15/10/2015

Agregando valor ao seu artesanato: transformando um hobby em negócio

como agregar valor ao seu artesanato

Produtos confeccionados artesanalmente já são especiais por serem únicos. São produtos que exigem mãos habilidosas, tempo e cuidado e, por serem produzidos um a um, nunca sairão exatamente iguais. Nem todas as pessoas são capazes de fazer esse tipo de arte, por isso, quando você vende um artesanato, está vendendo não só a sua produção, mas o seu talento, habilidade e paixão pelo que faz.

Esse fato por si só já valoriza muito o seu produto e o torna exclusivo, mas o mercado é muito competitivo e para fazer seus clientes decidirem por seu produto e voltarem a consumi-lo é necessário agregar valor ao que você vende. Existem diversas formas de fazer isso e neste artigo nós vamos te mostrar algumas maneiras de valorizar mais o seu produto e transformar o seu hobby em um negócio lucrativo.

1. Pesquise o seu mercado

Antes de começar a vender conheça muito bem o seu mercado para saber o que levará as pessoas a escolherem pelo seu produto em detrimento de tantos outros que estão disponíveis. Conheça seus principais concorrentes, veja como é o produto deles e qual diferencial eles oferecem.

Pesquise o preço e qualidade do produto dos demais fornecedores e entenda quanto você precisará gastar para vender seu produto a um preço competitivo (falaremos sobre precificação em um artigo futuro). Enfim, procure se informar o máximo possível: quanto mais dados você tiver sobre o seu negócio, mais preparado você estará para colocá-lo no ar.

2. Ofereça um produto de qualidade

Um produto artesanal com um acabamento perfeito faz toda a diferença. Portanto, preze SEMPRE pela qualidade, esse é um dos pontos mais importantes. Capriche nos detalhes, faça uma costura impecável e use matéria prima de qualidade.Tudo isso pode elevar um pouco o custo da sua produção, mas quem realmente aprecia artesanato saberá reconhecer um trabalho bem feito e isso será essencial para fidelizar o cliente.

3. Invista em capacitação

Aprenda sempre, isso é essencial para agregar valor ao seu trabalho. Faça cursos, busque aprender novas técnicas, novos pontos, assim você terá sua criatividade nutrida constantemente para fazer novos produtos cada vez mais bonitos. Existem diversos cursos muito baratos e até grátis em instituições como o Sebrae, por exemplo. Além disso, a internet é uma ótima aliada nessa busca por conhecimento.

4. Mantenha-se atualizado no mercado

Além de investir em melhorar a sua técnica, é preciso se manter sempre atualizado sobre o mercado. Portanto, seja uma pessoa curiosa e interessada. Assine revistas especializadas, leia blogs, observe seus concorrentes, entenda as tendências do seu mercado e procure sempre se atualizar.

5. Entregue história e personalidade junto ao seu produto

O artesanato carrega muito do artesão; deixe isso transbordar na sua peça. Dedique tempo e paixão para criar produtos que imprimam seu estilo único; use toda a sua criatividade e habilidade nisso.
Além disso, mostre a sua história e o porquê da sua escolha pelo artesanato. Histórias humanizam a sua marca e criam uma conexão emocional com o seu produto.

Entendeu?

Essas foram algumas dicas para que você agregue ainda mais valor ao seu artesanato. Nos próximos artigos falaremos sobre outros pontos que também são essenciais na hora de gerar um produto de qualidade e entregar um serviço competente ao cliente, como a comunicação da sua marca e a forma de entrega das suas peças.

E que tal criar uma loja online para vender seu artesanato na internet? Você pode testar 15 dias grátis na plataforma da Nuvem Shop. Conte com todo nosso suporte já nos dias de teste e comece a vender suas peças já.

Data da última atualização: 16/03/2018


O que você achou desse conteúdo?


Luna Pontes

Luna é jornalista com foco em vídeo, mas também adora escrever. É cantora e libriana, o que a fez levar muito tempo para escolher as palavras dessa bio.


    agregando-valor-ao-seu-artesanato-transformando-um-hobby-em-negcio