e fundador da Goomore, webdesigner developer, analista de links patrocinados com certificação Google AdWords e Google Analytics, consultor de mídias sociais e growth hacker.


    como-criar-links-internos-entre-os-artigos-do-seu-blog