7 principais dicas para contratar um contador para o seu e-commerce

Por: Rafael Versiani
Criado em: 10/02/20.
Atualizado em 17/02/20.
9 min
de leitura

Índice

contador-ecommerce

A legislação tributária brasileira é uma das mais complexas do mundo – segundo pesquisa realizada pelo Instituto Brasileiro de Planejamento e Tributação (IBPT).

Portanto, ficar sem a presença de um contador para o seu e-commerce, meio à acirrada disputa de mercado, significa, além de correr riscos, marcar bobeira e abrir espaço para a concorrência.

Com um contador parceiro, você não precisará se preocupar tanto com o recolhimento tributário, por exemplo, e evita a sonegação fiscal.

Sem falar que é esse o profissional que te ajudará com as questões mais burocráticas da lei e realizará o acompanhamento financeiro, econômico e patrimonial da sua empresa.

Mas a grande pergunta que fica é: “Como contratar um bom contabilista para e-commerce?”

Por isso, neste post iremos apresentar 7 principais dicas de como contratar um contador para o seu e-commerce, ajudando você a descobrir as respostas para essa questão, acompanhe!

1. Verifique o registro do profissional junto ao Conselho Regional de Contabilidade (CRC)

Esse deve ser o seu primeiro passo na busca de um contador, tanto focado em e-commerce como também para qualquer outra área.

Ao verificar se o profissional possui o registro no CRC, você descobrirá se ele está apto e qualificado para exercer o trabalho — uma vez que é esse o órgão responsável por regular a profissão.

Logo, um contador que trabalhe sem estar devidamente registrado está andando fora das regras da legislação.

Então, fique alerta e exija a carteira de registro ao contratar o seu contabilista e, se preferir, você também pode realizar uma consulta via internet ao CRC do seu estado para verificar a procedência dos dados.

2. Procure por indicações

Um profissional que tem boas referências é um sinal que poderá te trazer mais tranquilidade e confiança.

Essa é uma etapa que pode ser cumprida tanto por meio de pesquisas na web quanto por intermédio de uma simples conversa com outras pessoas que atuam no mercado.

Além disso, para um profissional de referência, presume-se que ele, além de qualificado, esteja também atualizado com a legislação tributária brasileira, que sofre mudanças constantes.

No mais, ter um aliado em uma função tão importante, mas que está ultrapassado pelas tecnologias e pela legislação não é algo que você vai querer experimentar.

3. Pergunte se o profissional utiliza alguma ferramenta de gestão

Ao utilizar um sistema de gestão voltado para esse tipo de serviço, como um ERP, o contador irá automatizar processos e reduzir drasticamente as chances de cometer erros. Isso minimiza os riscos fiscais que você e sua empresa poderão incidir.

Com as informações centralizadas e unificadas com a ajuda de um software, você terá uma gestão tributária e financeira mais eficiente e organizada.

Portanto, é válido dialogar com o profissional para entender como ele realiza esse trabalho: saber se ele utiliza ou não alguma tecnologia na execução desse serviço, é de fato uma noção considerável de se ter.

Além disso, a comunicação direta é um bom artifício para conhecer melhor esse colaborador e identificar  o seu método de serviço, como por exemplo, como ele irá acessar suas notas fiscais eletrônicas para gerar os impostos.

Atenção: Existem vários tipos de notas fiscais eletrônicas — Nota fiscal do consumidor (NFC-e), Nota Fiscal de Produto (NF-e), Nota Fiscal de Serviço (NFS-e), entre muitas outras —, fique alerta para identificar qual se identifica com o seu estilo de negócio.

4. Faça uma análise de mercado

Você não deve tomar uma decisão tirando como base somente o preço do serviço contábil.

Por um lado, contratar o profissional mais barato pode acabar saindo mais caro no final. Por outro, o mais caro também não necessariamente representa a melhor opção para o seu negócio.

Isso acontece pois as questões fiscais, tributárias e contábeis impactam diretamente o sucesso do empreendimento. E, em vista disso, o ideal é fazer uma análise de mercado e verificar a relação do custo-benefício para o seu caso concreto.

