11/02/2019

Aumente o tráfego da sua loja online com pouco investimento

aumentar trafego loja virtual

Além dos esforços para gerar tráfego de forma gratuita à sua loja virtual, é sempre recomendável combinar essas ações com estratégias pagas para potencializar os resultados.

Neste artigo, vamos te contar quais são as melhores ferramentas que, com pouco investimento, podem te ajudar a diferenciar o seu e-commerce e levar tráfego (de qualidade) até ele.

Vamos conhecê-las?

Ferramentas pagas de marketing online

Para que você possa tirar o máximo de proveito, nos concentraremos em quatro ferramentas principais: Facebook, Instagram, Google e influenciadores digitais. Confira:

1) Anúncios no Facebook: potencialize o seu negócio

O Facebook Ads te permite criar anúncios de publicidade paga para promover seu negócio nessa rede social, alcançando as pessoas corretas, chamando a atenção e obtendo bons resultados.

As campanhas são configuradas pelo Gerenciador de Anúncios, que se caracteriza por oferecer:

  • Filtros de segmentação: que são personalizáveis e poderosos! Permitem filtrar os usuários de acordo com seus interesses, dados demográficos, comportamentos etc.

Lembre-se de que, quando se trata de publicidade online, o importante não é somente a quantidade de pessoas, mas também a qualidade do público que está sendo alcançado.

  • Múltiplos formatos de anúncio: são diversas as opções de anúncio que o Facebook oferece (imagem, carrossel, vídeo etc), e sempre alguma delas combinará com seu negócio.

Estes estilos priorizam o objetivo comercial de sua marca e apresentam uma aparência excelente em todos os dispositivos. Genial, não?

Qualquer que seja o formato, você poderá definir seu próprio objetivo, escolher o dia em que começa e termina a campanha, personalizar a mensagem e segmentar diferentes audiências.

Além disso, as ferramentas para analisar os resultados das campanhas te permitem acompanhar o impacto de cada uma delas por meio de relatórios visuais e fáceis de ler.

Com isso, você descobrirá que tipo de anúncio funciona melhor e, assim, poderá tomar decisões em tempo real, como pausar os anúncios com baixo rendimento ou criar uma nova segmentação de público-alvo.

Se quiser aprender mais sobre o Facebook, não perca o nosso curso gratuito Como construir uma marca de sucesso no Facebook.

2) Anúncios no Instagram: não fique de fora!

Assim como o Facebook Ads, o Instagram Ads é uma ferramenta paga que permite promover conteúdos nessa rede social.

Para configurar os anúncios, você precisa acessar o Gerenciador de Anúncios do Facebook Ads (sim, o mesmo!).

A principal diferença entre o Facebook Ads e o Instagram Ads é que o último conta ainda com um formato de anúncio exclusivo: o Instagram Stories.

Tenha em conta que, por meio do Stories, você poderá promover somente imagens e vídeos verticais, com duração máxima de 15 segundos.

Se quiser conhecer mais detalhes sobre o Instagram, visite nosso curso exclusivo Como usar o Instagram para promover a sua marca.

3) Anúncios no Google: um gigante sempre em destaque

Criado no início dos anos 2000, o Google Ads é a plataforma de publicidade do Google. Diferentemente das outras, ela se encontra dividida em uma rede de buscas e uma rede de display.

A rede de buscas é composta por sites de pesquisa do Google (como o Google Chrome) e outros associados (como AOL).

Em contrapartida, a rede de display inclui mais de dois milhões de sites, vídeos e aplicativos vinculados ao Google, onde podem aparecer seus anúncios – é um mundo de possibilidades!

Além disso, com o Google Ads é possível criar anúncios em texto, gráfico ou em vídeo e promovê-los em qualquer um destes sites ou buscadores. E o melhor: você pagará apenas pelos cliques gerados.

A grande vantagem do Google Ads, comparando-o com outras ferramentas pagas de marketing online, é o seu alcance. Afinal, qualquer usuário de internet no mundo usa o Google todos os dias, não é mesmo? Isso representa uma grande oportunidade de vendas!