Desse modo, faça uma busca de mercado e elabore o seu planejamento a partir de uma visão de redução de custos coerente e eficaz em curto e longo prazo.

5. Atente-se para a experiência do profissional

O comércio eletrônico tem conquistado seu espaço no mercado. O sucesso de setores de comércio virtual revolucionou de fato o modo de se empreender e, da mesma forma, exigiu que profissionais buscassem atualizações.

É evidente que diferentes nichos de mercado exigem conhecimentos distintos. Então, o ideal é buscar um profissional que já tenha experiência no ambiente do e-commerce.

Vale dizer, que esse tipo de negócio possui suas peculiaridades. Por isso, um conhecimento específico nessa área é um diferencial para garantir uma excelente gestão do seu empreendimento.

Quem trabalha com a venda de produtos pela internet precisa, por exemplo, escolher o CFOP (Código Fiscal de Operações e Prestações) e o NCM (Nomenclatura Comum do Mercosul) ao emitir nota fiscal.

Nessas horas, o contador tem um papel imprescindível para auxiliá-lo.

6. Busque entender o mínimo de contabilidade

Antes de procurar por um contador para e-commerce, é bom conhecer um pouco do trabalho que esse especialista presta para a sua empresa.

A análise de dados, por exemplo, é um dos fatores mais cruciais para a tomada de decisões e é papel do contador provê-los para o empresário.

Outra atividade importante e que merece atenção é a formação de preços — análise dos fatores que precisam ser considerados no momento de se definir qual o valor de um produto ou serviço.

Dentre tantas atividades consideráveis, a conclusão é que um pouco de estudo e conhecimento sobre a prestação de serviço desse profissional só irá te ajudar a gerir e cobrar os resultados pertinentes a essa atividade.

E tem mais: ao conhecer pelo menos o básico de contabilidade, você conseguirá compreender melhor os termos técnicos, o que ajudará no diálogo com o especialista da área.

7. Tome cuidado com o contrato

Quando o assunto são as cláusulas contratuais, todo cuidado é pouco.

A atenção com a legislação é primordial nesse processo, caso contrário, corre-se o risco de ter um contrato significativamente parcial ou totalmente nulo.

E, ainda, a presença de apenas um dispositivo contratual ilegal é o suficiente para gerar  responsabilidades cíveis e criminais às partes.

Outro problema é a omissão de alguma cláusula contratual que, dependendo da legislação, pode resultar em sérias consequências.

Existem também detalhes específicos que merecem observação quando da assinatura de um contrato e que você precisa ficar ligado, como por exemplo:

  • Identifique assertivamente o conteúdo objetivo e subjetivo do contrato;
  • Verifique os elementos essenciais para a validade contratual;
  • Observe os valores e formas de pagamento;
  • Atente-se para o prazo de vigência do documento;
  • Veja quais as garantias e a descrição do serviço que será prestado.

Na dúvida ou se sentir necessário, conte com o auxílio de um advogado para ajudá-lo na resolução desse assunto.

Conclusão

Para encontrar um bom contador para e-commerce, antes é preciso passar por algumas etapas de conhecimento e de pesquisa.

E, acredite, esse trabalho é relativamente menor do que as dores de cabeça que você poderá ter no futuro caso negligencie essa etapa.

Portanto, siga todas as dicas desse post e procure sempre escalar o seu negócio digital da maneira mais eficiente possível!

E, para evitar mais dúvidas sobre outros assuntos importantes para a sua empresa, descubra como buscar a segunda via de uma nota fiscal!

Rafael Versiani

Escritor, produtor de conteúdos, entusiasta da vida real e amante de ficção científica!


    Registre-se gratuitamente

    Receba posts sobre marketing e empreendedorismo diretamente no seu e-mail.

    Coloque o conhecimento na prática

    +15 mil alunos já aplicaram o aprendizado na Universidade e criaram seus negócios com a Nuvemshop.

    Teste 15 dias grátis

    Sabemos que migrar sua loja não é uma decisão simples.

    Descubra os benefícios e facilidades que a Nuvemshop oferece exclusivamente para migrações.

    Saiba mais sobre a migração