Quer mergulhar no mundo do Google Ads? Então não perca nosso curso gratuito sobre Como anunciar no Google.

4) Influenciadores digitais: como se aproximar do seu público

Nem todas as publicidades que trouxemos tratam de anúncios que podem ser configurados e automatizados.

Estar mais próximo dos seus potenciais clientes de uma forma mais humana é uma opção interessante para gerar interação e identificação com o seu público-alvo. E esta é uma tarefa que você pode executar com os influenciadores digitais.

Os influencers são pessoas que, por serem referências em determinados temas, podem motivar outras a seguirem seus conselhos, estilos de vida, hábitos de consumo etc.

Por isso, há alguns anos, muitas empresas começaram a investir no chamado “marketing de influência”, que consiste em uma troca entre uma marca e uma pessoa com grande atuação nos meios digitais.

Nesse tipo de troca, se acordam qual será a tarefa do influenciador (divulgação de uma marca ou produto, por exemplo) e a forma de pagamento (remuneração econômica ou com alguma compensação, como o próprio produto divulgado).

Celebridades, instagramers, youtubers e muitos outros podem ser considerados influenciadores digitais. Eleger qual (ou quais) se identificam melhor com seu negócio dependerá, principalmente, do seu público-alvo.

Tenha em conta que é muito importante que o influencer reflita os valores e o espírito da sua marca e que, ao mesmo tempo, tenha autoridade sobre o tema que aborda em suas publicações.

A seguir compartilhamos algumas recomendações para o momento da escolha:

O público-alvo coincide com o meu?

Avalie o perfil dos seguidores do influenciador nas redes sociais. Se coincidir com o seu, ponto positivo! Caso contrário, você corre o risco de transmitir a mensagem corretamente, mas para o público errado.

Qual é o nível real de interação com o público?

Valoriza mais o engajamento (curtidas e comentários) que ele tem em suas publicações do que o número de seguidores que acumula.

Em quais meios online tem influência?

Investigue qual é a plataforma mais utilizada pelo seu público-alvo e confira se o potencial influenciador coincide e se destaca na mesma.

Sua identidade visual está alinhada com a minha?

Este é um ponto fundamental para que a sua campanha tenha o impacto esperado no público. Não gaste seus esforços de forma errada!

Por último, faça uma lista estratégica com as tarefas que levará adiante e assegure-se de que o influenciador está de acordo com o seu público-alvo e os objetivos de sua marca.

Achou essa opção de marketing online interessante? Saiba como divulgar sua marca nas redes sociais através dos influenciadores digitais.

Conclusão

Todas as ferramentas de publicidade para a sua marca são poderosas e podem levar tráfego de qualidade para a sua loja online.

O importante é manter certa constância nas plataformas escolhidas (de nada serve fazer publicidade no Facebook e logo desistir da campanha) e saber que uma opção não exclui a outra.

Por exemplo, o público do Facebook é diferente do público do Google, já que são canais que têm objetivos distintos. Então, se seu orçamento permitir, faça publicidade nos dois.

O recomendável é testá-los individualmente e analisar o melhor ROI (retorno do investimento) para o seu negócio. Em todos os casos, lembre-se de que esta decisão dependerá de onde se encontra o seu alvo (se são muito jovens, por exemplo, provavelmente estarão no Instagram).

Tudo isso, junto de uma correta segmentação do público, é a chave para que o seu tráfego seja de qualidade e aumente as chances de vendas!

Não perca tempo e comece hoje mesmo a fazer publicidade paga para seu negócio online. 😉

Data da última atualização: 18/02/2019


O que você achou desse conteúdo?


Aldana Mercado

Aldana Mercado

Aldana é licenciada em Ciências da Comunicação, formada pela Universidade de Buenos Aires. Trabalha como Content Strategist na Nuvem Shop e gosta muito de escrever, dançar (principalmente Salsa) e cantar todos os tipos de ritmos (sim, até Ópera!). Além disso, adora desenvolver consciência ambiental e mimar seus cachorros.